Filmes por gênero

ESPOSAMANTE (1977)

Mogliamante
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: La maîtresse légitime (França)
Esposa amante (Espanha)
Wifemistress (USA)
Frau und Geliebte (Alemanha)
Pais: Itália
Gênero: Comédia Dramática, Romance
Direção: Marco Vicario
Roteiro: Marco Vicario, Rodolfo Sonego
Produção: Franco Cristaldi
Design Produção: Mario Garbuglia
Música Original: Armando Trovajoli
Fotografia: Ennio Guarnieri
Edição: Nino Baragli
Figurino: Luca Sabatelli
Guarda-Roupa: Isolina Bensi, Adriana Masseroni, Anna Orazi
Maquiagem: Giuseppe Banchelli, Gilberto Provenghi, Goffredo Rocchetti
Efeitos Sonoros: Sergio Marcotulli, Raul Montesanti, Alfonso Montesanti
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1979

Elenco

Laura Antonelli Antonia De Angelis
Marcello Mastroianni Luigi De Angelis
Leonard Mann Dr. Dario Favella
William Berger Conde Brandini
Gastone Moschin Vincenzo
Olga Karlatos Dra. Paola Pagano
Annie Belle Clara
Stefano Patrizi Enrico, noivo de Clara
Luigi Diberti Advogado
Enzo Robutti Padre
Daniele Gabbai Jovem oficial
Hélène Chanel Senhoria
Paul Muller Porteiro do Hotel
Armando Brancia Médico-Chefe
Elsa Vazzoler Teresa, a empregada
Maria Monti Diretora do Hotel

Prêmios

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Música (Armando Trovajoli)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

A ação se passa na província de Veneza, no início do século XX. Desde que seu marido, Luigi, a considerou como uma mulher frígida, na noite do seu casamento, Antonia De Angelis permanece reclusa, sem sair de casa. Por outro lado, ele passa a não demonstrar respeito por ela, procurando apenas manter as aparências aos olhos dos outros.

Certo dia, de repente, Luigi desaparece sem deixar qualquer tipo de rastro em seu caminho. Preocupada, Antonia parte em um cabriolé, puxado por um cavalo, na esperança de encontrá-lo e passar a ter uma vida melhor a dois. Nessa empreitada, no entanto, ela descobre tudo sobre suas posições políticas, suas paixões, suas amantes, seus negócios e sua indiferença para com os camponeses que trabalham a terra de sua família.

Desapontada, Antonia retoma seus negócios, seus hábitos e passa a ter um caso com um jovem médico estrangeiro. Sua obstinação faz com que consiga melhorar as condições de vida dos camponeses, além de publicar os escritos de seu marido.

Uma acusação de assassinato faz com que Luigi seja forçado a viver na clandestinidade. Acreditando ser a melhor forma de se esconder, ele decide viver exatamente defronte à sua própria casa, de onde passa a observar a desenvoltura com que Antonia dirige os negócios da família, bem como, a forma como ela recebe o seu amante.

Quando a polícia o inocenta da acusação que pesava sobre ele, Luigi fica sem saber como lidar com sua esposa e com sua prodigiosa transformação.

imagem imagem imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Marco Vicario, “Esposamente” é, sem dúvida alguma, um bom filme do cinema italiano do final dos anos 1970. Sua trama gira em torno de temas como as convenções burguesas, religiosas, políticas e sua hipocrisia. É uma interessante reflexão em torno da sociedade do final do século XIX.

A partir de um roteiro muito bem estruturado, Vicario realiza um bom trabalho de direção, no que é ajudado pelas excelentes atuações de Marcello Mastroianni e Laura Antonelli.

Adicionalmente, o filme nos brinda com a bela fotografia de Ennio Guarnieri e com a magnífica trilha sonora assinada por Armando Trovajoli, ganhadora do Prêmio David di Donatello.

CAA