Filmes por gênero

SHAKESPEARE APAIXONADO (1998)

Shakespeare in love
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A paixão de Shakespeare (Portugal)
Shakespeare enamorado (Espanha)
Shakespeare et Juliette (Canadá francês)
Pais: Estados Unidos, Reino Unido
Gênero: Comédia Romântica
Direção: John Madden
Roteiro: Marc Norman, Tom Stoppard
Produção: Harvey Weinstein, Edward Zwick, Marc Norman, David Parfitt
Design Produção: Martin Childs
Música Original: Stephen Warbeck
Coreografia: Quinny Sacks
Fotografia: Richard Greatrex
Edição: David Gamble
Direção de Arte: Steven Lawrence, Mark Raggett
Figurino: Sandy Powell
Guarda-Roupa: Clare Spragge, Sophie Norinder, Dan Grace e outros
Maquiagem: Veronica McAleer, Philippa Hall, Tina Earnshaw
Efeitos Sonoros: Robin O'Donoghue, Dominic Lester, Peter Glossop e outros
Efeitos Especiais: Stuart Brisdon
Efeitos Visuais: Antony Hunt, Tori Martin, Rick Mietkowski e outros
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 1999

Elenco

Joseph Fiennes Will Shakespeare
Gwyneth Paltrow Viola De Lesseps
Colin Firth Lord Wessex
Judi Dench Rainha Elizabeth
Geoffrey Rush Philip Henslowe
Tom Wilkinson Hugh Fennyman
Nicholas Boulton Henry Condell
Imelda Staunton Enfermeira
David Curtiz John Hemmings
Gregor Truter James Hemmings
Ben Affleck Ned Alleyn
Rupert Everett Christopher Marlowe
Steven O'Donnell Lambert
Tim McMullan Frees
Antony Sher Dr. Moth
Patrick Barlow Will Kempe
Martin Clunes Richard Burbage
Jim Carter Ralph Bashford
Joe Roberts John Webster
Jill Baker Lady De Lesseps
Nicholas Le Prevost Sir Robert De Lesseps

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme

Oscar de Melhor Roteiro Original

Oscar de Melhor Trilha Sonora

Oscar de Melhor Atriz (Gwyneth Paltrow)

Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Judi Dench)

Oscar de Melhor Direção de Arte

Oscar de Melhor Figurino

Oscar de Melhor Canção Original (Stephen Warbeck)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Judi Dench)

Prêmio de Melhor Edição

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Musical ou Comédia

Prêmio de Melhor Roteiro

Prêmio de Melhor Atriz em um Musical ou Comédia (Gwyneth Paltrow)

Festival Internacional de Berlim, Alemanha

Prêmio Urso de Prata de Melhor Roteiro

Prêmios Leão Tcheco, Praga, República Tcheca

Leão Tcheco de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Roteiro (Marc Norman, Tom Stoppard)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Fotografia

Oscar de Melhor Direção (John Madden)

Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Geoffrey Rush)

Oscar de Melhor Edição

Oscar de Melhor Maquiagem

Oscar de Melhores Efeitos Sonoros

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio David Lean de Melhor Direção (John Madden)

Prêmio Anthony Asquith de Melhor Música (Stephen Warbeck)

Prêmio de Melhor Roteiro Original

Prêmio de Melhor Ator (Joseph Fiennes)

Prêmio de Melhor Atriz (Gwyneth Paltrow)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Geoffrey Rush e Tom Wilkinson)

Prêmio de Melhor Fotografia

Prêmio de Melhor Design de Produção

Prêmio de Melhor Figurino

Prêmio de Melhor Maquiagem

Festival Internacional de Berlim, Alemanha

Prêmio Urso de Ouro (John Madden)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Direção (John Madden)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Geoffrey Rush)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Judi Dench)

Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca

Bodil de Melhor Filme Americano

Academia Japonesa de Cinema, Japão

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

A trama é ambientada em 1593.  É verão e o jovem astro do teatro Londrino, Will Shakespeare, sofre a pior punição possível a um artista: um bloqueio criativo.  Não importa o quanto tente - apesar da pressão dos patrocinadores e dos donos do teatro - ele simplesmente não consegue trabalhar em sua mais recente peça, "Romeo and Ethel, the Pirate’s Daughter".  Como os trovadores, Will sentia falta de uma musa.

Foi quando Lady Viola entra em sua vida.  Muito à frente de seu tempo, Viola quer ser atriz.  As mulheres, no final do século XVI simplesmente não faziam isso.  Qualquer coisa mais do que casar e ter filhos era considerada uma ousadia sem limites.  Atuar numa peça de teatro, então, era considerado uma verdadeira depravação.

Para conseguir realizar seu sonho, Viola disfarça-se de homem para fazer um teste na peça de Will.  Mas o disfarce vai caindo à medida que a paixão começa.  E a pena de Will começa a fluir novamente, dessa vez, transformando o amor em palavras, com Viola tornando-se sua Julieta na vida real.  A criação de Romeu viria logo depois.

Mas a felicidade dos dois é ameaçada por mais um costume da época: os casamentos arranjados. Viola é forçada a se casar com o insuportável Conde de Wessex.  Numa confusão de troca de identidades, recados truncados e desejos proibidos, Will Shakespeare busca uma solução não apenas para sua peça, mas para sua própria paixão.

.

imagem imagem imagem

Comentários

"Shakespeare Apaixonado" é uma ótima comédia romântica, embora não seja uma obra-prima a ponto de se tornar merecedora do Oscar de Melhor Filme, num ano em que concorreram filmes como "Elizabeth", "A Vida é Bela" e "O Resgate do Soldado Ryan".

Marc Norman e Tom Stoppard escreveram um roteiro muito inteligente, no qual são feitas várias referências à obra "Romeu e Julieta" do autor inglês.  A direção de John Madden é segura e bastante talentosa.  Com uma bela trilha sonora, o filme conta ainda com um alto padrão nos quesitos fotografia, direção de arte, edição, figurino e maquiagem.

Finalmente, o elenco apresenta um desempenho de primeira qualidade, com destaque para o ator Geoffrey Rush, no papel de Philip Henslowe, o engraçadíssimo dono do teatro.  Entretanto, ainda que apresente uma bela atuação, Gwyneth Paltrow não era merecedora do Oscar de Melhor Atriz, num ano em que teve que competir com as fabulosas Meryl Streep, Cate Blanchett e Fernanda Montenegro.

CAA