Filmes por gênero

SINDICATO DE LADRÕES (1954)

On the waterfront
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Há lodo no cáis (Portugal)
Sur les quais (França, Bélgica)
Fronte del porto (Itália)
La ley del silencio (Espanha)
Nido de ratas (Argentina, México, Chile, Peru)
Die Faust im Nacken (Alemanha, Austria)
Storstadshamn (Suécia)
De wrede haven (Holanda)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Policial
Direção: Elia Kazan
Roteiro: Budd Schulberg
Produção: Sam Spiegel
Música Original: Leonard Bernstein
Fotografia: Boris Kaufman
Edição: Gene Milford
Direção de Arte: Richard Day
Guarda-Roupa: Flo Transfield, Anna Hill Johnstone
Maquiagem: Fred C. Ryle
Efeitos Sonoros: Jim Shields
Nota: 9.6
Filme Assistido em: 1956

Elenco

Marlon Brando Terry Malloy
Karl Malden Padre Barry
Lee J. Cobb Johnny Friendly
Rod Steiger Charley Malloy
Eva Marie Saint Edie Doyle
Pat Henning Kayo Dugan
Leif Erickson Glover
James Westerfield Big Mac
Tony Galento Truck
Tami Mauriello Tillio
John F. Hamilton Doyle
John Heldabrand Mott
Rudy Bond Moose
Don Blackman Luke
Arthur Keegan Jimmy
Abe Simon Barney
Martin Balsam Gilette
Pat Hingle Jocko
Anne Hegira Sra. Collins
Fred Gwynne Slim
Thomas Handley Tommy Collins

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Fotografia

Oscar de Melhor Filme

Oscar de Melhor Direção de Arte (Richard Day)

Oscar de Melhor Direção (Elia Kazan)

Oscar de Melhor Ator (Marlon Brando)

Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Eva Marie Saint)

Oscar de Melhor Edição

Oscar de Melhor Roteiro

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Ator Estrangeiro (Marlon Brando)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Direção (Elia Kazan)

Prêmio de Melhor Ator (Marlon Brando)

Festival Internacional de Veneza, Itália

Prêmio Leão de Prata de Melhor Direção (Elia Kazan)

Prêmio dos Críticos Italianos de Cinema (Elia Kazan)

Prêmio OCIC (Elia Kazan)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Prêmio de Melhor Direção (Elia Kazan)

Prêmio de Melhor Ator em um Drama (Marlon Brando)

Prêmio de Melhor Fotografia

Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca

Bodil de Melhor Filme Americano

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Elia Kazan)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro de um Drama Americano (Budd Schulberg)

Prêmios Bambi, Alemanha

Prtêmio de Melhor Filme Internacional

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Filme Estrangeiro (Elia Kazan)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Lee J. Cobb, Karl Malden, Rod Steiger)

Oscar de Melhor Trilha Sonora de uma Comédia ou Drama

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Revelação Feminina (Eva Marie Saint)

Festival Internacional de Veneza, Itália

Prêmio Leão de Ouro (Elia Kazan)

Prêmios Bambi, Alemanha

Prêmio Bambi de Melhor Ator Internacional (Marlon Brando)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Atriz (Eva Marie Saint)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Johnny Friendly é presidente do sindicato dos estivadores que trabalham nas docas de Hoboken, New Jersey onde, juntamente com seu braço direito, Charley Malloy, comanda as operações de carga e descarga de navios, cobrando valores por fora que os utiliza em apostas de lutas de boxe e em outras operações ilícitas.

O grupo próximo aos líderes do sindicato tem sempre emprego garantido e outras facilidades, enquanto os outros lutam diariamente por uma colocação para garantir o sustento de suas famílias. A lei do silêncio impera entre os trabalhadores que temem pelas duras conseqüências de enfrentar esse sindicato de ladrões.

O ex-boxeador Terry Malloy é irmão de Charlie e também trabalha no porto.  Ele faz parte do grupo que dá sustentação a esses corruptos.  É considerado um inútil que nada faz além de usar sua força.  Quando boxeador, perdeu a grande chance de ser campeão porque seu irmão havia apostado alto no adversário e o obrigou a perder a luta.

O sindicato quer dar um susto em um homem que tentou delatá-los à justiça e Terry é usado para atraí-lo, mas os planos do sindicato de liquidá-lo não eram os imaginados por Terry, que não gostou da morte do amigo.  

O padre Barry engaja-se na luta pelos discriminados e tenta uni-los num movimento contrário ao sindicato.  Edie, a bela irmã do homem assassinado, busca provas para encontrar o assassino do irmão.  Terry a conhece e ambos se sentem atraídos um pelo outro.  A convivência entre os dois e outros acontecimentos farão Terry questionar seus valores morais e suas atitudes.

imagem imagem imagem

Comentários

"Sindicato de Ladrões" é um filme magnífico, um verdadeiro clássico dos anos 50.  Violento, é entretanto, envolvente e emocionante.  Com uma excelente direção, Kazan faz uma dura crítica à corrupção que reinava, na época, na área portuária, mostrando com sua câmera os privilégios dos que apoiavam os negócios ilícitos da cúpula do sindicato, bem como, a forma violenta com que eram tratados os que se opunham ao sistema reinante.

Marlon Brando, no papel do ex-boxeador, dá uma verdadeira aula de interpretação, o que lhe valeu o Oscar de Melhor Ator.  Eva Marie Saint, uma das musas de Hitchcock, aparece muito bem como uma garota simples mas determinada, sendo agraciada com o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante.  Lee J. Cobb, Karl Malden e Rod Steiger, com destaque para o primeiro, que rouba muitas das cenas em que aparece, estão também ótimos em seus papéis.

O filme conta, ainda, com um ótimo roteiro, uma bela fotografia e uma excelente trilha sonora.

CAA