Filmes por gênero

A BELA DE YUKON (1944)

Belle of the Yukon
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: La bella dello Yukon (Itália)
Guldgrävarbaletten (Suécia)
La divina aventurera (Uruguai)
La bella del Yukón (Espanha, Venezuela)
Alaskas dronning (Dinamarca)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Faroeste, Música, Romance
Direção: William A. Seiter
Roteiro: James Edward Grant
Produção: William A. Seiter
Música Original: Arthur Lange, Hugo Friedhofer, David Raksin
Direção Musical: Arthur Lange
Coreografia: Don Loper
Fotografia: Ray Rennahan
Edição: Ernest Nims
Direção de Arte: Perry Ferguson
Figurino: Mary Wills
Maquiagem: Gustaf Norin
Efeitos Sonoros: Arthur Johns, Corson Jowett
Efeitos Visuais: Paul K. Lerpae
Nota: 6.4
Filme Assistido em: 1947

Elenco

Randolph Scott John Calhoun
Gypsy Rose Lee Belle De Valle
Dinah Shore Lettie Candless
Bob Burns Sam Slade
Florence Bates Viola Chase
Charles Winninger Pop Candless
William Marshall Steve Atterbury
Guinn Williams Xerife Mervin Maitland
Wanda McKay Cherie Atterbury
Edward Fielding C.V. Atterbury
Robert Armstrong George
Victor Kilian Professor Salsbury
Jane Hale Dançarina
Joel Friend Dançarino
Frank Mills Frank
Harry Tenbrook Harry
Eddy Chandler Mensageiro
Dorothy Koster Corista
Ruth Valmy Corista
Joan Chaffee Corista
Alma Carroll Corista
Harrison Greene Gerente de palco
Eddie Acuff Mineiro
Al Hill Mineiro
Frank Moran Mineiro
Bill Nestell Mineiro
Jack Tornek Mineiro
Lane Watson Mineiro

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Canção Original (Jimmy Van Heusen, Johnny Burke)

Oscar de Melhor Trilha Sonora de um Musical (Arthur Lange)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Na cidade de Malemute no Yukon, durante a Corrida do Ouro, o Saloon de John Calhoun recebe artistas que por lá passam. Quando a cantora Belle De Valle e sua trupe chegam à cidade, elas se dirigem ao Saloon, onde são recebidas pelo gerente Pop Candless e por sua filha Lettie, uma das cantoras do local. Logo em seguida, ela descobre que o proprietário é um antigo namorado e trapaceiro, conhecido como "Gentleman Jack", que fugira da policia em Seattle. Por outro lado, ao tomar conhecimento de sua chegada, John vai até seu camarim, onde é recebido com um vaso jogado contra sua cabeça. Belle o acusa de tê-la abandonado em Seattle e ameaça entregá-lo à polícia por ter mentido para ela.

Terminada a discussão, no entanto, os dois resolvem reatar o romance, mas o gerente do saloon, Pop Candless, desconfia do namorado da filha Lettie, o pianista Steve Atterbury, e chama a policia de Seattle ao descobrir uma carta sugerindo ser ele casado e com filhos. Com a ajuda do trapaceiro xerife Mervin Maitland, Calhoun faz com que o rapaz deixe a cidade para evitar que a polícia o encontre também.

Quando a população resolve fundar um banco e nomear Calhoun presidente, Belle se decepciona ao descobrir que o namorado não pretende continuar "honesto" por muito tempo. Na verdade, ele tem planos para fugir com uma grande soma em ouro.

Enquanto isso, Steve, que havia deixado a cidade face às pressões exercidas pelo xerife e por Calhoun, retorna à Malemute acompanhado de sua irmã Cherie e de seu milionário pai, C.V. Atterbury, que atestam ser ele solteiro e, como um gesto de boa fé, fazem um depósito de US$ 100.000 no Banco, onde Calhoun promete ser realmente honesto de agora em diante.

imagem

Comentários

Realizado pelo diretor William A. Seiter, “A Bela de Yukon” parte de um roteiro mal elaborado e apresenta uma série de furos e inconsistências. Tais inconsistências são agravadas por um fraco trabalho de edição.

No que diz respeito a seus pontos positivos, seu maior destaque é, sem dúvida alguma, sua bela trilha sonora a cargo Arthur Lange.

CAA