Filmes por gênero

MOULIN ROUGE - AMOR EM VERMELHO (2001)

Moulin Rouge!
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Moulin Rouge, amor en rojo (Espanha)
Amor en rojo (México)
Pais: Estados Unidos, Austrália
Gênero: Musical, Drama, Romance
Direção: Baz Luhrmann
Roteiro: Baz Luhrmann, Craig Pearce
Produção: Fred Baron, Martin Brown, Baz Luhrmann
Design Produção: Catherine Martin
Música Original: Craig Armstrong
Direção Musical: Marius De Vries
Coreografia: John O'Connell, Esther Rodewald
Fotografia: Donald McAlpine
Edição: Jill Bilcock
Direção de Arte: Ian Gracie, Annie Beauchamp
Figurino: Angus Strathie, Catherine Martin
Guarda-Roupa: Eliza Godman, John Papadopoulos e outros
Maquiagem: Maurizio Silvi , Lesley Vanderwalt, Maggie Myer e outros
Efeitos Sonoros: Robert Renga, Antony Gray
Efeitos Especiais: Brian Cox, James Howe e outros
Efeitos Visuais: Chris Godfrey , Nathan McGuinness , Murray Pope e outros
Nota: 8.8
Filme Assistido em: 2001

Elenco

Nicole Kidman Satine
Ewan McGregor Christian
John Leguizamo Toulouse-Lautrec
Jim Broadbent Harold Zidler
Richard Roxburgh O Duque
Garry McDonald O Médico
Jacek Koman O argentino inconsciente
Matthew Whittet Satie
Kerry Walker Marie
Kylie Minogue A Fada Verde
David Wenham Audrey
Lara Mulcahy Môme Fromage
Deobia Oparei O Chocolate
Peter Whitford Gerente de Palco
Norman Kaye Médico de Satine
Arthur Dignam Pai de Christian
Jonathan Hardy Homem na Lua
Tara Morice Prostituta

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Direção de Arte

Oscar de Melhor Figurino

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio Anthony Asquith de Melhor Música (Craig Armstrong e Marius De Vries )

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Jim Broadbent)

Academia do Cinema Europeu

Prêmio de Melhor Ator (Ewan McGregor)

Prêmio Internacional (Baz Luhrmann)

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Filme do Ano

Prêmio Ator do Ano (Ewan McGregor)

Prêmio Atriz do Ano (Nicole Kidman)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Jim Broadbent)

Prêmio de Melhor Design de Produção

Festival Robert de Copenhague, Dinamarca

Robert de Melhor Filme Não Americano

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Musical ou Comédia

Prêmio de Melhor Atriz em um Musical ou Comédia (Nicole Kidman)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original

Instituto Australiano de Cinema

Prêmio de Melhor Fotografia

Prêmio de Melhor Edição

Prêmio de Melhor Design de Produção

Prêmio de Melhor Figurino

Prêmio de Melhor Som

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Fotografia

Oscar de Melhor Filme

Oscar de Melhor Atriz (Nicole Kidman)

Oscar de Melhor Edição

Oscar de Melhor Maquiagem

Oscar de Melhores Efeitos Sonoros

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio David Lean de Melhor Direção

Prêmio de Melhor Roteiro Original

Prêmio de Melhor Fotografia

Prêmio de Melhor Design de Produção

Prêmio de Melhor Edição

Prêmio de Melhor Figurino

Prêmio de Melhor Maquiagem

Prêmio de Melhores Efeitos Visuais Especiais

Festival Internacional de Cannes, França

Prêmio Palma de Ouro (Baz Luhrmann)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Ator em um Musical ou Comédia (Ewan McGregor)

Prêmio de Melhor Direção (Baz Luhrmann)

Prêmio de Melhor Canção Original (Come what may)

Grande Prêmio Brasileiro de Cinema, Brasil

Prêmio de Melhor Longa-Metragem Estrangeiro

Instituto Australiano de Cinema

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Direção (Baz Luhrmann)

Prêmio de Melhor Ator (Ewan McGregor)

Prêmio de Melhor Atriz (Nicole Kidman)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Richard Roxburgh)

Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca

Bodil de Melhor Filme Não Americano

Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França

César de Melhor Filme Estrangeiro

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Diretor de Filme Estrangeiro (Baz Luhrmann)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

O filme, passado no início do século XX, conta a história de um jovem escritor escocês que possui um dom para a poesia e que enfrenta seu pai para poder se mudar para o bairro boêmio de Montmartre, em Paris.

Lá, ele recebe o apoio do pintor Henri de Toulouse-Lautrec, que o ajuda a participar da vida social e cultural do local, que gira em torno do Moulin Rouge, um cabaré que possui um mundo próprio de sexo, absinto, adrenalina e Can-Can.  O luxuoso mundo do Moulin Rouge não é um mundo sem problemas.  Embora o cabaré esteja sempre cheio, seu empresário, passando por dificuldades financeiras por ter gasto todos os seus recursos com a nova invenção da energia elétrica, necessita desesperadamente de um financiador para o seu novo show a ser criado pelo grupo de pessoas que gravita em torno de Lautrec.

Ao visitar o local, Christian logo se apaixona pela belíssima Satine, a mais bela cortesã de Paris e estrela maior do mal-afamado, mas cheio de glamour e requinte cabaré parisiense.  Apesar da forte paixão que os une, eles terão de enfrentar um obstáculo poderoso para ficarem juntos: um rico e poderoso duque inglês que está disposto a financiar o show, desde que Satine passe a ser exclusivamente sua.  Por outro lado, o sonho da cortesã é tornar-se uma famosa atriz como seu ídolo, Sarah Bernhardt.

Satine se vê então confrontada com a necessidade de ceder às pretensões do financiador e a de esconder sua relação com Christian.  Conseguirá ela manter o duque afastado sem perder seu patrocínio?  Será que o duque descobrirá os amantes e matará Christian?

imagem imagem imagem

Comentários

"Moulin Rouge - Um Amor em Vermelho" é um magnífico musical que mistura drama, comédia e romance.  É uma obra lírica, onírica, que fascina os sentidos.  O talentoso cineasta australiano, Baz Luhrmann, consegue realizar uma verdadeira obra-prima, principalmente em sua primeira metade.  Em 1992, ele já obtivera grande sucesso com "Vem Dançar Comigo".

A área técnica é um dos pontos fortes do filme, contando com uma belíssima fotografia, uma trilha sonora eletrizante, além de ótimos trabalhos de direção de arte, figurino e efeitos sonoros.

No que tange às interpretações, Nicole Kidman está divina no papel da cortesã Satine.  Usando sua própria voz, ela interpreta diversas canções, entre as quais a belíssima "Diamonds Are a Girl's Best Friend".  A exemplo de Nicole, Ewan McGregor também usa sua própria voz e se sai muito bem.  Merecem ainda destaques, as participações de Jim Broadbent e Richard Roxburgh.
 

CAA