Filmes por gênero

MÚSICA E LÁGRIMAS (1953)

The Glenn Miller story
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A história de Glenn Miller (Portugal)
Romance inachevée (França, Bélgica)
La storia di Glenn Miller (Itália)
Música y lágrimas (Espanha, México)
Die Glenn Miller Story (Alemanha, Austria)
Historia Glenna Millera (Polônia)
Glenn Miller élete (Hungria)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Biográfico, Música, Melodrama
Direção: Anthony Mann
Roteiro: Oscar Brodney, Valentine Davies
Produção: Aaron Rosenberg
Música Original: Henry Mancini
Música Não Original: Glenn Miller, W. C. Handy, Andy Razaf e outros
Direção Musical: Joseph Gershenson
Fotografia: William H. Daniels
Edição: Russell Schoengarth
Direção de Arte: Alexander Golitzen, Bernard Herzbrun
Figurino: Jay Morley Jr.
Maquiagem: Bud Westmore
Efeitos Sonoros: Joe Lapis, Leslie I. Carey
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 1956

Elenco

James Stewart Glenn Miller
June Allyson Helen Berger Miller
Harry Morgan Chummy MacGregor
Charles Drake Don Haynes
George Tobias Sr. Si Schribman
Barton MacLane Gen. Hap Arnold
Sig Ruman W. Kranz
Irving Bacon Sr. Miller, pai de Glenn
James Bell Sr. Burger, pai de Helen
Kathleen Lockhart Sra. Miller, mãe de Glenn
Katharine Warren Sra. Burger, mãe de Helen
Frances Langford Ela própria
Louis Armstrong Ele próprio
Gene Krupa Ele próprio
Ben Pollack Ele próprio
Barney Bigard Ele próprio
Dayton Lummis Coronel Spaulding
Marion Ross Polly Haynes
Leo Mostovoy Prof. Dr. Schillinger
Damian O'Flynn Coronel Baker
Steve Pendleton Ten. Coronel Bassell
Babe Russin Ele próprio
Marty Napoleon Ele próprio
Arvell Shaw Ele próprio
Cozy Cole Ele próprio
Paula Kelly Ela própria
Kevin Corcoran Steve Miller, aos 4 anos
Deborah Sydes Joanee Dee Miller, bebê

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Gravação de Som

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Roteiro Original

Oscar de Melhor Trilha Sonora

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Ator Estrangeiro (James Stewart)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Anthony Mann)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro de um Musical Americano (Valentine Davies, Oscar Brodney)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Avisado por um amigo que Ben Pollack está selecionando músicos para uma Banda, Glenn Miller comparece ao local da seleção levando apenas vários arranjos por ele escritos, já que seu trombone se acha empenhado.  Quando Pollack ouve seus arranjos, o contrata, adiantando-lhe o dinheiro necessário ao resgate de seu instrumento.

A nova Banda viaja para Denver, ocasião em que ele telefona para Helen Berger, marcando um encontro.  Helen, uma namoradinha do tempo do Colégio, havia estado com ele dois anos antes, após o que perdera contato.  Na realidade, ela não sabe nem o que ele realmente faz.  Embora noiva de Ed Healey, um rico empresário, concorda em recebê-lo naquele dia.  Juntamente com os pais, ela o aguarda até tarde mas ele não aparece.  De madrugada, quando todos estão dormindo, ele bate à sua porta.  Os dois conversam na varanda até o dia amanhecer.

Horas depois, ele segue com a Banda para Nova York.  Após se apresentar na grande metrópole, o grupo segue para Atlantic City, mas Glenn Miller prefere ficar na cidade para voltar a estudar e perseguir seu objetivo de ter o seu próprio som.

Ao saber que Red Nichols está montando uma nova Banda para participar de um musical, contando com nomes de peso como Benny Goodman, Gene Krupa e Babe Russin, Glenn Miller decide aderir ao projeto.  Voltando a ganhar dinheiro, telefona para Helen pedindo-lhe para que venha ao seu encontro a fim de se casarem.  Ela o lembra que é noiva de Ed Healey.  Depois de dar o nº de seu telefone, "Pennsylvania 6-5000", ele corta a ligação.  Dois dias depois, ela chega à Nova York, afirmando-lhe que resolveu vir apenas para conversarem.  Horas depois, estão casados.

Com o casamento e a necessidade de ganhar mais dinheiro, Glenn Miller se esquece do sonho de lutar pelo seu próprio som.  Assim, depois de algum tempo, Helen o cobra, dizendo-lhe que largou tudo, inclusive um noivado, porque viu nele a força de alguém que luta por seus objetivos.  Mostrando-se decepcionada, ela vê reacender nele a chama de tal força, mesmo sabendo que, por algum tempo, terão que fazer sacrifícios para sobreviverem.

No período que se segue, estudando com o Prof. Dr. Schillinger, ele compõe "Moonlight Serenade". Logo depois, monta sua própria Banda e percorre a Nova Inglaterra, sempre contando com os amigos Chummy MacGregor e Don Haynes.  Ao receber um convite do Sr. Schribman para se apresentar no State Ballroom de Boston, o grupo viaja para aquela cidade, mas uma tempestade de neve o impede de chegar a tempo para o compromisso.  Os prejuízos decorrentes o obrigam a desfazer a Banda para pagar aos músicos.  Helen é levada às pressas a um hospital, onde perde a criança que estava esperando.  Na oportunidade, toma conhecimento que não poderá mais engravidar.  Ainda no hospital, ela recebe a visita do Sr. Schribman que, se desculpando, promete investir na formação de uma orquestra.

O casal adota uma criança.  Glenn trabalha duro na contratação de músicos, na preparação de arranjos e nos ensaios.  Na véspera da estréia, um trompetista solista se machuca.  A primeira idéia que se tem é a de cancelar a estréia, mas Glenn Miller resolve virar a noite e reescrever o solo, agora adaptado para clarinete.  O resultado é o som que tanto procurava.  A estréia é um sucesso.  O novo estilo de Glenn Miller encanta Boston.  Ele atinge recorde de vendas.  Por três anos consecutivos, sua música fica nas paradas de sucessos.

Na comemoração do 10º aniversário de casamento, já morando numa bela mansão, Helen adota uma segunda criança.  O sucesso leva a orquestra a participar de uma produção cinematográfica em Hollywood.

Em 1942, Glenn Miller se alista nas Forças Armadas, recebendo a patente de capitão e permissão para formar uma Banda militar.  Em 1943, toca para milhares de soldados que se acham em Londres, além de ter sua música transmitida pela BBC.  No final de 1944, já com Paris libertada, a Banda se prepara para uma turnê de seis semanas pela Europa.  Promovido a major, Glenn Miller decide viajar na véspera para Paris, a fim de fazer os preparativos para a chegada do grupo.  Assim, ele embarca em 15 de dezembro daquele ano num pequeno Norseman.  No dia seguinte, quando a Banda chega à Paris, o agora tenente Haynes toma conhecimento que o avião em que ele embarcara, não chegou à França.

Na véspera do Natal, a Banda se apresenta num show especial, em Paris, oportunidade em que seus membros prestam uma homenagem ao seu líder desaparecido.  Em casa, Helen, as crianças, e alguns amigos e parentes assistem pelo rádio a referida apresentação, que traz, embutida, uma carinhosa homenagem preparada por Glenn para sua esposa.

imagem

Comentários

"Música e Lágrimas" é uma das mais charmosas e comoventes biografias de um grande músico.  Realizado pelo cineasta Anthony Mann, o filme procura focar a vida e a carreira do famoso 'band- leader' Glenn Miller, desde o tempo em que era um simples trombonista, à procura de um 'bico', até sua morte, já uma celebridade mundial, em dezembro de 1944.

Para os admiradores de sua música, uma cuidadosa mistura de jazz, swing e improvisação, a melhor parte do filme é, sem dúvida, aquela em que são apresentados alguns dos seus inúmeros sucessos como, por exemplo, "Moonlight Serenade", Pennsylvania 6-5000", "Tuxedo Junction", "String of Pearls", "In the Mood", "Chattanooga Choo Choo" e "Little Brown Jug".

O roteiro e a trilha sonora são magníficos.  James Stewart e June Allyson, respectivamente nos papéis de Glenn Miller e de sua esposa, estão ótimos e apresentam uma excelente química.  Para enriquecer ainda mais o filme, "Música e Lágrimas" conta com as participações de figuras lendárias da música popular americana, como Louis Armstrong, Gene Krupa, Ben Pollack, Frances Langford, Babe Russin, entre outros.

CAA