Filmes por gênero

ENIGMA DE UMA VIDA (1968)

The swimmer
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Mergulho no passado (Portugal)
Le plongeon (França)
Un uomo a nudo (Itália)
El nadador (Espanha, México)
Der Schwimmer (Austria, Alemanha)
Simmaren (Suécia)
Klædt af til skindet (Dinamarca)
Plywak (Polônia)
Az úszó ember (Hungria)
Пловец (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: Frank Perry
Roteiro: Eleanor Perry
Produção: Frank Perry, Roger Lewis
Música Original: Marvin Hamlisch
Direção Musical: Jack Hayes
Fotografia: David L. Quaid
Edição: Sidney Katz, Carl Lerner, Pat Somerset
Direção de Arte: Peter Dohanos
Figurino: Anna Hill Johnstone
Maquiagem: John Jiras
Efeitos Sonoros: Jack Fitzstephens, Willard W. Goodman
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1998

Elenco

Burt Lancaster Ned Merrill
Janet Landgard Julie Ann Hooper
Janice Rule Shirley Abbott
Tony Bickley Donald Westerhazy
Marge Champion Peggy Forsburgh
Nancy Cushman Sra. Halloran (nudista)
Bill Fiore Howie Hunsacker
Charles Drake Howard Graham
Kim Hunter Betty Graham
Rose Gregorio Sylvia Finney
Bernie Hamilton Motorista de Halloran
House Jameson Sr. Chester Halloran (nudista)
Jimmy Joyce Jack Finney
Michael Kearney Kevin Gilmartin Jr.
Richard McMurray Stu Forsburgh
Jan Miner Lillian Hunsacker
Diana Muldaur Cynthia
Keri Oleson Vernon Hooper
Joan Rivers Joan
Cornelia Otis Skinner Sra. Hammar
Diana Van der Vlis Helen Westerhazy
Marilyn Langner Enid Bunker
Louise Troy Grace Biswanger
Dolph Sweet Henry Biswanger
Hugh Franklin Denny

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em uma linda tarde de verão em Connecticut, o publicitário Ned Merrill encontra-se inexplicavelmente a oito milhas de casa, vestido apenas com um calção de banho. Em parte para demonstrar seu vigor atlético, apesar de já se achar com cinqüenta e poucos anos, em parte por um impulso, ele decide nadar em todas as piscinas que se acham em seu caminho de volta para casa, a maioria localizada em mansões de velhos amigos.

Os primeiros a serem visitados são Donald e Helen Westerhazy, que se acham à beira da piscina e que o recebem calorosamente, já que não se viam a tempos. Na conversa, ele admite que, no passado, foi apaixonado por Helen, mas esta não esboça qualquer reação. O casal o informa que mais dois vizinhos construíram piscinas em suas propriedades. Da mansão dos Westerhazy, saem Stu e Peggy Forsburgh, ele amigo de Ned desde a adolescência. Os dois relembram os velhos tempos, mas convidado para cair na piscina, Stu lhe diz que já está saindo para pegar um avião. A todos que lhe perguntam sobre sua mulher, Lucinda, e suas filhas, ele responde que estão melhores do que nunca. Os quatro o convidam para, juntos, darem um pulo na mansão dos Grahams a fim de tomarem um drinque, mas ele se joga na piscina e, ao sair do outro lado, vai embora sem se despedir.

Ned chega à mansão de Howard e Betty Graham, onde a encontra à beira da piscina. Pouco depois, Howard junta-se aos dois. Eles relembram o tempo em que eram jovens até que os Westerhazy e os Forsburgh batem à porta. Enquanto Howard e Betty vão recebê-los, Ned deixa o local e segue até as terras da Sra. Hammar. Uma vez lá, ele cai na enorme piscina, mas ao sair, encontra a sisuda proprietária que o expulsa e o pede para nunca mais pôr os pés em suas terras. Ele ainda tenta argumentar de que é amigo do filho dela, mas a Sra. Hammar lhe responde que ele nunca se deu ao trabalho de visitar seu filho no hospital e que, agora, ela é a herdeira e única proprietária do imóvel.

Ao visitar a piscina seguinte, ele encontra Julie Ann Hooper, uma antiga babá que cuidara das filhas dele, agora com 20 anos. Depois de nadarem na piscina, ele a convida para acompanhá-lo até a mansão dos Bunkers. No caminho, ela comenta que no tempo em que trabalhara em sua casa, ainda uma garota, era apaixonadíssima por ele. Ao chegarem lá, são recebidos por Enid, que está dando uma enorme festa na área da piscina. A maioria dos convidados vai ao seu encontro para abraçá-lo e perguntar por Lucinda.

Depois de nadarem na piscina, Ned e Julie deixam a mansão e se dirigem à dos Hallorans. No caminho, há um desentendimento entre os dois, o que faz com que a jovem volte para casa, enquanto ele segue seu caminho. Ao chegar à mansão dos Hallorans, o casal de nudistas não o recebe tão calorosamente, mas não chega a ser descortês. O problema é que Ned enfrentou vários problemas financeiros e não pagou as dívidas contraídas junto a seus diversos credores.

Continuando sua jornada, ele procura os Gilmartins, onde encontra apenas o pequeno Kevin. Os pais se divorciaram e a mãe, no momento, acha-se em Nova York em lua-de-mel. Por razões de segurança, a piscina foi deixada seca, de modo que Ned e Kevin simulam os movimentos de natação enquanto atravessam o fundo da mesma. De lá ele segue até a piscina do Centro Recreativo, onde algumas pessoas aproveitam aquele belo final de domingo. Depois de atravessar a piscina a nado, ele cria uma confusão ao querer tomar o carrinho de um vendedor de cachorros-quentes, alegando que o mesmo lhe pertence. Na realidade, o tal carrinho que lhe pertencera, foi vendido num leilão beneficente.

Colocado pra fora, ele segue sua rota e chega à mansão de sua ex-amante, Shirley Abbott. Esta o trata com desprezo e relembra algumas passagens de suas vidas, nas quais sentiu-se humilhada por ser relegada a segundo plano ao verificar que, depois de terem um encontro amoroso, ele sempre saia correndo para os braços da esposa. Num determinado momento, dentro da piscina, ela quase se deixa seduzir, mas em uma explosão final, afasta-se aos gritos de que nunca o amou, que mentiu toda vez que disse gostar de transar com ele em qualquer lugar.

Abatido, ele deixa o local e se encaminha para a última piscina a ser visitada antes de chegar em casa. Trata-se da piscina pública do condado, que ele encontra repleto de famílias da classe média. É aí que ele é mais hostilizado e insultado por conta de suas falhas em seu casamento, com suas filhas sem amor, com sua incapacidade de enfrentar a realidade e de seus recentes problemas financeiros. Os insultos partem, principalmente, de seus credores, tais como proprietários de armazéns, mercearias e lanchonetes.

Abatido e com o ego partido, Ted vê-se obrigado a ir embora. Finalmente, debaixo de uma forte tempestade, ele chega ao que um dia foi uma bela propriedade, agora completamente abandonada e bastante deteriorada, permitindo-lhe, pela primeira vez, enfrentar a realidade em que se tornou sua vida.

imagem

Comentários

Baseado num conto homônimo de John Cheever, publicado no “The New Yorker” em julho de 1964, “Enigma de uma Vida” é um filme de baixo orçamento do final da década de 60. Roteirizado por Eleanor Perry, na época sua esposa, Frank Perry realiza um ótimo trabalho ao contar um dia na vida de um homem de cinqüenta e poucos anos que, ao aparecer de sunga na mansão de um casal de amigos, onde é muito bem recebido, decide, depois de nadar na piscina deles, voltar para casa passando por todas as piscinas que se acham em sua rota de oito milhas. Em sua caminhada, no entanto, as recepções que recebe se deterioram em suas últimas visitas, a ponto de se sentir fortemente hostilizado e insultado.

Diferenças criativas com a produção, no entanto, fizeram com que o cineasta abandonasse a direção, antes do final, deixando inacabada a cena em que Neddy encontra sua ex-amante Shirley Abbott, ocasião em que Sydney Pollack é contratado para concluir o filme.

Questões existenciais e que mostram a natureza fugaz do tempo tornam esse drama estadunidense bastante melancólico. A trilha sonora de Hamlisch, assim como, a fotografia de David Quaid são dois outros quesitos técnicos que merecem ser mencionados.

No elenco, Burt Lancaster nos brinda com uma excelente atuação. Janice Rule e Janet Landgard também estão ótimas em seus respectivos papéis.

CAA