Filmes por gênero

NEM SANSÃO NEM DALILA (1954)

imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Neither Samson Nor Delilah (Estados Unidos, Reino Unido)
Pais: Brasil
Gênero: Comédia
Direção: Carlos Manga
Roteiro: Vitor Lima
Produção: J. B. Tanko
Música Original: Lyrio Panicalli, Luiz Bonfá
Coreografia: Blanche Mur
Fotografia: Amleto Daissé
Edição: Waldemar Noya, Carlos Manga
Figurino: Clotilde Guimarães
Guarda-Roupa: Both Velez
Maquiagem: Paulo Carias, Walter Carlos
Efeitos Sonoros: Aloysio Viana, Antonio Smith Gomes
Nota: 7.5
Filme Assistido em: 1955

Elenco

Oscarito Horácio / Sansão
Eliana Macedo Dalila
Fada Santoro Miriam
Cyll Farney Hélio
Grande Otelo
Werner Hammer Professor Incognitus
Wilson Grey Rei Anateques / Médico
Wilson Vianna Chico Sansão
Carlos Cotrim Artur / Chefe da Guarda
Sérgio de Oliveira Tubal
Ricardo Luna Jebor e chofer
Anthony Zamborsky Elestal, o sacerdote
João Péricles Inspetor de trânsito
Milton Leal Carrasco / Padioleiro
José do Patrocínio Eunuco
Jorge Luís Eunuco
Gene de Marco Zorina
Julie Bardot Judiette

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

O barbeiro Horácio chega ao serviço mais uma vez atrasado e se explica com o patrão, o senhor Artur. O primeiro cliente do dia é Chico Sansão, lutador conhecido como "gorila humano". Ao deixar o cliente careca, quando se distrai flertando com a manicure Dalila, Horácio é perseguido e foge no jipe de um entregador de fogos de artifício.

O amigo Hélio tenta impedir que Sansão bata em Horácio e os três estão no jipe quando atravessam uma parede e entram numa máquina do tempo no exato momento que seu inventor, o professor Incognitus, se encontrava a testá-la. Horácio, Hélio e o professor, que se achavam no Rio de Janeiro em janeiro de 1953, vão parar no Reino de Gaza em 1153 antes de Cristo.

Enquanto Hélio e o professor são capturados pelos guardas do rei, Horácio, que ficara vigiando o jipe, conhece o famoso Sansão. O herói bíblico conta a Horácio que sua força descomunal vinha de uma "milagrosa" peruca. Ao trocar a tal peruca de Sansão por um isqueiro, Horácio transforma-se num homem forte e poderoso e parte para o Reino a fim de libertar seus companheiros, conhecendo no caminho as irmãs Dalila e Miriam.

Depois de uma rápida luta, ele passa a reinar em Gaza como um ditador bonachão.

imagem

Comentários

"Nem Sansão nem Dalila" é uma razoável chanchada dos Estúdios Atlântida.  Realizado pelo cineasta Carlos Manga, o filme é uma sátira inteligente ao autoritarismo e ao populismo da era Vargas.

Roteirizado por Vitor Lima, que fez um bom trabalho, a narrativa procura parodiar o épico de inspiração bíblica, "Sansão e Dalila", de Cecil B. DeMille, de 1949.

No elenco, Oscarito está impagável, como sempre, com uma ótima interpretação.  Destacam-se, ainda, as atuações de Cyll Farney e Wilson Grey.

CAA