Filmes por gênero

IDÍLIO EM DÓ-RÉ-MI (1942)

For me and my gal
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O prêmio do teu amor (Portugal)
Pour moi et ma mie (França, Bélgica)
For me and my girl (UK)
Por mi chica y por mí (Espanha)
Mi chica y yo (Venezuela)
Min flicka i vapenrock (Suécia)
Dla mnie i mojej dziewczyny (Polônia)
Для меня и моей девочки (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Musical, Romance
Direção: Busby Berkeley
Roteiro: Richard Sherman, Fred F. Finklehoffe, Sid Silvers
Produção: Arthur Freed
Música Original: Roger Edens
Direção Musical: George Stoll
Fotografia: William H. Daniels
Edição: Ben Lewis
Direção de Arte: Cedric Gibbons
Figurino: Robert Kalloch, Gile Steele
Maquiagem: Jack Dawn
Efeitos Sonoros: Douglas Shearer
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1947

Elenco

Judy Garland Jo Hayden
George Murphy Jimmy K. Metcalf
Gene Kelly Harry Palmer
Mártha Eggerth Eve Minard
Ben Blue Sid Simms
Stephen McNally Sr. Waring
Keenan Wynn Eddie Milton, agente de Harry
John Dilson Lou, gerente do teatro
Lester Dorr Gerente de palco
Richard Quine Danny Hayden, irmão de Jo
Lucille Norman Lily Duncan
Walter Baldwin Bill
Nestor Paiva Nick
Libby Taylor Celeste, empregada de Eve
Addison Richards Médico na França
Ruth Dwyer Enfermeira
Edward Peil Sr. Jim, condutor do trem
Dave Willock Operador do elevador

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Trilha Sonora de um Musical (Roger Edens, George Stoll)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1916, o cantor e dançarino Harry Palmer encontra Jo Hayden e Jimmy K. Metcalfe, parceiros em um vaudeville que está sendo apresentado no teatro de uma pequena cidade. Jimmy e Harry, que têm ambições de se apresentarem em teatros e cidades mais importantes, tornam-se rivais.

Certa noite, Harry convida Jo para um café, conspirando para fazê-la deixar Jimmy e se tornar sua nova parceira. Depois que executam um novo arranjo para a música “For me and my Gal”, Jo sente que ela e Harry formam um ótimo par, mas não pretende machucar Jimmy.

Percebendo quão leal é Jo, Harry se mostra arrependido e confessa seus planos para ela. Quando Jo retorna ao hotel, Jimmy, que é secretamente apaixonado por ela, pergunta-lhe se Harry sugeriu que ela passasse a ser sua nova parceira. Em seguida, comunica-lhe que está planejando acabar com o seu número e insiste que ele não está apenas fazendo um sacrifício nobre.

Quando os Estados Unidos se preparam para participarem da 1ª Guerra Mundial, Harry e Jo fazem uma turnê pelo País. Certo dia, ao viajarem em um trem para Chicago, Jo lê que Jimmy e seu parceiro, Sid Simms, estão se apresentando no prestigioso circuito de Orpheum.

Em Chicago, enquanto Harry se encontra com Eve Minard, uma roteirista de vaudeville, Jo recebe a visita de Jimmy, que admira o amor que ela sente por Harry. À noite, Jo vai ao hotel de Eve para dizer-lhe que ama Harry. Esta gentilmente lhe diz que Harry é um oportunista que não é digno dela. Para provar o que está dizendo, Eve pede que Jo se mantenha escondida quando ele aparece pouco tempo depois. Na oportunidade, ela lhe faz uma proposta e ele a aceita, embora hesite por um momento. Ao voltar para o hotel, ele tenta falar sobre a novidade para Jo, sem saber que ela já está a par de tudo e que pretende voltar para Jimmy. Quando ela começa a chorar, no entanto, ele sente que ainda a ama e decide recusar a proposta de Eve.

Quando se preparam para sua nova apresentação, eles recebem um telegrama de seu agente, Eddie Milton, informando-os que estão com reserva para o Palace, em Nova York, ocasião em que Harry propõe que se casem logo depois de sua primeira matinê. Ao chegarem à Nova York, no entanto, eles descobrem que a reserva era para o Palace de Newark. Quem se acham no Palace de Nova York são Jimmy e Sid.

Pouco tempo depois, Bert Waring, gerente do Palace de Nova York, após assistir a uma apresentação deles em Newark, oferece-lhes uma reserva. Eles ficam radiantes, mas logo depois Harry é convocado pelas forças armadas para servir ao País, que se acha em guerra. Desesperado, ele intencionalmente esmaga sua mão em um tronco, na esperança de ser reprovado nos exames físicos.

No dia seguinte, ao retornar ao hotel, ele encontra Jimmy em uniforme. Logo a seguir, Jo recebe um telegrama comunicando que seu irmão Danny havia morrido em ação. Harry tenta confortá-la, mas ao ver sua mão, ela percebe o que ele havia feito e lhe diz que não quer voltar a vê-lo.

Algum tempo depois, ao se encontrar com Harry, Sid sugere que ele participe de seu grupo, que estará viajando para a França, a fim de se apresentar para soldados que se acham no front. Em Paris, Jo, que está entretendo as tropas, vê Jimmy e procura encontrar-se com ele após o show. Jimmy, por sua vez, manobra para que ela se encontre com Harry. Embora ela se mostre feliz ao revê-lo, Harry se retira logo após pedir-lhe perdão.

Durante uma noite chuvosa, Harry e Sid chegam a uma pequena cidade francesa, onde um médico do exército, desesperado, pede a Harry para entrar em contato com um comboio de ambulâncias que, desinformado, dirige-se para um pesado fogo inimigo. Ao encontrarem o comboio, a essa altura já ferido, Harry lança uma granada para destruir a metralhadora que está a disparar contra as ambulâncias.

No final da guerra, quando Jo está se apresentando no Teatro Palace de Paris, ela vê Jimmy, Sid e Harry na plateia. Depois de interromper o show, ela vai até eles e os convida para acompanhá-la até o palco onde, juntos, cantam “For Me And My Gal”.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Busby Berkeley, “Idílio em Dó-Ré-Mi” é uma ótima comédia musical produzida pela Metro-Goldwyn-Mayer em 1942. O filme marca a estreia do fabuloso Gene Kelly no cinema, ao lado da talentosa Judy Garland em seus 20 anos de idade.

Na direção, Berkeley nos brinda com um ótimo trabalho, no que é ajudado pela magnífica trilha sonora, onde são apresentadas nada menos que quarenta canções, onde se destacam “For Me and My Gal”, “Sobre las Olas”, “Chicago”, “After You’ve Gone”, “Till We Meet Again”, “Yankee Doodle”, “Smiles”, entre tantas outras.

Enfim, “Idílio em Dó-Ré-Mi” é um filme imperdível para os fãs dos musicais da era de ouro de Hollywood.

CAA