Filmes por gênero

O GAVIÃO E A FLECHA (1950)

The flame and the arrow
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O facho e a flecha (Portugal)
La flèche et le flambeau (França, Bélgica)
La leggenda dell'arciere di fuoco (Itália)
El halcón y la flecha (Espanha)
Der Rebell (Alemanha, Austria)
Höken och pilen (Suécia)
De vlam en de pijl (Holanda)
Flammen og pilen (Dinamarca)
Огонь и стрела (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Ação, Drama, Histórico
Direção: Jacques Tourneur
Roteiro: Waldo Salt
Produção: Harold Hecht, Frank Ross
Música Original: Max Steiner
Fotografia: Ernest Haller
Edição: Alan Crosland Jr.
Direção de Arte: Edward Carrere
Maquiagem: Perc Westmore
Efeitos Sonoros: Francis J. Scheid
Nota: 8.0
Filme Assistido em: 1952

Elenco

Burt Lancaster Dardo Bartoli
Virginia Mayo Anne de Hesse
Robert Douglas Marquês Alessandro de Granazia
Aline MacMahon Nonna Bartoli
Frank Allenby Conde Ulrich / O Gavião
Nick Cravat Piccolo
Lynn Baggett Francesca
Gordon Gebert Rudi Bartoli, filho de Dardo
Francis Pierlot Papa Pietro
Norman Lloyd Apollo
Victor Kilian Mazzoni
Robin Hughes Skinner
Leon Belasco Arturo de Milão
Ethan Laidlaw Soldado de Ulric
Phillip Pine Homem do grupo de Dardo
Sue Casey Angela
Norman Leavitt Guarda do Palácio
James Dime Guarda
Al Haskell Guarda
Charles Horvath Guarda
Fred Kelsey Guarda

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Fotografia a Cores (Ernest Haller )

Oscar de Melhor Trilha Sonora de uma Comédia ou Drama (Max Steiner)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Na Lombardia, durante o século XII, Dardo Bartoli, um excelente caçador e perito arqueiro, vive com seu filho Rudi. Algum tempo antes, sua esposa, Francesca, o abandonou pelo Conde Ulrich, um odiado membro da nobreza hessiânica, mais conhecido como “O Gavião”. Quando Ulrich retorna à aldeia com Francesca, ele ameaça tomar Rudi refém para garantir a segurança de sua comitiva. Dardo tenta escapar com seu filho, mas é ferido por uma flecha inimiga. Rudi é capturado pelos homens de Ulrich e levado para o castelo.

Depois que a ferida é tratada, Dardo e seu amigo Piccolo, um ferreiro mudo, refugiam-se nas montanhas. Na manhã seguinte, eles observam a linda sobrinha do Ulrich, Anne de Hesse, enquanto ela está passeando, e aproveitam a oportunidade para enviar uma mensagem para Rudi. A principal razão para a visita de Ulrich é consolidar seu controle sobre a área, ao tentar fazer com que Anne se case com o Marquês Alessandro de Granazia, que deve impostos para mercenários alemães. Quando a jovem rejeita Alessandro, Ulrich envia seus homens para receber o pagamento do imposto e prender o marquês. Ao longo do caminho, Dardo e seus homens atacam os hessiânicos e tomam o dinheiro que eles carregavam. Alessandro e seu trovador, Apollo, juntam-se então aos foras da lei.

Mais tarde, Dardo e Piccolo tentam resgatar Rudi, e quando falham, eles sequestram Anne, na esperança de trocá-la pelo garoto. Ao invés de negociar, Ulrich decide enforcar Papa Pietro, amigo de Dardo, afirmando que não se importa com o que venha a acontecer à Ana. Em um ousado ataque, Dardo liberta Papa Pietro, fazendo com que Ulrich ameace enforcar outros cinco no lugar dele. Dardo sugere entregar-se como uma tática, enquanto os outros atacam as forças de Ulrich. Depois que Dardo, vestindo um cinto de proteção, aparenta ter sido enforcado, Alessandro e os outros foras da lei são então presos.

Mais tarde, Alessandro e Anne concordam em se casar, e ele trai a revolta planejada. Naquela noite, Anne sai escondida e avisa às pessoas da cidade que está fingindo estar de luto pela morte de Dardo. No dia seguinte, Piccolo e um grupo de itinerantes, disfarçados, promovem uma deslumbrante exibição de acrobacias antes que a verdadeira identidade de Dardo seja revelada.

Dardo e Piccolo travam uma luta contra alguns homens de Ulrich e conseguem libertar os presos. Concluída a luta, Dardo descobre que Francesca está morta. Por outro lado, desesperado, Ulrich usa Rudi como seu escudo, mas demonstrando possuir uma excelente pontaria, Dardo consegue matá-lo com uma flecha, libertando seu filho. Apaixonada, Anne corre para os seus braços e os dois selam seu amor com um romântico beijo.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta francês Jacques Tourneur, a partir de um roteiro escrito por Waldo Salt, “O Gavião e a Flecha” é um interessante filme norte-americano produzido pela Warner Brothers em 1950. Sua trama, marcada por uma boa dose de ação, lembra alguns filmes de capa e espada como os de Robin Hood ou do Zorro.

Na direção, Tourneur realiza um bom trabalho, no que é ajudado pela excelente fotografia a cores de Ernest Haller, bem como, pela maravilhosa trilha sonora a cargo de Max Steiner. Aliás, ambas indicadas ao Oscar, a fotografia de Haller perdeu a famosa estatueta para a de Robert Surtees em “As Minas do Rei Salomão”, enquanto que a trilha sonora de Max Steiner a perdeu para a assinada por Franz Waxman em “Crepúsculo dos Deuses”.

No elenco, destacam-se as atuações de Burt Lancaster e Nick Cravat,  seguidas pela de Virginia Mayo.

CAA