Filmes por gênero

A MÁSCARA DE DIMITRIOS (1944)

The mask of Dimitrios
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Le masque de Dimitrios (França)
La maschera di Dimitrios (Itália)
La máscara de Dimitrios (Espanha)
La máscara de Demetrio (Venezuela)
Die maske des Dimitrios (Alemanha, Austria)
Storsvindlaren Dimitrios (Suécia)
Maska Dimitriosa (Polônia)
Маска Димитриоса (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Filme Noir, Crime, Drama
Direção: Jean Negulesco
Roteiro: Frank Gruber
Produção: Henry Blanke
Música Original: Adolph Deutsch
Direção Musical: Leo F. Forbstein
Fotografia: Arthur Edeson
Edição: Frederick Richards
Direção de Arte: Ted Smith
Guarda-Roupa: Eugene Joseff
Maquiagem: Perc Westmore
Efeitos Sonoros: Oliver S. Garretson
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 1948

Elenco

Sydney Greenstreet Sr. Peters
Zachary Scott Dimitrios Makropoulos
Faye Emerson Irana Preveza
Peter Lorre Cornelius Leyden
Victor Francen Wladislaw Grudek
Steven Geray Karel Bulic
Florence Bates Madame Elise Chavez
Eduardo Ciannelli Marukakis
Kurt Katch Coronel Haki
Marjorie Hoshelle Anna Bulic
Georges Metaxa Hans Werner
John Abbott Sr. Pappas
Monte Blue Abdul Dhris
David Hoffman Konrad
Felix Basch Vazoff
Charles Andre Condutor do trem francês
Fred Essler Sr. Bostoff
Peter Helmers Repórter
Mary Landa Florista
John Mylong Druhar
Louis Mercier Policial búlgaro
Michael Visaroff Policial búlgaro
Walter Palm Mordomo
Ray De Ravenne Taxista francês

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1938, um cadáver aparece em uma praia de Istambul. Um documento de identidade encontrado no corpo o identifica como sendo de Dimitrios Makropoulos, um notório criminoso internacional. Dias depois, quando o escritor holandês Cornelius Leyden chega em visita à Istambul, o coronel Haki, da polícia turca, conta-lhe o ocorrido. Intrigado, Leyden pede para ver o cadáver. Depois de atendê-lo, o coronel continua a falar sobre o morto no quarto do hotel onde o escritor se acha hospedado. Ele fala que teve conhecimento do criminoso em 1922, quando Dimitrios matou um homem durante um assalto e deixou que outro fosse executado pelo crime. Continuando, o coronel Haki afirma que, recentemente, Dimitrios trabalhava em Paris como parte de uma rede de contrabando internacional.

Diante de todas essas informações, o escritor conclui que Dimitrios seria um personagem maravilhoso para seu próximo romance. Assim, ele decide ir até Atenas, onde o criminoso iniciou sua carreira de bandido. Enquanto isso, o misterioso Sr. Peters toma igualmente conhecimento da morte de Dimitrios e decide, também, viajar para a Grécia.

Pouco tempo depois, Leyden vai até Sofia, na Bulgária, onde é apresentado à Irana Preveza, uma ex-amante de Dimitrios. Esta, ao ser perguntada sobre seu relacionamento com o criminoso, confessa que, anos antes, quando Dimitrios se envolveu em uma tentativa de assassinato, deixou o País utilizando-se de dinheiro por ela emprestado. Continuando, ela comenta que, apesar de suas promessas, ele nunca lhe devolveu o referido dinheiro.

Ao voltar para seu hotel, o escritor encontra o Sr. Peters, que admite tê-lo seguido desde Atenas e exige saber por que o escritor está interessado em Dimitrios. Em seguida, o estranho propõe que Leyden continue sua investigação, prometendo-lhe uma recompensa financeira.

Assim, Leyden decide visitar Wladislaw Grudek, um antigo mestre da espionagem que contratara Dimitrios para roubar mapas de determinados campos de minas. A fim de conseguir seu intento, Dimitrios joga com as inseguranças de Karel Bulic, um homem casado com uma bela mulher que se acha irremediavelmente em dívida com um apostador profissional. Ele propõe pagar todas as dívidas de Bulic em troca dos mapas das minas.

Uma vez na posse dos documentos, Dimitrios engana Grudek e os vende ao governo italiano. Mais tarde, Bulic confessa sua participação no esquema às autoridades italianas e comete suicídio.

Ao retornar à Paris, Leyden se encontra com Peters, revelado como sendo Erik Peterson, um antigo membro da gangue de Dimitrios. Peters informa o escritor que o cadáver que ele vira em Istambul não era de Dimitrios, o qual continua vivo e mora em Paris.

Ao se confrontarem, após ferir Peters, Dimitrios luta contra Leyden. Embora ferido, Peters pega uma arma e mata o notório criminoso internacional. Na cena final, a polícia prende Peters pelo assassinato de Dimitrios, enquanto Leyden é considerado inocente, podendo assim começar a escrever seu novo romance.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta romeno Jean Negulesco, a partir de um roteiro escrito por Frank Gruber, “A Máscara de Dimitrios” é um grande filme noir de meados dos anos 1940. Sua trama é bastante densa e cativante. Usando a técnica de flashbacks, Negulesco facilita a identificação gradual do famoso Dimitrios.

O roteiro de Gruber é muito bem construído, levando-nos a um final surpreendente.

No elenco, com grandes atuações, destacam-se os atores Peter Lorre, Sydney Greenstreet e Zachary Scott.

CAA