Filmes por gênero

MINHA MORENA LINDA (1947)

My favorite brunette
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Morena e perigosa (Portugal)
La brune de mes rêves (França)
La mia brunetta preferita (Itália)
Morena y peligrosa (Espanha)
orena y de peligro (Argentina, México, Chile)
Åh, en sån deckare! (Suécia)
En skør detektiv (Dinamarca)
Detektiv mit kleinen Fehlern (Alemanha)
Моя любимая брюнетка (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia, Crime, Mistério, Romance
Direção: Elliott Nugent
Roteiro: Edmund Beloin, Jack Rose
Produção: Daniel Dare
Música Original: Robert Emmett Dolan
Fotografia: Lionel Lindon
Edição: Ellsworth Hoagland
Direção de Arte: Hans Dreier, A. Earl Hedrick
Maquiagem: Wally Westmore
Efeitos Sonoros: Gene Garvin, Harold Lewis
Efeitos Especiais: Gordon Jennings
Nota: 8.0
Filme Assistido em: 1949

Elenco

Bob Hope Ronnie Jackson
Dorothy Lamour Baronesa Carlotta Montay
Peter Lorre Kismet
Lon Chaney Jr. Willie
John Hoyt Dr. Lundau
Charles Dingle Major Simon Montague
Reginald Denny James Collins
Frank Puglia Barão Montay
Boyd Davis Sr. Dawson
Ann Doran Srta. Rogers
Mike Donovan Kelly, Detetive da Polícia
James Flavin Detetive Tenente Hennessey
Budd Fine Detetive
Willard Robertson Guarda da Prisão
Alan Ladd Sam McCloud
Betty Hutton Ela própria
John Westley Médico
Jack La Rue Tony
Charles Arnt Oliver J. Crawford
Bing Crosby Harry
Helena Phillips Evans Mabel
Jean Wong Sra. Fong
Richard Keene Repórter
Garry Owen Repórter

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Na prisão de San Quentin, o fotógrafo e detetive amador Ronnie Jackson, aguardando sua execução por assassinato, fala para a imprensa sobre sua morte: sempre aspirando ser um detetive, Ronnie compra uma arma, na esperança de trabalhar para o detetive particular Sam McCloud, cujo escritório fica em frente ao estúdio de Ronnie em Chinatown, San Francisco. Quando Sam vai à Chicago, Ronnie assume o caso de Carlotta Montay, uma bela morena, cujo tio, o Barão Montay, está em apuros.

Carlotta está sendo seguida por Kismet, capanga do Major Simon Montague, que está tentando roubar os direitos minerais da mina de urânio de Montay em San Dimas, Califórnia. Carlotta dá o mapa codificado da mina à Ronnie, e ele o esconde. Em seguida, ele vai a um endereço que Carlotta lhe havia dado, em Monterey, uma mansão desocupada, sendo usada como quartel-general do Montague.

O major, acreditando que Ronnie é Sam, comenta que Carlotta está sofrendo de tendências delirantes, mas Ronnie percebe que um dos homens do Montague está se passando pelo Barão e que Carlotta está em perigo. Kismet segue Ronnie até o escritório de Sam, onde confisca uma fotografia comprometedora que ele havia tirado e o nocauteia, queimando em seguida o negativo.

Em seguida, Kismet planta uma pista no quarto de Carlotta, que leva Ronnie a um sanatório, onde ele é tomado como refém, a exemplo de Carlotta e do verdadeiro Barão. Enquanto os homens de Montague procuram o mapa, Ronnie e Carlotta conseguem escapar. Seguindo uma dica do Barão, os dois se encontram com James Collins, o engenheiro que codificara o mapa e, como consequência, Ronnie e Collins decidem ir à polícia. Pouco antes de entrarem na Delegacia, Collins é assassinado por Kismet, utilizando-se de uma arma de Ronnie.

Procurado por assassinato, Ronnie, disfarçado, viaja para Washington em companhia de Carlotta com a intenção de desmascarar o Major Montague, que deverá se encontrar com um representante do Departamento de Estado chamado Dawson. Disfarçados de empregados do hotel em que Montague se hospeda, eles conseguem entrar em seus aposentos, após seu encontro com Dawson, e gravam Kismet confessando o assassinato de Collins. A verdade finalmente aparece e Ronnie e Carlotta se abraçam.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Elliott Nugent, a partir de um roteiro escrito por Edmund Beloin e Jack Rose, “Minha Morena Linda” é um bom filme produzido pela Paramount Pictures em 1947.

Embora não seja extraordinária, a direção de Nugent se mostra bastante segura, bastante clássica.

No elenco, embora não se mostrem em seus melhores momentos, Peter Lorre, Bob Hope e Dorothy Lamour se saem bem em seus respectivos papéis.

CAA