Filmes por gênero

MONTANHAS EM FOGO (1956)

The burning hills
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O monte do desespero (Portugal)
Collines brûlantes (França, Bélgica)
Colinas ardientes (Espanha)
Le colline bruciano (Itália)
Horizont in flammen (Alemanha)
Hævn for enhver pris (Dinamarca)
Liekehtivät vuoret (Finlândia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Faroeste, Romance
Direção: Stuart Heisler
Roteiro: Irving Wallace
Produção: Richard Whorf
Música Original: David Buttolph
Fotografia: Ted D. McCord
Edição: Clarence Kolster
Direção de Arte: Charles H. Clarke
Figurino: Marjorie Best
Maquiagem: Gordon Bau
Efeitos Sonoros: Francis E. Stahl
Nota: 7.6
Filme Assistido em: 1960

Elenco

Tab Hunter Trace Jordon
Natalie Wood Maria Christina Colton
Skip Homeier Jack Sutton
Eduard Franz Jacob Lantz
Earl Holliman Morton 'Mort' Bayliss
Claude Akins Ben Hindeman, capataz de Sutton
Ray Teal Joe Sutton
Frank Puglia Tio Perico
Hal Baylor Braun
Tyler MacDuff Wes Parker
Rayford Barnes Veach
Tony Terry Vincente Colton
John Doucette Atendente do Bar
Bob Herron Faber
David McMahon Médico
Julian Rivero Miguel
Dale Van Sickel Johnny Jordan
Jack Williams Farrell
Ernesto Zambrano Trabalhador mexicano
Tina Menard Esposa mexicana

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Quando o rancheiro Johnny Jordan é assassinado, seu irmão e sócio, Trace, torna-se determinado a localizar e entregar os responsáveis à justiça. Evidências encontradas junto ao corpo de Johnny revelam que vários homens participaram do assassinato: um deles usava esporas mexicanas, outro passou a mancar e um terceiro fumava um certo tipo de cigarrilhas.

Miguel, um amigo de Trace, identifica os homens como sendo pistoleiros que trabalham para Joe Sutton, um poderoso rancheiro que não admite a presença de colonos nas proximidades de suas terras. Com base nessas informações, Trace vai até a cidade de Esperanza e, antes de enfrentar Sutton, observa que vários dos cavalos que se acham na propriedade ainda se encontram com a marca do seu irmão. Convencido de que os homens de Sutton cometeram o crime, Trace saca sua arma e confronta o rancheiro. Sutton nega a acusação, mas quando Trace ameaça levar as evidências à Cavalaria do Exército baseada em Fort Stockwell, o rancheiro saca sua própria arma.

Trace atira em Sutton em autodefesa e foge em seguida, enquanto este, ferido, ordena a seu filho, Jack, e ao seu capataz, Ben Hindeman, que sigam Trace e terminem o serviço. O jovem rapaz, que também fora ferido, consegue fugir da cidade, mas pouco depois perde a consciência. Ele é encontrado por Maria Christina Colton, uma corajosa mestiça mexicana que mantém um rebanho de ovelhas com seu irmão mais novo, Vincente, e seu tio Perico. Ela esconde Trace em uma mina abandonada e, enquanto ele se recupera do ferimento sofrido, ela cria falsas pistas para confundir Jacob Lantz, um guia índio mestiço, com sangue holandês, contratado por Sutton para localizar Trace.  

No entanto, ao perceber que Lantz e seus homens estão na trilha que os levará à mina, ela se adiante e pede que Trace fuja e se encontre com ela mais tarde num rancho isolado. Furioso por Trace ter escapado deles, Jack dispara contra Ben e assume o controle da gangue. Maria prepara um café para os homens, misturado-o deliberadamente  com ervas daninhas e, quando Jack tenta forçá-la a revelar o paradeiro de Trace, ele e a maioria dos outros homens sentem-se mal.

Temendo pela vida de sua irmã, o jovem Vincente revela o esconderijo de Trace, de modo que o café preparado por Maria lhe dá apenas um pequeno tempo de vantagem para ir ao encontro do amigo. No rancho, Trace luta e mata um dos homens de Sutton. Quando Lantz consegue guiar os outros homens até um local bem próximo do lugar onde ele se encontra, Trace faz com que um grupo de índios ataque seus inimigos. Três deles escapam e continuam a caçada. Depois de matar um deles, Trace luta com Jack e termina por afogá-lo nas águas de um rio.

Finalmente, Lantz aparece com sua arma em punho, mas ao invés de atirar em Trace e Maria, ele lhes diz que foi pago para encontrá-los e não para matá-los. Em seguida, depois de ensiná-los a melhor forma de chegarem a Fort Stockwell, o guia confessa que vai ficar a aguardar a visita da Cavalaria ao rancho de Sutton.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Stuart Heisler, “Montanhas em Fogo” é um razoável faroeste dos anos 50. Sua trama gira em torno da luta travada por um jovem rancheiro, de vinte e poucos anos, para vingar a morte de seu irmão.

Na direção, Heisler nos brinda com um trabalho razoavelmente bom, principalmente no que tange às cenas de tensão e suspense. Nesse sentido, a luta final entre os personagens vividos por Tab Hunter e Skip Homeier é aquela que mais se destaca. A trilha sonora de David Buttolph ressalta exatamente esses momentos de tensão e suspensa. Entre os demais quesitos técnicos, cito ainda a bela fotografia de Ted D. McCord.

No elenco, embora não consiga identificar grandes atuações, poderia dizer que as apresentadas por Tab Hunter e Skip Homeier estão entre as melhores.

CAA