Filmes por gênero

AFUNDEM O BISMARCK (1960)

Sink the Bismarck!
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Coulez le Bismarck! (França, Canadá)
Affondate la Bismarck! (Itália)
¡Hundid el Bismarck! (Espanha)
¡Hundan al Bismarck! (Argentina, México)
Die letzte Fahrt der Bismarck (Alemanha)
Sänk Bismarck! (Suécia)
Sænk Bismarck (Dinamarca)
Zatopic pancernik Bismarck! (Polônia)
Потопить 'Бисмарк' (União Soviética)
Pais: Reino Unido
Gênero: 2ª Guerra Mundial, Drama
Direção: Lewis Gilbert
Roteiro: Edmund H. North
Produção: John Brabourne
Música Original: Clifton Parker
Direção Musical: Muir Mathieson
Fotografia: Christopher Challis
Edição: Peter R. Hunt
Direção de Arte: Arthur Lawson
Maquiagem: W.T. Partleton
Efeitos Sonoros: Winston Ryder, Dudley Messenger, Red Law
Efeitos Especiais: Howard Lydecker, Bill Warrington, Richard B. Goodwin
Efeitos Visuais: Skeets Kelly, Jack Welch
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1961

Elenco

Kenneth More Capitão Jonathan Shepard
Dana Wynter Tenente Anne Davis
Carl Möhner Capitão Lindemann
Karel Stepanek Almirante Lutjens
Laurence Naismith 1º Lorde da Marinha
Maurice Denham Comandante Richards
Michael Hordern Comandante-em-Chefe do 'King George V'
Geoffrey Keen A.C.N.S.
Russell Napier Vice-Marechal do Ar
Michael Goodliffe Capitão Banister
John G. Heller Tenente Becker do Bismarck
Walter Hudd Almirante (HMS Hood)
John Stuart Capitão do 'HMS Hood'
Esmond Knight Capitão do do 'HMS Prince of Wales'
Jack Gwillam Capitão do 'HMS King George V'
Mark Dignam Capitão do 'HMS Ark Royal'
Ernest Clark Capitão do 'HMS Suffolk'
John Horsley Capitão do 'HMS Sheffield'
Peter Burton Capitão do 'Primeiro Contratorpedeiro'
Victor Beaumont Oficial do Bismarck
John Stride Tom Shepard
Jack Watling Oficial Sinalizador
Sean Barrett Marinheiro Brown

Indicações

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Lewis Gilbert)

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Drama

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Ao chegar a notícia de que o encouraçado Bismarck, o temível e mais poderoso navio de guerra alemão, símbolo da glória do Terceiro Reich, havia sido descoberto na costa da Noruega, o Capitão Jonathan Shepard e o 1º Lorde da Marinha se esforçam para localizá-lo antes que ele se dirija ao Atlântico. Nessa corrida desesperada, Shepard envia o "HMS Prince of Wales", embora sua tripulação não se encontre preparada e um grupo de civis esteja reequipando o navio.

Ao localizarem o Bismarck, no estreito da Dinamarca, Shepard instrui o "Prince of Wales", que se acha acompanhado pelo "HMS Hood", o grande orgulho da Marinha Real Britânica, a atacá-lo ao amanhecer. No entanto, ao contrário do planejado, é o Bismarck que ataca primeiro, atingindo em cheio o "Hood" que, em chamas, vai para o fundo do mar, enquanto o "Prince of Wales", avariado, retorna à Inglaterra.

Enquanto isso, ao perceber que o Bismarck havia sido atingido, o Capitão Ernst Lindemann sugere que o mesmo seja reparado, mas recebe ordens do Almirante Lutjens para seguir em frente, em busca de maiores vitórias. Na Inglaterra, ao tomar conhecimento do ocorrido, Winston Churchill ordena que todos os riscos deverão ser enfrentados até que o Bismarck seja posto a pique.

Assim, ao imaginar que o Almirante Lutjens, em sua determinação de provar a superioridade alemã, deverá seguir para Brest, uma cidade francesa ocupada pelos nazistas, Shepard envia o "HMS King George" para lá e, depois, ordena um ataque aéreo para evitar que o encouraçado alemão atinja águas amigáveis antes que o "King George" consiga atingi-lo. Horas depois, ao tomar conhecimento de que o avião de seu filho encontra-se desaparecido, ele lembra dolorosamente do dia em que voltou para casa e tomou conhecimento de que sua esposa havia morrido.

A estratégia adotada pelos britânicos é perfeita e, conforme planejado, o Bismarck é atacado por aviões torpedeiros, sendo duramente atingido em sua popa, destruindo um de seus lemes. Na manhã seguinte, com a chegada do "HMS King George", acompanhado de um cruzador, em meio ao caos a bordo, o Capitão Lindemann dá ordem de abandonar o navio, enquanto o Bismarck afunda em chamas. Quando a notícia da vitória chega a Londres, juntamente com a informação de que seu filho havia sido resgatado no mar, Shepard convida sua grande amiga e conselheira, a Tenente Anna, para um jantar de comemoração.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Lewis Gilbert, a partir de um roteiro escrito por Edmund H. North, “Afundem o Bismarck” é um ótimo filme produzido pela Twentieth Century Fox em 1960. Sua trama, baseada num livro de C. S. Forester, narra o esforço exercido pela Marinha britânica para bombardear e por a pique o mais poderoso encouraçado nazista durante a 2ª guerra mundial.

A direção de Gilbert é consistentemente boa, apresentando um ótimo ritmo do início ao fim. Filmado num estilo que lembra um documentário, sua fotografia em preto e branco, a cargo de Christopher Challis, é de muito boa qualidade. No elenco, com ótimas atuações, destacam-se Karel Stepanek e Kenneth More, seguidos pelo bom desempenho exercido pela atriz Dana Wynter.

CAA