Filmes por gênero

VOANDO PARA O RIO (1933)

Flying down to Rio
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Voando para o Rio de Janeiro (Portugal)
Carioca (França, Itália, Áustria)
Volando hacia Río de Janeiro (Espanha)
Volando hacia Janeiro (México)
Flyg med till Rio! (Suécia)
Karioka (Polônia)
Vlucht naar Rio (Holanda)
Полет в Рио (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia Musical
Direção: Thornton Freeland
Roteiro: Erwin S. Gelsey, H.W. Hanemann, Cyril Hume
Produção: Merian C. Cooper
Música Original: Vincent Youmans
Direção Musical: Max Steiner
Fotografia: J. Roy Hunt
Edição: Jack Kitchin
Direção de Arte: Carroll Clark, Van Nest Polglase
Figurino: Walter Plunkett
Maquiagem: Mel Berns, Ray Romero
Efeitos Sonoros: Philip Faulkner Jr., George Marsh
Efeitos Especiais: Vernon L. Walker
Nota: 7.8
Filme Assistido em: 1945

Elenco

Gene Raymond Roger Bond
Dolores del Rio Belinha de Rezende
Fred Astaire Fred Ayres
Ginger Rogers Honey Hale
Raul Roulien Julio Ribeiro
Blanche Friderici Dona Elena de Rezende
Walter Walker Sr. Carlos de Rezende
Paul Porcasi Prefeito
Reginald Barlow Alfredo Vianna, o Banqueiro
Eric Blore Sr. Butterbass
Adrian Rosley Gerente do Hotel Atlântico
Franklin Pangborn Hammerstein, gerente do Hotel
Luis Alberni Gerente do Cassino
Eddie Borden Eddie
Nina Campana Madame Borget
Lucile Browne Amiga de Belinha
Betty Furness Amiga de Belinha
Mary Kornman Amiga de Belinha
Sidney Bracey Rodrigues, o motorista
Sam Appel Policial
Leo Artigo Policial
Julian Rivero Antônio
Alice Gentle Cantora carioca
Etta Moten Cantora
Bernice Alstock Cantora
Hal Borne Pianista
Carmen Bailey Dançarina
Mary Bracken Dançarina
Helen Collins Dançarina

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Canção Original (Vincent Youmans, Edward Eliscu, Gus Kahn)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

O compositor Roger Bond, um playboy líder da “Banda Yankee Clipper”, está se apresentando em um hotel de Miami, com a vocalista Honey Hale, quando viola as condições contratuais ao deixar o palco para dançar com Belinha de Rezende, uma linda mulher brasileira, hóspede do hotel.

Mais tarde, apesar das advertências do acordeonista e líder assistente da banda, Fred Ayres, Roger, sabendo que Belinha pretende retornar para o Brasil porque seu pai se acha doente, consegue fazer um acordo para que a Banda se apresente em um hotel do Rio de Janeiro, que está prestes a ser inaugurado, e a convida para viajar com ele, em seu avião de apenas dois lugares, ou seja, sem a companhia de sua vigilante tia Dona Elena de Rezende. No entanto, embora se sinta atraída e permita que ele a corteje, Belinha lhe diz que, como parte de um arranjo familiar, ela deverá se casar com um jovem brasileiro, tão logo chegue ao Rio de Janeiro. Assim, preocupada com os eventuais desdobramentos que sua atitude pode acarretar, ela prefere se juntar à tia e voltar ao Brasil em um vôo regular.

Uma vez no Rio de Janeiro, Roger confessa ao seu amigo, Julio Ribeiro, seu amor por Belinha, sem imaginar que ele é seu noivo e que o proprietário do hotel, Sr. Carlos de Rezende, é o pai da jovem. Pouco tempo depois, ao ser apresentado formalmente à Belinha, ele se mostra surpreso, mas determinado a lutar por seu amor.

Enquanto isso, um consórcio de financiadores gregos e Alfredo Vianna, um banqueiro local, conspiram para assumirem o controle do hotel. Confiante de que Carlos não terá condições de conseguir a autorização necessária para a realização do show, enquanto o prefeito da cidade estiver em viagem, Alfredo manobra para que a polícia não permita a realização de ensaios no local. No entanto, mais esperto, Roger promove um show aéreo com várias jovens se apresentando sobre as asas de diversos aviões monomotores, sobrevoando o hotel, o qual é coroado com o mais completo êxito.

No final, agradecido pela atitude de Roger, que evitou a consumação dos planos dos financiadores gregos e do banqueiro Alfredo Vianna, o Sr. Carlos de Rezende envia uma carta de reconhecimento ao compositor. Por outro lado, Julio sente que perdeu Belinha para Roger, abrindo espaço para que os dois decidam se casar.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Thornton Freeland, “Voando Para o Rio” é uma boa comédia musical do cinema americano, realizada em 1933, no período em que os Estados Unidos encontravam-se mergulhados na Grande Depressão.

Na direção, Freeland realiza um trabalho razoavelmente bom, principalmente em suas partes inicial e final. O filme marca o primeiro encontro entre Fred Astaire e Ginger Rogers, embora aqui os dois não sejam os principais atores.

A música a cargo de Vincent Youmans é, sem dúvida alguma, o seu ponto mais alto, onde se destacam as canções “Carioca” e “Flying Down to Rio".

CAA