Filmes por gênero

FEMME FATALE (2002)

Femme fatale
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Mulher Fatal (Portugal)
Mujer fatal (Argentina)
Pais: França
Gênero: Suspense, Crime
Direção: Brian De Palma
Roteiro: Brian De Palma
Produção: Tarak Ben Ammar, Marina Gefter
Design Produção: Anne Pritchard
Música Original: Ryuichi Sakamoto
Coreografia: Mia Frye
Fotografia: Thierry Arbogast
Edição: Bill Pankow
Direção de Arte: Denis Renault
Figurino: Olivier Bériot
Guarda-Roupa: Emmanuelle Pertus, Mélik Bénard, Sophie Mollier e outros
Maquiagem: Nena Smarz, Patricia Planche, Jean-Luc Russier
Efeitos Sonoros: Laurent Quaglio, Anne Le Campion, Bernard Leroux e outros
Efeitos Especiais: Philippe Hubin, Jean-Christophe Magnaud
Efeitos Visuais: Sophie Denize, Mathilde Germi, Pascal Laurent e outros
Nota: 7.1
Filme Assistido em: 2003

Elenco

Rebecca Romijn Laure / Lily
Antonio Banderas Nicolas Bardo
Peter Coyote Watts
Eriq Ebouaney Black Tie
Edouard Montoute Racine
Rie Rasmussen Veronica
Thierry Frémont Serra
Gregg Henry Shiff
Fiona Curzon Stanfield Phillips
Jean-Marie Frin Louis
Jean Chatel Comentarista em Cannes
Jean-Marc Minéo Guarda
Stéphane Petit Guarda-costas
Eva Darlan Irma
Olivier Follet Guarda-costas
Laurence Martin Nathalie
Sandrine Bonnaire Convidada especial no Festival de Cannes
Régis Wargnier Convidado especial no Festival de Cannes
Chloé Crémont Convidada especial no Festival de Cannes
Yves Marmion Convidado especial no Festival de Cannes
Aurélie Pauker Brigitte, filha de Lily
Serge Gonnin Thierry

Videoclipes

70 anos de cinema 70 anos de cinema

Sinopse

Laure Ash é sexy e deliciosamente cruel, o tipo de mulher que desperta sentimentos fortes.  Ela se envolve num roubo de diamantes durante o Festival de Cinema de Cannes.  Depois de dar um golpe em seus cúmplices, ela foge para Paris onde é levada para a casa de um casal que a confunde com sua filha, Lily, pois os rostos das duas são idênticos.  Ela aproveita a oportunidade e foge para os Estados Unidos usando uma falsa identidade.  

Sete anos depois, ela volta à Paris, agora, como a elegante e discreta esposa do embaixador americano na França.  Sete anos foi também a pena que o comparsa que Laure passou para trás, teve que cumprir na cadeia.  Tempo suficiente para o ladrão e estrategista internacional fixar-se numa idéia: apanhar a vigarista.

Nicolas Bardo é um ex-paparazzo que está tentando fazer carreira como fotógrafo artístico, mas é traído por seu passado.  Uma foto comprometedora que tira de Laure acaba colocando a vida da embaixatriz em risco.  Quando percebe que Laure está em perigo, Nicolas sente-se culpado e acaba tornando-se vulnerável.  Assim, em pouco tempo, estará completamente envolvido por essa mulher linda, sedutora e sem qualquer sentimento.

 

imagem imagem imagem

Comentários

"Femme Fatale" é um bom filme de  Brian De Palma, onde o famoso cineasta mistura ação, amor, ódio, desejo sexual, traição.  É uma verdadeira aula de cinema, com uma boa dose de mistério e tensão, além de um final fantástico com uma reviravolta digna dos grandes mestres.

Embora não seja uma grande atriz, Rebecca Romijn-Stamos é perfeita como uma 'femme fatale': cruel, fria, calculista.  Ela esbanja sensualidade nas cenas com Antonio Banderas.  Este, por sua vez, faz um trabalho mediano, a não ser na cena em que finge ser 'gay'.

Contando com uma fotografia típica dos filmes de mistério e com uma excelente trilha sonora, Brian De Palma joga com o espectador, engana-o e o entretém, com a maestria que lhe é peculiar.

CAA