Filmes por gênero

PRA FRENTE, BRASIL (1983)

imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Allez Brésil! (França)
Avanti Brasile (Itália)
Adelante Brasil (Argentina)
En kamp på liv og død (Noruega)
Pais: Brasil
Gênero: Drama
Direção: Roberto Farias
Roteiro: Roberto Farias
Produção: Rogério Farias
Design Produção: Tetê Amarante
Música Original: Egberto Gismonti
Fotografia: Dib Lufti
Edição: Roberto Farias, Maurício Farias
Direção de Arte: Tetê Amarante
Figurino: Tetê Amarante, Mara Aché
Maquiagem: Elizabeth Fairbanks
Efeitos Sonoros: Maurício Farias, Aloísio Vianna
Efeitos Especiais: Riva Farias
Efeitos Visuais: Alexandre Lima, Fernando Pimenta
Nota: 8.1
Filme Assistido em: 1984

Elenco

Reginaldo Farias Jofre Godoi
Antônio Fagundes Miguel Godoi
Natália do Valle Marta Godoi
Carlos Zara Dr. Barreto, chefe dos torturadores
Elizabeth Savalla Mariana
Cláudio Marzo Sarmento, militante de esquerda
Luiz Armando Queiroz Rubem
Flávio Migliaccio
Milton Moraes
Ivan Cândido
Irma Álvarez
Paulo Porto
Maurício Farias
Neuza Amaral

Prêmios

Festival Internacional de Berlim, Alemanha

Prêmio CICAE (Roberto Farias)

Prêmio OCIC (Roberto Farias)

Festival de Gramado, Brasil

Kikito de Ouro de Melhor Filme (Roberto Farias)

Kikito de Ouro de Melhor Edição (Roberto Farias, Maurício Farias)

Prêmios Margarida de Prata da CNBB, Brasil

Prêmio Margarida de Prata (Roberto Farias)

Indicações

Festival Internacional de Berlim, Alemanha

Prêmio Urso de Ouro (Roberto Farias)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1970, em plena época dos anos de chumbo, o Brasil inteiro torce e vibra com a seleção brasileira de futebol, na Copa do Mundo realizada no México.  Enquanto isso, prisioneiros políticos são torturados nos porões da ditadura militar e inocentes são vítimas dessa violência.

Jofre é um pacato trabalhador de classe média, casado com Marta, com dois filhos.  Miguel, seu irmão, é como ele.  Ama Mariana, que tem ligações com a luta armada.  Quando Jofre divide um táxi com um militante de esquerda, é confundido com um subversivo pelos Órgãos de repressão.  Preso, é submetido a inúmeras sessões de tortura.

Miguel e Marta tentam encontrá-lo.  Com o telefone censurado, ele recebe Mariana em casa, ferida, depois de um fracassado assalto a um Banco.  É quando ele fica sabendo de uma organização de repressão política, subvencionada por alguns Empresários.

Enquanto isso, depois de muito sofrer, Jofre consegue fugir do local do cativeiro e passa a correr o mais que pode a fim de se distanciar dos seus algozes.  Quando acredita no êxito de sua fuga, é alcançado pela Veraneio dos torturadores, que a tudo assistiam e se divertiam.  Barreto, o terrível chefe dos torturadores sai do veículo e vai pessoalmente verificar o estrago que seus homens haviam feito no pobre Jofre.  Cumprido o dever, retornam ao cativeiro onde, por conta das torturas sofridas, o inocente acaba morrendo ao som dos gols de Brasil x Itália e da marchinha do tricampeonato, "Pra frente, Brasil".

imagem

Comentários

"Pra Frente, Brasil" é um ótimo filme brasileiro.  Realizado por Roberto Farias, responsável também por seu roteiro, o filme procura denunciar as torturas sofridas por presos políticos durante os anos de chumbo da ditadura militar.  Procura, ainda, mostrar a alienação e a hipocrisia presentes na sociedade brasileira naquele período.

"Pra Frente, Brasil" apresenta algumas cenas fortes, normais num filme-denúncia que procura mostrar um Brasil mais real, escondido face à força da máquina de propaganda dos órgãos repressores.

CAA