Filmes por gênero

QUANDO FALA O CORAÇÃO (1945)

Spellbound
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A casa encantada (Portugal)
La maison du docteur Edwardes (França)
Je te sauverai (Bélgica)
Io ti salverò (Itália)
Recuerda... (Espanha)
Cuéntame tu vida (Argentina, México)
Ich kämpfe um dich (Austria, Alemanha)
Trollbunden (Suécia)
Завороженный (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Suspense
Direção: Alfred Hitchcock
Roteiro: Ben Hecht
Produção: David O. Selznick
Música Original: Miklós Rózsa
Fotografia: George Barnes
Direção de Arte: James Basevi
Guarda-Roupa: Ann Peck, Howard Greer
Efeitos Sonoros: Richard DeWeese
Efeitos Especiais: Jack Cosgrove
Nota: 8.9
Filme Assistido em: 1952

Elenco

Ingrid Bergman Dra. Constance Peterson
Gregory Peck John Ballantine / Dr. Anthony Edwardes / John Brown
Michael Chekhov Dr. Alexander Brulov
Leo G. Carroll Dr. Murchison
Rhonda Fleming Mary Carmichael
John Emery Dr. Fleurot
Norman Lloyd Sr. Garmes
Bill Goodwin Detetive
Steven Geray Dr. Graff
Donald Curtis Harry
Wallace Ford Estranho no lobby do Hotel
Art Baker Detetive Tenente Cooley
Regis Toomey Detetive Sgt. Gillespie
Paul Harvey Dr. Hanish
Erskine Sanford Dr. Galt
Victor Kilian Xerife
Irving Bacon Funcionário da Ferrovia
Joel Davis John Ballantine, quando garoto
Richard Bartell Funcionário da Ferrovia
Constance Purdy Empregada de Dr. Brulov
Teddy Infuhr Irmão de John Ballantine
Janet Scott Norma Cramer
Alfred Hitchcock Homem deixando o elevador

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Trilha Sonora de uma Comédia ou Drama (Miklós Rózsa)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Atriz (Ingrid Bergman)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme

Oscar de Melhor Direção (Alfred Hitchcock)

Oscar de Melhor Fotografia em Preto e Branco (George Barnes)

Oscar de Melhores Efeitos Especiais (Jack Cosgrove)

Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Michael Chekhov)

Festival Internacional de Veneza, Itália

Grande Prêmio Internacional (Alfred Hitchcock)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

A Dra. Constance Peterson é uma jovem médica que trabalha numa famosa Clínica Psiquiátrica.  Quando o Dr. Murchison, diretor da Clínica, se retira após 20 anos de trabalho, apresenta-se, para substituí-lo, o Dr. Anthony Edwardes.

Logo, Peterson e Edwardes sentem-se atraídos um pelo outro.  Entretanto, aos poucos, ela nota que seu novo chefe apresenta alguns distúrbios psicológicos, bem como, que sua assinatura não confere com a existente num livro autografado.

Um dia, quando estão a sós, ele lhe confidencia que não é a pessoa que ela pensa ser.  Embora diga que não se lembra de absolutamente nada, receia que tenha assassinado o verdadeiro Dr. Edwards e tomado o seu lugar.  A Dra. Peterson decide tentar curá-lo de sua amnésia e, para isso, procura ajuda junto a um seu antigo mestre da Universidade.  Particularmente, ela tem esperanças de que ele não seja o assassino, porque seu coração lhe diz que ela jamais se apaixonaria por um criminoso.

Através de sessões de psicoterapia, ela inicia sua investigação em relação à amnésia e descobre que, o que está por trás de tudo, é um enorme complexo de culpa, originado na infância dele.

Quando a polícia descobre o ocorrido, logo assume que ele matou o verdadeiro Dr. Edwardes e assumiu sua identidade.  Começa, então, um jogo de gato-e-rato em estações ferroviárias e hotéis, com a Dra. Peterson e seu chefe fugindo, e a polícia em seu encalço.

Nessa corrida, ela termina encurralando o verdadeiro criminoso, ao mesmo tempo em que expõe sua vida a um perigo mortal.  Mas, depois de muito esforço e persistência, ela consegue curar o seu chefe, descobrindo sua verdadeira identidade, as causas que o levaram ao complexo de culpa e, mais importante, que ele é inocente do assassinato do Dr. Edwardes.

imagem

Comentários

"Quando Fala o Coração" é um excelente filme de suspense e, definitivamente, o mais inteligente dos filmes de Hitchcock.  Com um ritmo perfeito e contendo temas como repressão, obsessão e complexos de culpa, prova, mais uma vez, o talento inimitável de Hitchcock como diretor.

Um dos pontos que merecem atenção, neste inesquecível filme, é uma seqüência de sonhos criada por Salvador Dali.

Ingrid Bergman, Gregory Peck e Michael Chekhov estão fabulosos em seus papéis.  Ressalto, ainda, a excelente trilha sonora de Miklós Rózsa.

O filme recebeu o Oscar de Melhor Trilha Sonora e foi, ainda, indicado a outros 5 Oscars, inclusive os de Melhor Filme e de Melhor Direção.

CAA