Filmes por gênero

O DIÁRIO DE BRIDGET JONES (2001)

Bridget Jones's Diary
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Le journal de Bridget Jones (França)
El diario de Bridget Jones (Espanha, México, Argentina)
Il diario di Bridget Jones (Itália)
Bridget Jones - Schokolade zum Frühstück (Alemanha)
Pais: Reino Unido, Irlanda, França
Gênero: Comédia Dramática
Direção: Sharon Maguire
Roteiro: Richard Curtis, Andrew Davies, Helen Fielding
Produção: Eric Fellner, Tim Bevan, Jonathan Cavendish
Design Produção: Gemma Jackson
Música Original: Patrick Doyle
Coreografia: Alison Mahoney
Fotografia: Stuart Dryburgh
Edição: Martin Walsh
Direção de Arte: Paul Cross, David Warren
Figurino: Rachael Fleming
Guarda-Roupa: Natalie Ward, Martin Chitty, Siobhan Avis
Maquiagem: Lorna McGowan, Carmel Jackson, Graham Johnston
Efeitos Sonoros: Glenn Freemantle, Peter Holt, Tom Sayers e outros
Efeitos Especiais: David Harris, Darren May, Jude Harris
Efeitos Visuais: Frazer Churchill, Janice Mordue, Drew Jones e outros
Nota: 7.4
Filme Assistido em: 2002

Elenco

Renée Zellweger Bridget Jones
Hugh Grant Daniel Cleaver (Chefe de Bridget)
Colin Firth Mark Darcy
Gemma Jones Pam Jones (Mãe de Bridget)
Celia Imrie Sra. Una Alconbury
James Faulkner Tio Geoffrey Alconbury
Jim Broadbent Colin Jones (Pai de Bridget)
Charmian May Sra. Darcy (Mãe de Mark)
Paul Brooke Sr. Kenneth Fitzherbert
Felicity Montagu Perpetua
Shirley Henderson Jude
Sally Phillips Shazzer (amiga de Bridget)
James Callis Tom (amigo de Bridget)
Gareth Marks Simon
Embeth Davidtz Natasha Glenville
Jeffrey Archer Ele próprio
Patrick Barlow Julian
Rebecca Charles Recepcionista
Joan Blackham Shirley
Neil Pearson Richard Finch
Claire Skinner Magda

Prêmios

Academia do Cinema Europeu

Prêmio do Público de Melhor Ator (Colin Firth)

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Roteirista Britânico do Ano

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz (Renée Zellweger)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio Alexander Korda de Melhor Filme Britânico

Prêmio de Melhor Roteiro Adaptado

Prêmio de Melhor Atriz (Renée Zellweger)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Colin Firth)

Academia do Cinema Europeu

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio do Público de Melhor Ator (Hugh Grant)

Prêmio do Público de Melhor Diretor (Sharon Maguire)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Musical ou Comédia

Prêmio de Melhor Atriz em um Musical ou Comédia (Renée Zellweger)

Prêmios Amanda - Festival de Haugesund, Noruega

Amanda de Melhor Filme Estrangeiro

Prêmios Goya - Academia Espanhola, Espanha

Goya de Melhor Filme Europeu

Prêmios Leão Tcheco, Praga, República Tcheca

Leão Tcheco de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Bridget Jones tem 30 e poucos anos, é solteira, mora em Londres, fuma e sempre acha que está acima do peso. Para o novo ano, ela decide tomar algumas providências.   Uma delas é escrever um diário, onde anotará suas aventuras e desventuras cotidianas: trabalho, pais, amigos, homens, sexo.  Outra, é tomar controle de sua vida.  Uma terceira resolução é encontrar o homem certo, ou pelo menos dispensar os errados.

Com seu gosto por aventuras e suas opiniões sobre todo e qualquer assunto, seu diário se torna divertido e provocante.  Quanto aos homens, ela se encontra dividida entre dois deles: Daniel Cleaver, seu chefe, que parece ser bom demais pra ser verdade, e Mark Darcy, que sua mãe empurrou e que, de tão errado, deve ser o certo.

Seus chefes a acham maluca, as amigas perguntam quando ela vai se casar (o que a irrita muito), os pais se intrometem mais do que ela gostaria.  Em meio ao caos, Bridget sobrevive de forma divertida e romântica.

imagem imagem imagem

Comentários

Adaptação cinematográfica do livro de Helen Fielding, "O Diário de Bridget Jones" é uma deliciosa comédia romântica que diverte e, ao final, deixa o espectador mais leve e satisfeito.

A história acompanha Bridget Jones, uma jovem de trinta e pouco anos, de um período de Natal ao Natal do ano seguinte.

Com um ótimo roteiro e uma excelente trilha sonora, o filme tem, no seu elenco, um dos seus pontos mais fortes.  Renée Zellweger está maravilhosa, no papel-título.  É interessante verificar como ela cresce a cada filme que faz.  Ela já tinha apresentado um ótimo trabalho em "A Enfermeira Betty" e, agora, está melhor ainda.  Ela consegue uma boa química, ao contracenar com Hugh Grant e Colin Firth.  Grant está ótimo como o seu chefe, o mesmo ocorrendo com Colin Firth, no papel do sisudo advogado.  Merece ainda destaque, Gemma Jones, ao interpretar a mãe de Bridget.

CAA