Filmes por gênero

EVA NA MARINHA (1952)

Skirts ahoy!
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Três raparigas modernas (Portugal)
Des jupons à l'horizon (França, Bélgica)
Faldas a bordo (Espanha)
Gonne al vento (Itália)
Mädels ahoi! (Alemanha, Austria)
Kjolar, ohoj! (Suécia)
Marva's Ahoy (Holanda)
Piger ohøj! (Dinamarca)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia, Musical
Direção: Sidney Lanfield
Roteiro: Isobel Lennart
Produção: Joe Pasternak
Música Original: George Stoll
Direção Musical: George Stoll
Coreografia: Nick Castle
Fotografia: William C. Mellor
Edição: Cotton Warburton
Direção de Arte: Cedric Gibbons, Daniel Cathcart
Figurino: Helen Rose
Maquiagem: William Tuttle
Efeitos Sonoros: Douglas Shearer
Efeitos Especiais: Warren Newcombe
Nota: 6.9
Filme Assistido em: 1953

Elenco

Esther Williams Whitney Young
Joan Evans Mary Kate Yarbrough
Vivian Blaine Una Yancy
Barry Sullivan Ten. Com. Paul Elcott
Keefe Brasselle Dick Hallson
Debbie Reynolds Ela própria
Billy Ekstine Ele próprio
Dean Miller Archie O'Conovan
Margalo Gillmore Ten. Com. Stauton
The DeMarco Sisters As Irmãs DeMarco
Thurston Hall Thatcher Kinston
Roy Roberts Capt. Graymont
Emmett Lynn Pop, the Plumber
Hayden Rorke Médico
Bobby Van Ele próprio
Keenan Wynn Ele próprio
Whit Bissell Sr. Yarbrough
Rudy Lee Randy Yarbrough
Ruth Lee Sra. Yarbrough
Skip Martin Maestro da Orquestra
Jody Hutchinson Noivo
Gloria Noble Noiva
Madge Blake Jane
Henny Backus Enfermeira
Don Haggerty Sargento da Polícia Militar

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Numa pequena cidade, a jovem Mary Kate Yarbrough é largada no altar por seu noivo, Dick Hallson, quando a sofisticada herdeira Whitney Young, de Long Island, foge de seu noivo ao caminhar pela nave principal da igreja.  Em Nova York, a vendedora de vestidos para noivas, Una Yancy, sonha com o dia em que comprará seu próprio vestido, mas seu noivo, Archie O'Conovan, ausente há já algum tempo, só lhe envia cartões postais.  Ao assistir a uma parada militar, Una vê Archie entre os marinheiros e conclui que, para ficar perto dele, terá que ingressar na Marinha.  Pouco tempo depois, as três jovens se vêem como colegas de quarto no Centro de Treinamento da Marinha, localizado próximo à Chicago.

Ao final de suas seis primeiras semanas de treinamento, Whitney vê seu esforço reconhecido, enquanto Mary Kate se sente cada vez mais com saudades de casa, como se fosse um peixe fora d'água.  Preocupada, Whitney procura o Ten. Com. Stauton para falar da situação da amiga, pois soubera que, após ser examinada por uma junta, ela poderia vir a ser dispensada do serviço militar. É quando Dick, o noivo que abandonara Mary Kate no altar, a procura com um buquê de flores e lhe pede desculpas por seu condenável comportamento mas, ao dizer-lhe que está gostando de outra pessoa, faz com que a jovem perceba que ele a subestima e decide provar que pode ser uma vencedora na Marinha.

Numa casa de chá de Chicago, as três amigas lamentam a falta de companhia masculina.  Logo a seguir, Una e Whitney vão a um barzinho, onde encontram um atraente homem em trajes civis, sem saberem que se trata do Ten. Com. Paul Elcott, o novo médico da Base.  Disfarçadamente, Whitney pede que Una os deixe sozinhos.  Paul entra no jogo dela e aceita seu convite para jantarem juntos.  Durante um romântico jantar numa boate, algumas recrutas, sentadas numa mesa próxima, enviam um bilhete para Paul sugerindo que todos fiquem juntos.  Irritada, Whitney vai à mesa delas e cria uma confusão.

No dia seguinte, a jovem tem dificuldades para explicar seu comportamento na boate, quando um PM do Exército alega que ela não teria sido provocada pelas outras jovens.  Seus superiores estão para aplicar-lhe uma pena disciplinar, quando Paul chega em seu uniforme militar e atesta que, no jantar, discutiu-se a vida militar e que o tumulto foi provocado pelas jovens da mesa ao lado.

Absolvida, Whitney vai à sala de Paul, onde se surpreende quando ele não aceita qualquer aproximação, alegando que oficiais e recrutas não podem se envolver. Depois de ouvir um sermão sobre a forma como deve se conduzir, ela se retira magoada.

Pouco antes do término do treinamento, as jovens assistem a um show no qual Dick é um dos artistas da Marinha.  Ao final, ele declara seu amor à Mary Kate e, apesar de seus protestos, ela percebe que continua a amá-lo.  Como Una sonha com uma missão na França, onde Archie vai estar baseado, Whitney, que mais uma vez foi rejeitada por Paul, caminha solitária para casa.

No dia seguinte, ela recebe a visita de seu tio, Thatcher Kinston, que a vendo infeliz, a aconselha a lutar pelo que realmente quer.  Animada, procura Paul, alegando a necessidade de tratar de um problema pessoal, mas ele se recusa a recebê-la, ao dizer que problemas pessoais são resolvidos junto a um psiquiatra.  À noite, Whitney decide dar mais uma chance a Paul, ao se sentar ao seu lado no cinema da Base.  Para irritação dos demais espectadores, os dois começam a discutir sobre quem deve tomar a iniciativa, num relacionamento amoroso, o que faz com que ela se retire, furiosa.

No dia da formatura, Whitney, Mary Kate e Una são comunicadas que irão passar os próximos três meses em Washington, antes de embarcarem para o exterior.  Mary Kate promete ajudar Dick a se tornar um bom marinheiro, enquanto Una frustra-se ao saber que Archie vai voltar para a Base, acabando com seu sonho de encontrá-lo na França.  Antes de embarcar, Whitney faz mais uma tentativa de falar com Paul em sua sala e, ao se despedirem na Estação Ferroviária, ele admite que a ama e que fará o possível para conseguir sua transferência para Washington,  o mais cedo possível.  Finalmente, Dick, Archie e Paul acenam um adeus à medida em que o trem deixa a Estação.

imagem

Comentários

"Eva na Marinha" é uma razoável comédia musical.  Realizada pelo cineasta Sidney Lanfield, no mesmo ano de "A Rainha do Mar", foi por esta ofuscada.  A trama gira em torno de três jovens que, após sofrerem de alguma forma uma desilusão amorosa, decidem se alistar na Marinha a fim de se tornarem "WAVES" (Women Accepted for Volunteer Emergency Service), ou seja, mulheres que assumiam cargos administrativos em substituição aos homens enviados para a frente de combate.
Um dos pontos que mais me chamaram atenção diz respeito à época em que a história se desenvolveu.  O filme foi realizado em 1952 e, embora não tenha visto uma única referência explicita, tudo indica que a trama se passou durante a guerra da Coréia  (1950 - 1953), período em que o governo americano fez campanha visando o alistamento das tais WAVES, muito embora elas já existissem durante a 2ª Guerra Mundial.  Se esse raciocínio estiver correto, fica sem sentido a personagem Una Yancy citar mais de uma vez seu sonho de, na Marinha, ter a oportunidade de vir a se encontrar na França com seu namorado, o marinheiro Archie O'Conovan.

O filme marca a despedida de Lanfield da telona pois, a partir daí, ele passou a se dedicar apenas aos seriados de televisão.  A fotografia em tecnicólor e os números musicais são de boa qualidade, dentre os quais destaco a participação de Debbie Reynolds e Bobby Van em "Oh by Jingo".  Merecem também atenção as participações de Billy Ekstine e das The DeMarco Sisters.

Quanto à Esther Williams, o filme lhe dá poucas oportunidades para mostrar seu talento na água mas, de qualquer forma, ela canta e não faz feio como atriz.

CAA