Filmes por gênero

DON JUAN DeMARCO (1994)

Don Juan DeMarco
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Don Juan DeMarco - Maestro d'amore (Itália)
Дон Жуан де Марко (Rússia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia, Drama, Romance
Direção: Jeremy Leven
Roteiro: Jeremy Leven
Produção: Fred Fuchs, Francis Ford Coppola, Patrick Palmer
Design Produção: Sharon Seymour
Música Original: Michael Kamen, Bryan Adams, Robert John Lange
Direção Musical: Michael Kamen, Dawn Soler
Coreografia: Adam Shankman
Fotografia: Ralf D. Bode
Edição: Antony Gibbs
Direção de Arte: Jeff Knipp
Figurino: Kirsten Everberg
Guarda-Roupa: Fred Lloyd, Peggy Stamper, David Page, Kenn Smiley
Maquiagem: Patty York, Ron Berkeley, Laine Rykes
Efeitos Sonoros: Dane A. Davis, G.W. Brown, Tom Perry, Chris David e outros
Efeitos Especiais: James Fredburg
Nota: 8.2
Filme Assistido em: 1996

Elenco

Marlon Brando Dr. Jack Mickler
Johnny Depp Don Juan DeMarco
Faye Dunaway Marilyn Mickler
Rachel Ticotin D. Inez
Géraldine Pailhas D. Ana
Bob Dishy Dr. Paul Showalter
Talisa Soto D. Julia
Marita Geraghty Mulher no Restaurante
Richard C. Sarafian Detetive Sy Tobias
Tresa Hughes Avó DeMarco
Stephen Singer Dr. Bill Dunsmore
Franc Luz Don Antonio
Carmen Argenziano Don Alfonzo
Jo Champa Sultana Gulbeyaz
Esther Scott Enfermeira Alvira
Nada Despotovich Enfermeira Gloria
Gilbert Lewis Juiz Ryland
Tommy Lister Rocco Compton
Ken Gutstein Médico
Diane Lee Enfermeira
Robert Polance Rodriguez Padre
Christine Wolfe Freira
Roberta Danza Freira
Bridget Mariano Freira
Nick LaTour Nicholas
Bill Capizzi Sultão
Patricia Mauceri D. Querida
Sanjay Chandani Leiloeiro
Joni Kramer Enfermeira
Shirlee Reed Enfermeira

Prêmios

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Ator do Ano (Johnny Depp)

Prêmios Júpiter, Alemanha

Prêmio Júpiter de Melhor Ator Internacional (Johnny Depp)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Canção Original (Michael Kamen, Bryan Adams, Robert John Lange)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original (Michael Kamen )

Prêmio de Melhor Canção Original (Michael Kamen, Bryan Adams, Robert John Lange)

Prêmios Grammy, EUA

Grammy de Melhor Canção Escrita para um Filme, Televisão ou Outra Mídia Visual (Michael Kamen, Bryan Adams, Robert John Lange)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Aos 21 anos, um jovem que se diz Don Juan DeMarco, sobe ao topo de um edifício, em Nova York, disposto a pôr fim à sua vida.  Ele pede à polícia que mande ao seu encontro Don Francisco da Silva, o maior esgrimista do mundo, pois deseja morrer duelando com um homem da categoria dele.

Entretanto, quem vai ao seu encontro é o Dr. Jack Mickler, um veterano psiquiatra às vésperas de sua aposentadoria.  Mickler se apresenta como sendo Don Octavio de Flores, tio de Don Francisco que, segundo ele, acha-se em viagem.  Com sua habilidade de psiquiatra, o médico convence o jovem a desistir do duelo e a descer com ele.  Don Juan é, então, encaminhado ao Woodhaven State Hospital.  Uma vez lá, o Diretor, Dr. Paul Showalter, determina que ele fique em observação por dez dias e que, nesse período, seja acompanhado por Mickler.

Don Juan expõe ao psiquiatra que, depois de ter ido para a cama com mais de 1500 mulheres, foi rejeitado pela encantadora e inocente D. Ana, a única pela qual realmente se interessara, fazendo com que perdesse o encanto pela vida e desejasse por fim à mesma.  Em seguida, reclama que retiraram sua máscara, que ele jamais havia tirado em público desde os 16 anos, e que tal fato poderá fazer com que ele caia em desgraça.  Ao sentir que todos o estão tratando como se estivesse tendo delírios, Don Juan consegue fazer com que Mickler concorde em não lhe dar qualquer tipo de medicamento, a fim de que ele possa lhe provar, ao longo dos dez dias, que realmente é o famoso Don Juan.

As sessões diárias se iniciam.  Don Juan começa a falar de suas numerosas conquistas amorosas, cada uma mais apaixonante que a outra.  O médico o escuta atentamente e, mesmo consciente de que tudo não passa de sua imaginação, ao longo dos dias, vai acumulando informações que o ajudam a redescobrir o verdadeiro sentido da palavra "amor".  Tal fato tem influência direta no seu comportamento em relação à sua mulher de tantos anos, uma relação cujo ardor da juventude havia arrefecido com o tempo.  Ao final dos dez dias, Mickler decide não tentar curar o jovem 'Don Juan', preferindo deixá-lo envolto em seus sonhos, ao mesmo tempo em que, agora aposentado, resolve consagrar-se inteiramente à sua mulher.

imagem

Comentários

"Don Juan DeMarco" é um bom entretenimento.  Escrito e dirigido pelo cineasta Jeremy Leven, e tendo Francis Ford Coppola como um de seus produtores, o filme gira em torno de um jovem que se considera o maior amante de todos os tempos e da influência que seus verdadeiros delírios causa na vida privada do psiquiatra que o ouve, em sessões regulares, ao longo de um período de dez dias.

O trabalho apresentado por Leven é consistentemente bom, repleto de diálogos inteligentes.  Ao longo da trama, realidade e fantasia se interligam, fazendo com que o psiquiatra redescubra pequenas nuances da vida a dois, que o tempo fizera com que ele as esquecesse.  A trilha sonora é magnífica, tendo a canção "Have you ever really loved a woman" sido indicada ao Oscar.

No que se refere ao quesito interpretação, o filme quase que se resume a Marlon Brando, bastante gordo aos 71 anos, e a Johnny Depp, ambos com ótimas atuações.  Embora com pouco tempo de tela, merece também ser citado o trabalho apresentado por Faye Dunaway, no papel da esposa do psiquiatra.

CAA