Filmes por gênero

CHOPIN, A NOTA AZUL (1991)

La note bleue
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Blue note (Alemanha)
Kék hangjegy (Hungria)
Blekitna nuta (Polônia)
Pais: França, Alemanha
Gênero: Drama, Música, Romance
Direção: Andrzej Zulawski
Roteiro: Andrzej Zulawski
Produção: Marie-Laure Reyre
Design Produção: Jean-Vincent Puzos
Direção Musical: Christophe Coin
Fotografia: Andrzej Jaroszewicz
Edição: Marie-Sophie Dubus
Figurino: Magdalena Biernawska-Teslawska
Guarda-Roupa: Maja Nowotny
Maquiagem: Michel Deruelle, Magali Ceyrat, Gwenaëlle Guichard
Efeitos Sonoros: Francois Geneste, Michel Vionnet, Jean-François Auger e outros
Efeitos Especiais: Jérôme Krowicki
Nota: 8.1
Filme Assistido em: 1992

Elenco

Marie-France Pisier George Sand
Janusz Olejniczak Frédéric Chopin
Sophie Marceau Solange Sand
Féodor Atkine Eugène Delacroix
Aurélien Recoing Auguste Clésinger
Benoît Le Pecq Maurice Sand
Roman Wilhelmi Adalbert Grzymala
Grazyna Dylong Laure Czosnowska
Pavel Slabý Jean
Gilles Détroit Fernand de Préaulx
Redjep Mitrovitsa Alexandre Dumas Filho
Beatrice Buchholz Augustine Brault
Serge Ridoux Louis Viardot
Serge Renko Ivan Tourgueniev
Théophile Sowié Carambé
Clément Harari Demogorgon
Bénédicte Loyen Line
Jean-Gilles Barbier A Grande besta
Noëmi Nadelmann Pauline Viardot
Eva Pouillat .
Pascal Laurent .

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

 Durante o verão de 1846, em Nohant, na região central da França, uma festa é preparada na casa de George Sand e de seus filhos Maurice, um apreciador de marionetes, e Solange, uma jovem que se abre para a vida e que se mostra invejosa face à relação que sua mãe mantém com Chopin, gravemente doente. A música do famoso compositor domina o ambiente da mansão.

Os convidados para a festa são pessoas célebres: o pintor Eugène Delacroix, o crítico Louis Viardot e sua mulher Pauline, a cantora, Adalbert e Laure, amigos poloneses de Chopin que avivam a nostalgia da pátria abandonada. George atormenta Frédéric e Solange.

Como ela se desentende com os criados, os convidados se voltam para a cozinha. Solange não suporta Fernand, seu noivo, e, para desafiar a mãe, ela se oferece para Chopin.

Emocionado, Alexandre Dumas Filho fala da morte de Marie Duplessis, sua futura “Dama das Camélias” e, em seguida parte em companhia de um dos criados de Chopin. O ambiente é assombrado pelos duendes seculares e também por divindades que George e Delacroix inventam. Chopin, consciente de seu estado, rejeita Solange que, num impulso de autodestruição, se lança nos braços  de um convidado que acaba de chegar, o escultor Auguste Clésinger, um homem grosseiro coberto de dívidas.

Depois do jantar, George e Frédéric compartilham um último instante de intimidade. A seu pedido, ele toca a nota azul ao piano. E as marionetes de Maurice dizem qual vai ser a sorte de cada um dos participantes da festa.

imagem

Comentários

Escrito e dirigido pelo cineasta polonês Andrzej Zulawski, “Chopin – A Nota Azul” é um bom filme franco-alemão do início dos anos 90. Sua trama gira em torno de uma festa promovida pela romancista francesa, George Sand, em sua casa de Nohant, onde o famoso pianista se encontrava doente e para a qual foram convidadas várias celebridades da época.

Zulawski nos brinda com um bom trabalho, tanto como roteirista quanto como diretor. Ele se mostra como um dos mais talentosos realizadores em atividade. No elenco, o grande nome a ser destacado é o da jovem atriz Sophie Marceau, 25 anos de idade, com uma notável interpretação. Estreando no cinema, o pianista polonês Janusz Olejniczak se sai muito bem no papel de Chopin.

CAA