Filmes por gênero

FILHOS E AMANTES (1981)

imagem

Ficha Técnica

Pais: Brasil
Gênero: Drama, Pornochanchada
Direção: Francisco Ramalho Jr.
Roteiro: Francisco Ramalho Jr.
Produção: Antônio Polo Galante
Música Original: Rogério Duprat
Fotografia: Antônio Luiz Mendes
Edição: Mauro Alice
Direção de Arte: Mique Stedile
Figurino: Mique Stedile
Efeitos Sonoros: Orlando Macedo, José Araujo
Nota: 5.6
Filme Assistido em: 1982

Elenco

Denise Dumont Marta
Nicole Puzzi Bebel
Lúcia Veríssimo Sílvia
André de Biase Roberto
Hugo Della Santa Dinho
Rosina Malbouisson Carminha
Walmor Chagas Cláudio
Renée de Vielmond Ruth
Paulo Gorgulho Garoto de Bebel
Ronaldo Costa Parente de Ruth
Silvana Réa Jovem morena da moto
Andréia Ramalho Noiva do sonho
Jaime Matarazzo Noivo do sonho
Conrado Sanches Fotógrafo do sonho
Cadu Fonseca Violoncelista do sonho

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em uma casa de campo em Itatiaia, Estado do Rio de Janeiro, Sílvia e Roberto chegam para visitar as amigas Marta e Bebel.  As duas jovens haviam se mudado para lá em busca de uma forma de vida hippie-alternativa.  Na casa ao lado, mora Cláudio, um escritor com câncer terminal, em companhia de sua namorada, Ruth.

Sílvia esconde do namorado o fato de estar grávida.  Naquele final de semana prolongado, ela pretende refletir sobre o que deseja e procurar apoio, visto que, no passado, Marta fizera um aborto.

Bebel não gosta da presença deles em seu refúgio. Gosta menos ainda quando chegam Dinho, ex-namorado de Marta e a histérica Carminha, seu novo caso, pois nota que sua companheira ainda nutre um certo interesse em Dinho.  Este, um viciado em drogas pesadas, termina levando Carminha a uma overdose.  Roberto também sente uma forte atração por Marta, de modo que, a exemplo de Bebel, não vê com bons olhos a presença de Dinho.

Num dia em que se vêem sozinhos, Marta e Roberto têm um caso, o mesmo ocorrendo com Sílvia e Dinho, enquanto Carminha, ao retornar do hospital após o tratamento, tenta o suicídio.

imagem

Comentários

Com um roteiro cheio de altos e baixos, "Filhos e Amantes" é um razoável filme brasileiro.  Roteirizado e dirigido por Francisco Ramalho Jr., procura retratar a juventude alienada do País no final da ditadura militar, sem ideais ou motivações, entregue às drogas e ao amor livre.

A direção de Ramalho Jr. é razoavelmente boa,  a fotografia de Antônio Luiz Mendes é de boa qualidade, captando muito bem as belezas naturais da região, e a trilha sonora não é adequada.  No elenco, vale a pena ressaltar a atuação do veterano Walmor Chagas e a beleza e sensualidade de Denise Dumont e de Lúcia Veríssimo, na época respectivamente com 26 e 23 anos.

CAA