Filmes por gênero

SANGUE DE HERÓIS (1948)

Fort Apache
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Le massacre de Fort Apache (França)
Il massacro di Fort Apache (Itália)
Sangre de héroes (Argentina, Chile)
Fuerte Apache (Venezuela)
Bis zum letzten mann (Alemanha, Austria)
Indianöverfallet vid Fort Apache (Suécia)
Fort Apaczów (Polônia)
Форт Апачи (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Faroeste
Direção: John Ford
Roteiro: Frank S. Nugent
Produção: John Ford, Merian Cooper
Música Original: Richard Hageman
Fotografia: Archie Stout
Edição: Jack Murray
Direção de Arte: James Basevi
Guarda-Roupa: Ann Peck, Michael Meyers
Maquiagem: Emile LaVigne
Efeitos Sonoros: Joseph Kane, Frank Webster
Efeitos Especiais: Dave Koehler
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 1950

Elenco

John Wayne Capitão Kirby York
Henry Fonda Tenente Coronel Owen Thursday
Shirley Temple Philadelphia Thursday
Pedro Armendáriz Sargento Beaufort
Ward Bond Sargento Major Michael O'Rourke
George O'Brien Capitão Sam Collingwood
Victor McLaglen Sargento Festus Mulcahy
Anna Lee Sra. Emily Collingwood
Irene Rich Sra. Mary O'Rourke
Dick Foran Sargento Quincannon
Guy Kibbee Capitão Dr. Wilkens
Grant Withers Silas Meacham
Jack Pennick Sargento Daniel Schattuck
Ray Hyke Tenente Gates
John Agar 2º Tenente Michael Shannon O'Rourke
Movita Guadalupe, cozinheira dos Thursday
Miguel Inclán Cochise
Mary Gordon Ma
Frank McGrath Cabo Derice
Mae Marsh Sra. Gates
William Forrest Repórter
Archie Twitchell Repórter
Frank Ferguson Jornalista
Harry Tenbrook Tom O'Feeney

Prêmios

Festival Internacional de Cinema de Locarno, Suiça

Prêmio de Melhor Direção (John Ford)

Prêmio de Melhor Fotografia em Preto e Branco (Archie Stout )

Indicações

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de um Melhor Roteiro de um Faroeste Americano (Frank S. Nugent)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1876, viajando numa diligência, o Ten. Cel. Owen Thursday e sua filha Philadelphia chegam a Fort Apache, um Posto avançado no oeste americano.  Thursday assume o comando das tropas locais, em substituição ao Capt. Sam Collingwood.

Quando o Fort Grant, situado a cerca de 200km, envia um comunicado informando que o bando do Diabo fugiu da reserva apache, o Capt. York acredita que o mesmo foi unir-se ao Chefe Cochise.  Logo depois, o jovem 2º Ten. O'Rourke chega e informa que encontrou dois soldados mortos ao lado de uma carroça.  Um grupo sai para resgatar os corpos e, na volta, é perseguido por um bando de apaches.

O Capt. York informa Thursday que esse comportamento agressivo dos índios se deve ao Sr. Meacham, um comerciante autorizado pelo governo a negociar com a nação apache, mas que, com o tempo, além dos mantimentos legais, passou a vender bebidas alcoólicas e rifles Winchester aos indígenas.  Os dois vão ao estabelecimento de Meacham, situado num local isolado, onde são encontradas tais mercadorias.

Thursday quer enviar imediatamente um regimento à procura de Cochise e de seus homens.  York resiste à idéia, alegando que ninguém conseguirá trazê-lo pela força, ao mesmo tempo em que pede permissão para ir, pessoalmente, conversar com o velho guerreiro.  A contragosto, Thursday permite que York e o Sgt. Beaufort saiam desarmados ao encontro de Cochise.

Nesse ínterim, ao saber que sua filha se encontra na casa dos O'Rourke, Thursday vai apanhá-la.  Ao chegar lá, toma conhecimento que Phil e o Ten. O'Rourke, filho do Sgt. Major O'Rourke, estão apaixonados.  Extremamente grosseiro com todos, é convidado pelo Sgt. Major a se retirar de sua casa.

York e o Sgt. Beaufort conversam amistosamente com Cochise, ficando acertado um encontro entre o chefe indígena e Thursday.

No Forte, tem início o tradicional baile dos sub-oficiais.  Como manda a tradição, Thursday, na condição de comandante local, abre o baile dançando com a mulher do sub-oficial de mais alta patente, no caso com a Sra. O'Rourke.  Mal começa a festa, York chega com a informação de que Cochise acaba de cruzar o rio com sua gente, em missão de paz.  Ainda segundo York, Thursday, Meacham e ele próprio deverão ir ao encontro de Cochise, acompanhados apenas de um pequeno destacamento desarmado.

Não se preocupando com o fato de que os indígenas estão vindo em missão de paz, nem com a palavra dada por York, Thursday encerra o baile e ordena que todo o regimento se prepare para partir ao amanhecer.  Uma vez no campo, ele aceita ter uma conversa com Cochise.  Este se apresenta e pede providências para que Meacham, considerado por ele como responsável por todos os grandes problemas que sua tribo vem enfrentando, seja substituído por um comerciante honesto.  Achando que Cochise o está ameaçando, Thursday se retira e se prepara para atacar os apaches.  York se coloca frontalmente contra as ordens do comandante, sendo destituído do cargo.

Com exceção do grupo comandado por York, todo o regimento, tendo à frente Thursday, se lança contra os apaches.  Sabendo que o pior está para acontecer, York manda um mensageiro ao Fort Grant.  Em pouco tempo, entretanto, quase todo o regimento é massacrado.  Já tendo perdido seu cavalo, Thursday percebe que essa batalha foi um desastre para o exército.  Com apenas uma meia dúzia de homens e sem esperança de escapar, Thursday continua a resistir até todos serem mortos.

Tempos depois, o agora Coronel York comanda o Forte.  Em seu gabinete, ele dá uma entrevista a um grupo de jornalistas, enaltecendo a bravura do Ten. Coronel Owen Thursday.  Tendo que se ausentar, ele pede desculpas e diz que seu oficial-adjunto os atenderá.  Em seguida, os apresenta ao Ten. Michael Shannon O'Rourke e à esposa deste, Sra. Philadelphia, esta filha de Thursday.

imagem

Comentários

Baseado num livro de James Warner Bellah, "Fort Apache - Sangue de Heróis" é um ótimo faroeste.  Produzido e dirigido por John Ford, ele é o primeiro de uma trilogia realizada pelo cineasta sobre a cavalaria do exército americano, pós-guerra civil.  Os dois outros, igualmente ótimos, são "Legião Invencível", de 1949, e "Rio Grande", de 1950.

O filme gira em torno de um arrogante coronel da cavalaria americana, disposto a tudo para ter o reconhecimento do governo dos EUA por seus relevantes serviços prestados à nação.  Para tanto, despreza os conselhos de seus auxiliares mais próximos, conhecedores dos problemas vividos pelos apaches, no longínquo território do Arizona, e se envolve numa guerra desnecessária e suicida contra os indígenas, que só queriam ser tratados com um pouco de respeito e justiça.  E o que chama a atenção é que, após sua morte, ele consegue ser oficialmente reconhecido como herói, muito embora tenha injustificadamente sacrificado a vida de centenas de homens sob seu comando.

Além do belo trabalho realizado por Ford, o filme conta com um roteiro muito bem estruturado e com a magnífica fotografia de Archie Stout.

Henry Fonda está soberbo no papel do coronel Thursday, seguido de John Wayne, como o oficial que se rebela contra suas ordens.  Adicionalmente, "Fort Apache - Sangue de Heróis" conta ainda com um elenco coadjuvante de primeira linha, com nomes como Ward Bond, Victor McLaglen, George O'Brien e Pedro Armendáriz, entre outros.  Shirley Temple, a garota prodígio da década de 30, faz um bom trabalho como adulta, na época com 20 anos de idade.

CAA