Filmes por gênero

FUNNY GIRL - A GAROTA GENIAL (1968)

Funny Girl
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Funny Girl: Uma rapariga endiabrada (Portugal)
Una chica divertida (Espanha)
Funny Girl: Chica rara (México)
Zabawna dziewczyna (Polônia)
Fani Gerl (Sérvia)
Смешная девчонка (Rússia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia, Drama, Musical, Romance
Direção: William Wyler
Roteiro: Isobel Lennart
Produção: Ray Stark
Design Produção: Gene Callahan
Música Original: Jule Styne
Direção Musical: Walter Scharf
Fotografia: Harry Stradling Sr.
Edição: William Sands, Maury Winetrobe
Direção de Arte: Robert Luthardt
Guarda-Roupa: Irene Sharaff
Maquiagem: Frank McCoy, Ben Lane, Enrico Cortese
Efeitos Sonoros: Jack Solomon, Arthur Piantadosi, Charles J. Rice, Joe Henrie
Efeitos Visuais: Albert Whitlock
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1969

Elenco

Barbra Streisand Fanny Brice
Omar Sharif Nick Arnstein
Kay Medford Rose Brice
Anne Francis Georgia James
Walter Pidgeon Florenz Ziegfeld
Lee Allen Eddie Ryan
Mae Questel Sra. Strakosh
Gerald Mohr Tom Branca
Frank Faylen Keeney
Mittie Lawrence Emma
Gertrude Flynn Sra. O'Malley
Penny Santon Sra. Meeker
Lloyd Gough Bill Fallon, advogado
John Harmon Gerente da Companhia
Thordis Brandt Garota Ziegfeld
Bettina Brenna Garota Ziegfeld
Virginia Ann Foed Garota Ziegfeld
Alena Johnston Garota Ziegfeld
Karen Lee Garota Ziegfeld
Mary Jane Mangler Garota Ziegfeld
Inga Neilsen Garota Ziegfeld
Sharon Vaughn Garota Ziegfeld
Caroline Williams Garota Ziegfeld
Christine Williams Garota Ziegfeld
Frank Sully Barman
Chela Bacigalupo Bailarina
Bobbie Bates Bailarina
Kyra Carleton Bailarina
Nancee Charles Bailarina
Gene Callahan Capitão
Irving Burns Dentista
Joseph Dolphin Fotógrafo

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz (Barbra Streisand)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz em um Musical ou Comédia (Barbra Streisand)

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Atriz Estrangeira (Barbra Streisand)

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Road-Show

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Atriz em uma Comédia (Barbra Streisand)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro de um Musical Americano (Isobel Lennart)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Kay Medford)

Oscar de Melhor Edição (Robert Swink, Maury Winetrobe, William Sands)

Oscar de Melhor Filme (Ray Stark)

Oscar de Melhor Fotografia (Harry Stradling Sr.)

Oscar de Melhores Efeitos Sonoros

Oscar de Melhor Canção Original (Jule Styne, Bob Merrill)

Oscar de Melhor Trilha Sonora (Walter Scharf)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Atriz (Barbra Streisand)

Prêmio de Melhor Fotografia (Harry Stradling Sr.)

Prêmio de Melhor Figurino (Irene Sharaff)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Musical ou Comédia

Prêmio de Melhor Canção Original (Jule Styne, Bob Merrill)

Prêmio de Melhor Direção (William Wyler)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (William Wyler)

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante (Kay Medford)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Fanny Brice é uma jovem pobre que sonha em fazer carreira no teatro de revista, como cantora.  Depois de várias tentativas sem sucesso, consegue sua primeira chance no "Kenney's Music Hall", depois de sua hilariante estréia como uma bailarina sobre patins.  Na platéia, encontrava-se Nick Arnstein, um rico e inveterado jogador que logo simpatiza com ela.  Bem relacionado, ele fala com o Sr. Florenz Ziegfeld, famoso produtor do "Ziegfeld Follies", a fim de que ele faça um teste com Fanny.

Aprovada, ela passa a trabalhar para Florenz, tornando-se em pouco tempo a grande artista de seus shows.  Nick sente-se cada vez mais atraído por ela, muito embora suas atividades façam com que ele passe mais de um ano sem vê-la.

Eles voltam a se encontrar casualmente em Baltimore, quando de uma turnê do "Ziegfeld Follies".  Ele a cobre de gentilezas e terminam passando a noite juntos.  No dia seguinte, ele se prepara para ir até Nova York, onde embarcará num navio com destino à Europa, a fim de tentar fazer dinheiro nas mesas de pôquer do transatlântico.  Fanny, por outro lado, deve continuar com a turnê da companhia que se prepara para viajar para Chicago.  Entretanto, ao chegar à estação ferroviária de Baltimore, ela avisa Florenz que vai se ausentar por uns tempos do "Ziegfeld Follies" e embarca para Nova York e, em seguida, no mesmo navio de Nick.  Já em alto mar, ela bate à porta de seu camarote e lhe faz tão grande surpresa.

No próprio navio, os dois decidem se casar e passar sua lua-de-mel.  De volta aos Estados Unidos, instalam-se numa bela mansão onde, meses depois, nasce sua filha.  Quando Fanny retorna ao teatro em grande estilo, Nick se acha meio por baixo, após sofrer grandes prejuízos com poços de petróleo e sua costumeira sorte no pôquer tê-lo abandonado.

Ela tenta ajudá-lo, fazendo com que um amigo o chame para ser sócio na instalação de um cassino.  Ele se anima mas, ao descobrir que ela estaria entrando com US$ 50 mil sem o seu conhecimento, volta atrás e não aceita a sociedade.  Cheio de dívidas e não aceitando a ajuda financeira da mulher, Nick se envolve em atividades fraudulentas e termina preso e condenado a 18 meses de reclusão.  Fanny continua a fazer cada vez mais sucesso no teatro.

Ao deixar a prisão, ele a procura.  Embora ambos se amem, ele toma a decisão de acabar com o casamento, por não querer ser um estorvo na vida dela.

imagem imagem imagem

Comentários

Baseada numa peça homônima de Isobel Lennart, "Funny Girl - A Garota Genial" é uma excelente comédia musical.  Realizada pelo grande cineasta William Wyler, sua trama gira em torno da vida da comediante e cantora  Fanny Brice, nascida em Nova York em 1891.

Wyler realiza um ótimo trabalho na direção desse filme que recebeu, nada menos, que 8 indicações ao Oscar.
A fotografia de  Harry Stradling Sr., o figurino e a trilha sonora são simplesmente magníficos.  Os números musicais são muito bons e a canção-título foi indicada ao Oscar.

"Funny Girl - A Garota Genial" marca a estréia da cantora Barbra Streisand no cinema, o que ela faz com maestria, recebendo prêmios importantes como o Oscar, o Globo de Ouro e o David di Donatello, todos de Melhor Atriz, além de ser indicada ao prêmio similar da Academia Britânica de Cinema e Televisão.  Contracenando com ela, acha-se Omar Sharif, com uma ótima atuação.  A química entre os dois é evidente.  A surpresa é Sharif cantar em dueto com Barbra a canção "You Are Woman, I Am Man".  Entre os atores coadjuvantes, destacam-se as atuações de Walter Pidgeon e Kay Medford.  Anne Francis, também uma ótima atriz, tem uma participação bastante limitada.

CAA