Filmes por gênero

GAROTA, INTERROMPIDA (1999)

Girl, interrupted
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Durchgeknallt (Alemanha)
Vida Interrompida (Portugal)
Ragazze interrotte (Itália)
Une vie volée (França)
Pais: Estados Unidos, Alemanha
Gênero: Drama
Direção: James Mangold
Roteiro: James Mangold, Lisa Loomer, Anna Hamilton Phelan
Produção: Douglas Wick, Cathy Konrad
Design Produção: Richard Hoover
Música Original: Mychael Danna
Música Não Original: Ray Evans, Bob Dylan
Fotografia: Jack N. Green
Edição: Kevin Tent
Direção de Arte: Jeff Knipp
Figurino: Arianne Phillips
Guarda-Roupa: Linda Matthews, Wendy M. Craig, Rory Valentine e outros
Maquiagem: Carol Schwartz, Jane Galli, Linda Grimes e outros
Efeitos Sonoros: Howell Gibbens, Fred Burke, Greg Steele e outros
Efeitos Especiais: Ron Bolanowski, Jeffrey Cox
Efeitos Visuais: Ralph Maiers
Nota: 7.0
Filme Assistido em: 2002

Elenco

Winona Ryder Susanna Kaysen
Angelina Jolie Lisa Rowe
Whoopi Goldberg Valerie Owens
Brittany Murphy Daisy Randone
Clea Duvall Georgina Tuskin
Elisabeth Moss Polly 'Torch' Clark
Vanessa Redgrave Dra. Sonia Wick
Kurtwood Smith Dr. Crumble
Jeffrey Tambor Dr. Melvin Potts
Jared Leto Tobias 'Toby' Jacobs
Ray Baker Carl Kaysen
Jillian Armenante Cynthia Crowley
Angela Bettis Janet Webber
Mary Kay Place Barbara Gilcrest
Bruce Altman Prof. Gilcrest
Misha Collins Tony
Christina Myers Enfermeira Margie
Alison Claire Enfermeira Gretta
Joanna Kerns Annette Kaysen
Travis Fine Enfermeiro John
Josie Gammell Sra. McWilley
KaDee Strickland Bonnie Gilcrest
Christian Monroe Ronny
Sally Bowman Maureen
Rebecca Derrick Lillian
Irene Longshore Connie

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Angelina Jolie)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Angelina Jolie)

Indicações

Prêmios para Jovens Artistas, EUA

Prêmio de Melhor Atriz Jovem (Brittany Murphy)

Sinopse

Em 1967, na cidade de Boston, após concluir seu curso secundário, Susanna Kaysen acha-se meio perdida.  Deprimida, após dormir com o marido de uma amiga da família, ela toma um vidro de aspirina misturado com uma garrafa de vodca, o que quase a leva à morte.  Para ela, tal atitude foi apenas uma tentativa desesperada para curar uma forte dor de cabeça;  para outros, uma efetiva tentativa de suicídio.

Por indicação dos pais, ela consulta o psicanalista Dr. Crumble, o qual sugere que ela seja enviada ao Hospital Psiquiátrico Claymoore para um período de repouso e reabilitação.  Seu diagnóstico é o de "Distúrbio de Limite de Personalidade".

Uma vez na Instituição, ela passa a conviver com outras jovens, mais ou menos de sua idade, mas com problemas reais em diferentes graus de enfermidade mental:  Georgina Tuskin, uma mentirosa patológica e sua colega de quarto; Daisy Randone, vítima de abuso sexual que se nega a comer na presença de outras pessoas;  Polly, vítima de queimaduras que a deixaram com o rosto cheio de cicatrizes e uma baixa auto-estima;  Lisa Rowe, uma carismática sociopata e maior dor de cabeça do staff do Hospital, principalmente da enfermeira Valerie Owens, pela influência que ela exerce sobre as outras internas.

No início, Susanna tem problemas com Lisa, principalmente por sua rebeldia e impaciência, mas acaba criando um relacionamento bastante complexo, em que tentam compreender-se, apesar das diferenças.  O problema é que quanto mais ela se aproxima de Lisa, mais problemática ela se torna, dificultando seu relacionamento com os funcionários e médicos da Instituição.

Depois que Daisy recebe alta e vai morar num pequeno apartamento dado por seus pais, Susanna e Lisa fogem do Hospital e vão bater à sua porta.  Daisy ainda se acha instável e Lisa, como sempre, aproveita-se da situação para diminuí-la, para baixar sua auto-estima.  Na manhã seguinte, Susanna a encontra morta por enforcamento.  Horrorizada, percebe que Lisa não é apenas uma má influência, mas a principal causa dela ainda estar internada, um ano após ter dado entrada em Claymoore.

Assim, Susanna entra num período de auto-conhecimento, contando com a ajuda da Dra. Sonia Wick, num verdadeiro esforço de reabilitação.  Depois de algum tempo, ela finalmente consegue sua alta, ao receber o diagnóstico final de "Limite Recuperado".

Na última reunião com os responsáveis pela Instituição, ela informa que seu pai lhe conseguiu um emprego em meio período numa livraria, bem como, que vai morar num pequeno apartamento com telefone, o que lhe permitirá um fácil contato com todos, principalmente considerando que, ainda por algum tempo, duas vezes por semana vai ficar vendo a Dra. Sonia Wick.

imagem imagem imagem

Comentários

Baseado nas memórias de Susanna Kaysen, "Garota, Interrompida" é um ótimo filme sobre o período em que a escritora esteve internada numa Instituição para doentes mentais.

Realizado pelo diretor James Mangold, que também participou da adaptação feita para o cinema, o filme brilha, antes de mais nada, por sua força dramática.  Embora com histórias diferentes, "Garota Interrompida" lembra um pouco "Um Estranho No Ninho", de Milos Forman, embora este último seja infinitamente melhor.

Além do ótimo trabalho apresentado por Mangold, o filme apresenta a excelente fotografia de Jack N. Green e magníficas interpretações.  No elenco, o grande nome é o de Angelina Jolie, ganhadora do Oscar e do Globo de Ouro de Melhor Atriz, seguido pelos de Winona Ryder e Whoopi Goldberg.  A grande Vanessa Redgrave também está ótima num papel menor.

CAA