Filmes por gênero

GUERRA E PAZ (1956)

War and peace
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Guerre et paix (França, Canadá)
Guerra e pace (Itália)
Guerra y paz (Espanha)
La guerra y la paz (Argentina, México, Venezuela)
Krieg und frieden (Alemanha)
Krig och fred (Suécia)
Oorlog en vrede (Holanda)
Wojna i pokój (Polônia)
Война и мир (União Soviética)
Pais: Estados Unidos, Itália
Gênero: Drama, Guerra, Épico, Romance
Direção: King Vidor
Roteiro: Gian Gaspare Napolitano, Mario Soldati
Produção: Dino De Laurentiis, Carlo Ponti
Música Original: Nino Rota
Direção Musical: Franco Ferrara
Coreografia: Aurel Milloss
Fotografia: Jack Cardiff
Edição: Leo Cattozzo
Direção de Arte: Mario Chiari
Figurino: Maria De Matteis
Guarda-Roupa: Maria De Matteis
Maquiagem: Alberto de Rossi, Bud Bashaw Jr.
Efeitos Sonoros: Leslie Hodgson, Charles Knott
Efeitos Especiais: Costel Grozea
Nota: 8.7
Filme Assistido em: 1958

Elenco

Audrey Hepburn Natasha Rostov
Henry Fonda Pierre Bezukhov
Mel Ferrer Príncipe Andrei Bolkonsky
Vittorio Gassman Anatole Kuragin
Herbert Lom Napoleão Bonaparte
Oskar Homolka Marechal de Campo Kutuzov
Anita Ekberg Princesa Hélène Kuragine
Helmut Dantine Dolokhov
Tullio Carminati Príncipe Vasili Kuragine
Barry Jones Príncipe Mikhail Andreevich Rostov
Milly Vitale Lisa Bolkonskaya
Lea Seidl Condessa Rostov
Anna-Maria Ferrero Maria Bolkonskaya
Wilfrid Lawson Príncipe Bolkonsky
May Britt Sonya Rostov
Jeremy Brett Nikolai Rostov
Patrick Crean Denisov
Sean Barrett Petya Rostov
Gertrude Flynn Mariya Peronskaya
John Mills Platon Karatsev
Michael Tor Papa
Savo Raskovitch Czar Alexander
Gualtiero Tumiati Conde Kirill Bezukhov
Marianne Leibl Vera, irmã de Natasha
Guido Celano Victor

Prêmios

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira (Itália)

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Trilha Sonora (Nino Rota )

Prêmio Fita de Prata de Melhor Design de Produção (Mario Chiari)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Direção (King Vidor)

Oscar de Melhor Figurino a cores (Maria De Matteis)

Oscar de Melhor Fotografia a Cores (Jack Cardiff)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Atriz Britânica (Audrey Hepburn)

Prêmio de Melhor Filme (Itália, Estados Unidos)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Prêmio de Melhor Direção (King Vidor)

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Audrey Hepburn)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Oskar Homolka)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (King Vidor)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Atriz (Audrey Hepburn)

Prêmios Bambi, Alemanha

Prêmio Bambi de Melhor Atriz Internacional (Audrey Hepburn)

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Produção (Ponti-De Laurentiis Cinematografica)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Na Moscou do início do século XIX, Natasha é uma bela jovem pertencente à aristocrática família Rostov.  Pierre Bezukhov é um pacifista amigo da família.  Natasha sente uma atração por Pierre, mas este entra num casamento sem amor com sua sensual prima, a princesa Hélène. Quando sua mulher se envolve com outro homem, Pierre se bate em duelo.  Mesmo sobrevivendo ao mesmo, Hélène o abandona.

O príncipe Andrei Bolkonsky, um oficial militar amigo de Pierre, segue para a Áustria a fim de se juntar às forças do Gen. Kutuzov, num esforço para derrotar o exército de Napoleão, mas acaba prisioneiro quando da batalha de Austerlitz.  Após a assinatura do armistício, é libertado, voltando à Rússia. Durante uma caçada a raposas, Natasha conhece Andrei.  Mais tarde, eles dançam e se sentem atraídos um pelo outro.  Entretanto, não aceitando o romance dos dois, o pai de Andrei faz com que ele viaje para a Polônia, numa missão diplomática.

Natasha assiste a uma ópera, onde conhece Anatole, irmão da princesa Hélène.  Embora Natasha não saiba, Anatole é um libertino, casado.  O envolvimento entre os dois logo termina. Em 1812, à frente de um grande exército, Napoleão invade a Rússia.  Na batalha de Borodino, Andrei é gravemente ferido.  As tropas russas decidem não defender Moscou.  Natasha e sua família fogem, deixando para trás tudo o que possuem.

Nesse meio tempo, Pierre pretende assassinar Napoleão, mas termina prisioneiro dos soldados franceses.  Entretanto, com a chegada de um inverno rigoroso, as tropas napoleônicas se vêem obrigadas a bater em retirada, quando milhares de soldados morrem. Ao conseguir escapar da prisão, Pierre retorna à Moscou onde, finalmente, ele e Natasha vão poder ficar juntos.

imagem

Comentários

Baseado numa obra-prima do famoso escritor Leon Tolstoi, "Guerra e Paz" é um excelente filme.  Realizada pelo cineasta King Vidor, essa super produção épica preenche todos os quesitos de um grande filme:  um bom roteiro, uma consistente direção, uma magnífica trilha sonora, uma belíssima fotografia, além de interpretações marcantes de um elenco de primeira grandeza, onde sobressaem as atuações de Audrey Hepburn, Henry Fonda,  Mel Ferrer e Oskar Homolka.

"Guerra e Paz" apresenta momentos maravilhosos, dentre os quais encontram-se várias cenas das batalhas.

CAA