Filmes por gênero

GUNGA DIN (1939)

Gunga Din
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Aufstand in Sidi Hakim (Alemanha, Áustria)
Gunga Din - lansiärernas hjälte (Suécia)
Ганга Дин (União Soviética)
Гунга Дин (Bulgária)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Aventura, Guerra
Direção: George Stevens
Roteiro: Joel Sayre, Fred Guiol
Produção: George Stevens
Música Original: Alfred Newman
Fotografia: Joseph H. August
Edição: Henry Berman, John Lockert
Direção de Arte: Van Nest Polglase
Figurino: Edward Stevenson
Guarda-Roupa: Bill Durant, Pat Williams, Wesley Trist e outros
Maquiagem: Mel Berns, Dan Berns, Irving Berns e outros
Efeitos Sonoros: James G. Stewart, John E. Tribby
Efeitos Especiais: Vernon L. Walker
Efeitos Visuais: P. Brook, G. Swartz, M. Zamora e outros
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1946

Elenco

Cary Grant Sargento Archibald Cutter
Victor McLaglen Sargento MacChesney
Douglas Fairbanks Jr. Sargento Thomas Ballantine
Sam Jaffe Gunga Din
Joan Fontaine Emmy Stebbins
Montagu Love Coronel Weed
Eduardo Ciannelli Guru
Robert Coote Sgt. Bertie Higginbotham
Abner Biberman Chota
Lumsden Hare Major Mitchell
Cecil Kellaway Sr. Stebbins
Charles Bennett Telegrafista
Fay McKenzie Garota na Festa
George Regas Criminoso
Ann Evers Garota na Festa
Olin Francis Fulad
Bryant Fryer Sargento escocês
Jamiel Hasson Líder dos criminosos
Audrey Manners Garota na Festa
Clive Morgan Capitão Lanceiro
Reginald Sheffield Jornalista Kipling
Roland Varno Ten. Markham

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Fotografia em Preto e Branco (Joseph H. August )

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Na Índia do século XIX, os fios do Telégrafo são cortados  por nativos em revolta contra os britânicos.  O coronel Weed ordena que os sargentos Archibald Cutter, MacChesney e Thomas Ballantine façam os reparos necessários.

Eles chegam a um Posto Avançado onde todos foram mortos pelos nativos.  Um franco - atirador inicia uma batalha e a cavalaria ataca.  Ballantine joga uma banana de dinamite para Cutter arremessar.  Os três escapam pulando de um muro num rio e voltam.  

Ballantine demite-se para se casar com Emmy Stebbins.  Bertie Higginbotham se prepara para substituir Ballantine, mas leva uma surra de Cutter e MacChesney e termina no hospital.  Assim, Ballantine é obrigado a se juntar aos amigos.

Cutter bebe e sugere a MacChesney que eles poderiam apanhar o ouro de um templo.  Mas MacChesney o nocauteia e o prende.  Gunga Din, um carregador de água que se tornara amigo de Cutter, usa um elefante para soltar o amigo e os dois fogem.  Depois de cruzarem uma ponte para pedestres, eles encontram o templo.

Eles observam o ritual dos nativos.  Cutter estrangula um dos nativos e pede a Gunga Din para ir buscar ajuda.  Cutter termina sendo preso e torturado.  Gunga Din reporta que Cutter foi capturado.  Os amigos chegam e são trancados no local onde se acha Cutter.  MacChesney é chicoteado.  

As tropas britânicas aproximam-se do local sem imaginarem que estão marchando em direção a uma armadilha.  Os amigos lutam.  Cutter é baleado, MacChesney é dominado, Ballantine é capturado e Gunga Din é ferido por uma baioneta, mas, para alertar as tropas britânicas, ele consegue tocar sua corneta até ser mortalmente ferido.  Cutter atira num homem que estava a ponto de degolar MacChesney e Ballantine.

O coronel Weed organiza seus homens para um ataque ao templo e,  face à presença de canhões, os nativos se rendem.  Os sargentos são, então, resgatados e a Gunga Din são dadas todas as honras devidas a um herói.

imagem

Comentários

Baseado num famoso poema de Rudyard Kipling, "Gunga Din" merece um lugar na lista dos grandes filmes de aventura produzidos nos anos 30.

Realizado pelo cineasta californiano George Stevens, o filme, marcado por cenas de bravura e heroísmo, procura exaltar a honra de servir à Sua Majestade, o Império Britânico.  Aspectos políticos à parte, "Gunga Din" tem tudo para agradar a quem o assiste:  uma boa história, um ótimo roteiro, a direção segura de Stevens e carisma.

Algumas cenas são memoráveis como, por exemplo, as do elefante sobre a ponte e de Gunga Din, ferido, tocando sua corneta para alertar as tropas britânicas.

Há ainda a ressaltar as magníficas interpretações de Cary Grant, Douglas Fairbanks Jr., Victor McLaglen, Sam Jaffe e Eduardo Ciannelli.  Embora correta, a participação de Joan Fontaine é pequena.

CAA