Filmes por gênero

HAVANA (1990)

Havana
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Habana (Espanha)
Havanna (Austria, Alemanha, Hungria)
Hawana (Polônia)
Гавана (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Romance, Revolução
Direção: Sydney Pollack
Roteiro: Judith Rascoe, David Rayfiel
Produção: Sydney Pollack, Richard A. Roth
Design Produção: Terence Marsh
Música Original: Dave Grusin
Direção Musical: Dave Grusin
Coreografia: Vincent Paterson
Fotografia: Owen Roizman
Edição: William Steinkamp, Fredric Steinkamp
Direção de Arte: George Richardson
Figurino: Bernie Pollack
Guarda-Roupa: Kelly Porter, Marie Boller
Maquiagem: Dennis Liddiard
Efeitos Sonoros: J. Paul Huntsman, Mark Smith , Don Brown e outros
Efeitos Especiais: William Dawson, Tony Vandenecker
Nota: 7.1
Filme Assistido em: 1991

Elenco

Robert Redford Jack Weil
Lena Olin Roberta Duran
Alan Arkin Joe Volpi
Tomas Milian Coronel Menocal
Daniel Davis Marion Chigwell
Tony Plana Julio Ramos
Betsy Brantley Diane
Lise Cutter Patty
Richard Farnsworth Professor
Mark Rydell Meyer Lansky
Vasek Simek Willy
Fred Asparagus Baby Hernandez
Richard Portnow Mike MacClaney
Dion Anderson Roy Forbes
Carmine Caridi Capitão Potts
Salvador Levy Tenente Faustino, segurança de Menocal
Raul Julia Arturo Duran
Owen Roizman Santos
Segundo Tarrau Ricardo
Félix Germán Tomás
Giovanna Bonnelly Monica
Franklin Rodríguez José
Hugh Kelly Carlos
Carmen De Franco Avó de Monica
Carlos Miranda Inspetor
Enrique Chao Barros Inspetor
Bonita Marco Stripper
Sharon Velez Stripper
Darlene Wynn Stripper

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Trilha Sonora (Dave Grusin)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original (Dave Grusin)

Prêmios Grammy, EUA

Grammy de Melhor Composição Instrumental escrita para o Cinema ou Televisão (Dave Grusin)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Cuba, dezembro de 1958.  Durante a travessia Miami - Havana, a bordo de um navio, Jack Weil, um jogador profissional, conhece a bela Roberta, mulher de Arturo Duran, um revolucionário que luta contra o regime ditatorial de Fulgêncio Batista.  No salão de baile, ao dançar com ela, Jack descobre que ela vem trazendo contrabando em seu carro, que diz tratar-se de perfumes.  É quando ela lhe oferece US$ 800 para que ele passe com o veículo pela Alfândega cubana.  Como bom jogador, ele aceita a oferta e o risco.  Ao receber 50% do pagamento, adiantados, e a chave do carro, ele vai até o veículo e descobre que o contrabando é de rádios e não de perfumes.

Uma vez em Havana, ela o procura no Cassino Lido, a fim de concluir a transação.  Na ocasião, ele elogia sua beleza e tenta conquistá-la, mas ela se esquiva alegando ser uma mulher casada.  Sem que ela veja, ele devolve o dinheiro recebido, colocando-o na bolsa dela.

Joe Volpi, gerente do Cassino, não se mostra interessado em organizar uma mesa de pôquer, face à situação político-financeira do País.  Entretanto, quando Jack encontra um outro local para jogar, Volpi vai até ele e o trás de volta, prometendo conseguir clientes para a formação de uma boa mesa de jogo.

Juntamente com um amigo jornalista e duas turistas americanas, Diane e Patty, Jack entra em um Café, onde encontra Roberta e seu marido, Arturo.  O casal o convida para jantar, oportunidade em que Arturo lhe agradece pelo favor por ele prestado à sua mulher.  Enquanto isso, o SIM  (Serviço de Inteligência Militar), prende e tortura os que são considerados subversivos pelo regime vigente.

Ao chegarem em casa, Arturo e Roberta têm seu imóvel invadido e revistado, após o que são presos e levados para a Sede do SIM.  No dia seguinte, os jornais noticiam a morte de Arturo.

Volpi avisa Jack sobre uma mesa de pôquer, por ele organizada, onde estarão presentes, entre outros, um milionário canadense, o Cel. Menocal, chefe do SIM, o Ten. Faustino, assessor de Menocal e Baby Hernandez.  O jogo se realiza e Jack é o grande vitorioso.  De posse de um vultoso cheque, assinado pelo tenente Faustino e referente a dívidas de jogo, Jack o procura e lhe oferece passaporte americano, dinheiro e quitação da dívida, em troca da liberdade de Roberta.

Esta é solta e, ao sair do prédio em que fora torturada, encontra Jack a esperando na calçada.  Ele a leva até seu apartamento onde, depois de tomar banho, ela lhe pede para descansar um pouco.  Aproveitando o momento, Jack se recolhe em outro aposento para dar um cochilo.  Ao se acordar, ele encontra apenas um bilhete no qual ela agradece a atenção recebida e lhe dá adeus.

Sentindo-se apaixonado pela bela mulher, ele vai até Santa Clara, pequena cidade da qual ela lhe falara.  No caminho, só encontra destruição e morte.  Com ajuda de um garoto da região, ele chega até a casa onde ela se acha.  Depois de muita insistência, consegue fazer com que ela volte para Havana.  Uma vez em seu apartamento, Jack consegue dobrar a resistência de Roberta e os dois, enfim, se amam.

No dia seguinte, após ser ameaçado por dois homens, Jack tem um encontro com Menocal, oportunidade em que o coronel lhe mostra fotos dele com Roberta, bem como, o leva a um pequeno cômodo onde ele encontra Arturo, vivo.  Ao retornar a seu apartamento, é recebido com beijos por Roberta.  Ele lhe fala sobre seu marido, com quem estivera minutos antes.  Ela fica arrasada e vai embora em seguida.

A cidade comemora a chegada do Ano Novo.  A alta sociedade participa de um baile de gala quando ocorre a marcha dos rebeldes sobre Havana, iniciando a queda da ditadura de Batista, que levaria Fidel Castro ao posto máximo do País.

Jack prepara-se para voltar para os Estados Unidos, quando Roberta o encontra num Café.  Os dois conversam, abraçam-se e se despedem.  Quatro anos depois, de uma praia deserta de Key West, na Flórida, ele lança um olhar saudoso em direção à ilha de Cuba.

imagem

Comentários

"Havana" é um ótimo drama romântico.  Dirigido e co-produzido pelo cineasta Sydney Pollack, a partir de uma história escrita por Judith Rascoe, que também participou da elaboração do roteiro, o filme aborda a decadência e a corrupção, por um lado, e o idealismo, pelo outro, que antecederam à queda da ditadura de Fulgêncio Batista, em Cuba, e a conseqüente ascenção ao poder de Fidel Castro.

A atenção dada por Pollack aos detalhes, uma de suas marcas, acha-se presente e isso não se limita apenas aos conteúdos psicológicos e emocionais da história.  O roteiro, muito bem escrito, apresenta algumas surpresas e reviravoltas.  O final lembra um pouco o de "Casablanca", quando Rick, vivido por Humphrey Bogart, depois de renunciar ao seu amor pela bela Ilsa  (Ingrid Bergman), em favor do marido dela, observa a decolagem do avião que conduz o casal para Lisboa.

A trilha sonora de Dave Grusin é magnífica e o elenco é um outro ponto forte do filme.  Além de Robert Redford e Lena Olin, nos papéis principais, destacam-se ainda as atuações de Alan Arkin, Raul Julia, Fred Asparagus e Tomas Milian.  Redford, um dos atores preferidos de Pollack, já havia anteriormente trabalhado com o cineasta em seis outras produções, dentre as quais encontram-se "Esta Mulher é Proibida", de 1966, e "Três Dias do Condor", de 1975.

CAA