Filmes por gênero

ENCONTROS E DESENCONTROS (2003)

Lost in translation
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O amor é um lugar estranho (Portugal)
Traduction infidèle (Canadá francês)
Lost in Translation - L'amore tradotto (Itália)
Pais: Estados Unidos, Japão
Gênero: Comédia Dramática
Direção: Sofia Coppola
Roteiro: Sofia Coppola
Produção: Ross Katz, Sofia Coppola
Design Produção: K. K. Barrett, Anne Ross
Música Original: Kevin Shields
Fotografia: Lance Acord
Edição: Sarah Flack
Direção de Arte: Mayumi Tomita
Figurino: Nancy Steiner
Guarda-Roupa: Haruka Takahashi, Noriko Hattori, Anita Louise Brown
Maquiagem: Morag Ross, Akemi
Efeitos Sonoros: Glenn Kasprzycki, Richard Beggs, Drew Kunin e outros
Efeitos Visuais: Travis Dutch
Nota: 8.7
Filme Assistido em: 2004

Elenco

Scarlett Johansson Charlotte
Bill Murray Bob Harris
Akiko Takeshita Sra. Kawasaki
Kazuko Shibata Agente da Imprensa
Catherine Lambert Cantora de jazz
François du Bois Pianista
Giovanni Ribisi John
Anna Faris Kelly
Ryuichiro Baba Recepcionista do Hotel
Akira Yamaguchi Boy do Hotel
Tim Leffman Guitarrista
Gregory Pekar Homem de negócios
Richard Allen Homem de negócios
Yutaka Tadokoro Diretor Comercial
Tetsuro Naka Fotógrafo
Hiroko Kawasaki Hiroko
Asuka Shimuzu Tradutora de Kelly
Hiroshi Kawashima Barman do nightclub
Shigekazu Aida Sr. Valentine

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Roteiro Original

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Ator (Bill Murray)

Prêmio de Melhor Atriz (Scarlett Johansson)

Prêmio de Melhor Edição

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Ator (Bill Murray)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Direção (Sofia Coppola)

Prêmio de Melhor Ator (Bill Murray)

Associação dos Críticos de Cinema de Toronto, Canadá

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Roteiro

Prêmio de Melhor Ator (Bill Murray)

Festival Robert de Copenhague, Dinamarca

Robert de Melhor Filme Americano

Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Brasil

Prêmio da Crítica - Categoria Internacional

Festival Internacional de Valladolid, Espanha

Prêmio FIPRESCI (Sofia Coppola)

Prêmio de Melhor Direção (Sofia Coppola)

Festival Internacional de Veneza, Itália

Prêmio Lina Mangiacapre (Sofia Coppola)

Prêmio Upstream de Melhor Atriz (Scarlett Johansson)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Musical ou Comédia

Prêmio de Melhor Roteiro

Prêmio de Melhor Ator em um Musical ou Comédia (Bill Murray)

Instituto Australiano de Cinema

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca

Bodil de Melhor Filme Americano

Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França

César de Melhor Filme Estrangeiro

Prêmios do Cinema Alemão

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Prêmios Leão Tcheco, Praga, República Tcheca

Leão Tcheco de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Sindicato Francês dos Críticos de Cinema, França

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Diretor de Filme Estrangeiro (Sofia Coppola)

Indicações

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Fotografia

Prêmio David Lean de Melhor Direção (Sofia Coppola)

Prêmio Anthony Asquith de Melhor Música

Prêmio de Melhor Roteiro Original

Academia do Cinema Europeu

Prêmio Internacional (Sofia Coppola)

Festival Internacional de Valladolid, Espanha

Prêmio Espiga de Ouro (Sofia Coppola)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Direção (Sofia Coppola)

Prêmio de Melhor Atriz em um Musical ou Comédia (Scarlett Johansson)

Grande Prêmio Brasileiro de Cinema, Brasil

Prêmio de Melhor Longa-Metragem Estrangeiro

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Filme Estrangeiro

Prêmios Leão Tcheco, Praga, República Tcheca

Leão Tcheco de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme

Oscar de Melhor Ator (Bill Murray)

Oscar de Melhor Direção (Sofia Coppola)

Instituto Australiano de Cinema

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Ator do Ano (Bill Murray)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Bob Harris é um ator hollywoodiano em declínio, que se acha em Tóquio para fazer um trabalho como garoto-propaganda de uma marca de whisky.  Charlotte está em Tóquio simplesmente para acompanhar o marido, John, um fotógrafo, que é obrigado a negligenciá-la por causa dos inúmeros compromissos de trabalho.

Tanto Bob quanto Charlotte e seu marido, encontram-se hospedados no mesmo hotel.  Sofrendo com a diferença de fuso horário, Bob e Charlotte não conseguem dormir, de modo que, os dois vão até o bar do hotel, onde casualmente se encontram e começam a conversar.  Nos dias que se seguem, eles continuam a se encontrar e, em pouco tempo, tornam-se grandes amigos.  Charlotte tem um grupo de amigos na cidade, de modo que, quando John viaja por alguns dias a trabalho, ela convida Bob para acompanhá-la nessas saídas com o referido grupo, do qual faz parte uma jovem atriz chamada Kelly.

Ao fim de uma semana, quando Bob conclui seu trabalho e tem que retornar aos Estados Unidos, tanto ele quanto Charlotte sentem que vão sentir muito essa separação, muito embora em nenhum momento tivesse ocorrido qualquer tipo de envolvimento sexual entre eles.

imagem imagem imagem

Comentários

"Encontros e Desencontros" é um ótimo filme, cujo êxito cabe em grande parte ao excelente trabalho de Sofia Coppola, responsável pelo roteiro e pela direção.  Com relação à direção, em nenhum momento ela se esquece do que está tentando fazer com o filme nem tenta manipular o espectador.  Sofia consegue criar com sucesso uma química especial entre Bob e Charlotte e, sem colocar em questão a diferença de idade entre os dois, mostrar uma bela história de carinho e respeito entre um homem e uma mulher.  Em relação ao seu primeiro filme como diretora, 'As Virgens Suicidas', "Encontros e Desencontros" é superior em quase todos os aspectos.

A trilha sonora é excelente.  Quanto à fotografia, embora muito elogiada, não faz o meu gênero.

Bill Murray e Scarlett Johansson, respectivamente nos papéis de Bob Harris e Charlotte, estão impecáveis.  Com relação a Bill Murray, talvez esta seja a melhor interpretação de toda sua carreira.  Quanto à Scarlett Johansson, uma jovem atriz de apenas 19 anos, consegue passar todo o sentimento que alguém, nas mesmas circunstâncias, sentiria.  Acredito que sua atuação nesse filme vai levá-la ao pequeno círculo que forma a elite das jovens atrizes americanas.

CAA