Filmes por gênero

INSTINTO SELVAGEM (1992)

Basic Instinct
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Instinto fatal (Portugal)
Basic Instinct - Istinto di base (Itália)
Instinto básico (Espanha)
Bajos instintos (Argentina, México, Peru, Uruguai)
Iskallt Begär (Suécia)
Iskoldt begær (Dinamarca)
Sirove strasti (Croácia)
Elemi ösztön (Hungria)
Pais: França, Estados Unidos
Gênero: Drama, Mistério, Suspense
Direção: Paul Verhoeven
Roteiro: Joe Eszterhas
Produção: Alan Marshall
Design Produção: Terence Marsh
Música Original: Jerry Goldsmith
Direção Musical: Harry Shannon
Fotografia: Jan de Bont
Edição: Frank J. Urioste
Figurino: Ellen Mirojnick, Nino Cerruti
Guarda-Roupa: Michael Dennison, Michael Becker, Deborah Hopper
Maquiagem: Catherine Childers, Laura De'Atley, David Forrest e outros
Efeitos Sonoros: Scott Hecker, Douglas Greenfield, Fred Runner e outros
Efeitos Especiais: John Frazier, Jim Schwalm, Steve Riley e outros
Efeitos Visuais: Al Magliochetti, Peter Kuran, Rob Bottin, Sam Sainz e outros
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 1993

Elenco

Michael Douglas Detetive Nick Curran
Sharon Stone Catherine Tramell
George Dzundza Gus Moran
Jeanne Tripplehorn Dra. Beth Garner
Denis Arndt Tenente Walker
Leilani Sarelle Roxy
Bruce A. Young Andrews
Dorothy Malone Hazel Dobkins, amiga de Catherine
Chelcie Ross Capitão Talcott
Wayne Knight John Correli
Daniel von Bargen Tenente Nilsen
Stephen Tobolowsky Dr. Lamott
Benjamin Mouton Harrigan
Jack McGee Xerife
Bill Cable Johnny Boz
Stephen Rowe Investigador de Assuntos Internos
Mitch Pileggi Investigador de Assuntos Internos
William Duff-Griffin Dr. Myron
James Rebhorn Dr. McElwaine
Adilah Barnes Enfermeira
Mary Ann Rodgers Enfermeira
David Wells Examinador com Polígrafo
Peter Appel Detetive
Michael David Lally Detetive
Juanita Jennings Recepcionista
Kayla Blake Amiga de Roxy

Prêmios

Prêmios Golden Screen, Alemanha

Prêmio Golden Screen (Scotia)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Edição (Frank J. Urioste)

Oscar de Melhor Trilha Sonora (Jerry Goldsmith)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Sharon Stone)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Jerry Goldsmith)

Academia de Filmes de Ficção Científica, Fantasia e Horror, USA

Prêmio de Melhor Filme de Horror

Prêmio de Melhor Direção (Paul Verhoeven)

Prêmio de Melhor Atriz (Sharon Stone)

Prêmio de Melhor Roteiro (Joe Eszterhas )

Prêmio de Melhor Música (Jerry Goldsmith)

Associação dos Críticos de Cinema de Chicago

Prêmio de Melhor Atriz (Sharon Stone)

Academia Japonesa de Cinema, Japão

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Festival Internacional de Cannes, França

Prêmio Palma de Ouro (Paul Verhoeven)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Quando o astro do rock e proprietário de um clube noturno de São Francisco, Johnny Boz, é encontrado morto, amarrado à sua cama, o detetive Nick Curran, do Depto. de Homicídios,  é indicado para o caso.  Ele tem um passado ligado ao alcoolismo e a drogas, mas se encontra afastado dos mesmos.  Na Polícia, ele tem um caso com a Dra. Beth Garner, psiquiatra que, a pedido dos Serviços Internos, está avaliando se ele se acha mentalmente apto a exercer suas atividades.

Durante as investigações, Nick chega à bela e rica escritora bissexual, Catherine Tramell, que tinha um caso com o cantor e que se tornou a principal suspeita do assassinato, por não ter álibi e por ter estado com ele no dia do crime.  Catherine, formada em psicologia e literatura pela Universidade de Berkley, conhecera e tivera um relacionamento com a Dra. Beth, na época.  No momento, ela mantém uma relação homossexual  com Roxy, uma mulher extremamente ciumenta.

Em seu último livro, Catherine fala de um cantor de rock aposentado que é morto, amarrado à sua cama, por uma loura.  Tal coincidência, faz com que a Dra. Beth passe também a trabalhar no caso.  Por outro lado, com seu jeito insinuante e aparentemente fatal, Catherine seduz Nick que, obcecado por ela, começa a perder o controle da situação.  Apesar de ter consciência dos riscos que corre, o detetive se expõe cada vez mais, mesmo quando novas mortes ocorrem.

imagem

Comentários

"Instinto Selvagem" é um ótimo filme de suspense, que passa por muitas reviravoltas e deixa o espectador sem ter idéia de como será o seu desfecho.

Com um roteiro muito bom, Paul Verhoeven consegue manter um ótimo nível de suspense, ao mesmo tempo em que apresenta uma série de momentos repletos de tensão sexual.  A cruzada de pernas de Sharon Stone, que não usava calcinha, ficou célebre.

O elenco principal está muito bem, com destaque para a atuação da bela e sensual Sharon Stone.  O filme apresenta, ainda, uma excelente trilha sonora, uma bela fotografia e um magnífico trabalho de edição.

CAA