Filmes por gênero

O CARTEIRO E O POETA (1994)

Il postino (Itália)
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O carteiro de Pablo Neruda (Portugal)
Le facteur (França, Canadá)
The postman (USA)
El cartero (Espanha, México, Argentina)
Der postmann (Alemanha)
Il postino - postiljonen (Suécia)
De postbode (Holanda)
Postbudet (Dinamarca)
Pais: Itália, França, Bélgica
Gênero: Drama, Romance, Comédia, Biográfico
Direção: Michael Radford
Roteiro: Michael Radford, Anna Pavignano, Massimo Troisi, G. Scarpelli
Produção: Mario Cecchi Gori, Vittorio Cecchi Gori, Gaetano Daniele
Design Produção: Lorenzo Baraldi
Música Original: Luis Bacalov
Fotografia: Franco Di Giacomo
Edição: Roberto Perpignani
Figurino: Gianna Gissi
Guarda-Roupa: Yvette Bonnay, Alberta Ceccarelli, Rita Cirilli
Maquiagem: Alfredo Marazzi, Simone Marazzi, Léone Noël
Efeitos Sonoros: Franco Finetti, Massimo Loffredi, Fabio Venturi e outros
Nota: 9.0
Filme Assistido em: 1996

Elenco

Philippe Noiret Pablo Neruda
Massimo Troisi Mario Ruoppolo
Maria Grazia Cucinotta Beatrice Russo
Linda Moretti Donna Rosa
Renato Scarpa Telegrafista
Anna Bonaiuto Matilde
Mariano Rigillo Di Cosimo
Simona Caparrini Elsa Morante
Sergio Solli .
Carlo Di Maio .
Nando Neri .
Vincenzo Di Sauro .
Orazio Stracuzzi .

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Trilha Sonora (Luis Bacalov)

Academia Japonesa de Cinema, Japão

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio David Lean de Melhor Direção (Michael Radford)

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira (Mario Cecchi Gori, Vittorio Cecchi Gori, Gaetano Daniele, Michael Radford)

Prêmio Anthony Asquith de Melhor Música (Luis Bacalov)

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Edição (Roberto Perpignani)

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Filme em Língua Estrangeira do Ano (Itália)

Prêmio Diretor Britânico do Ano (Michael Radford)

Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Brasil

Prêmio do Público de Melhor Longa-Metragem (Michael Radford)

Prêmios Amanda - Festival de Haugesund, Noruega

Amanda de Melhor Filme Estrangeiro (Michael Radford)

Associação dos Críticos de Cinema da Argentina

Condor de Prata de Melhor Filme Estrangeiro (Michael Radford)

Associação dos Críticos de Cinema de Chicago

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Prêmios Cálices de Ouro, Itália

Prêmio Cálice de Ouro de Melhor Fotografia (Franco Di Giacomo)

Prêmio Cálice de Ouro de Melhor Música (Luis Bacalov)

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Trilha Sonora (Luis Bacalov)

Prêmio Fita de Prata Especial (Massimo Troisi)

Prêmio Fita de Prata de Melhor Produção (Mario Cecchi Gori, Vittorio Cecchi Gori)

Círculo dos Críticos de Cinema de Kansas City, USA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Prêmios Lumière, França

Prêmio Lumière de Melhor Filme Estrangeiro (Michael Radford)

Festival Robert de Copenhague, Dinamarca

Robert de Melhor Filme Estrangeiro (Michael Radford)

Prêmios Sant Jordi de Barcelona

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro (Michael Radford)

Prêmio do Público de Melhor Filme Estrangeiro (Michael Radford)

Sociedade dos Críticos de Cinema do Texas, EUA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Prêmios Turia, Espanha

Prêmio do Público de Melhor Filme Estrangeiro (Michael Radford)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Direção (Michael Radford)

Oscar de Melhor Filme (Gaetano Daniele, Mario Cecchi Gori, Vittorio Cecchi Gori)

Oscar de Melhor Ator (Massimo Troisi)

Oscar de Melhor Roteiro Adaptado (Anna Pavignano, Michael Radford, Furio Scarpelli, Giacomo Scarpelli, Massimo Troisi)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Roteiro Adaptado (Anna Pavignano, Michael Radford, Furio Scarpelli, Giacomo Scarpelli, Massimo Troisi)

Prêmio de Melhor Ator (Massimo Troisi)

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Filme

David de Melhor Ator (Massimo Troisi)

David de Melhor Música (Luis Bacalov)

David de Melhor Ator Coadjuvante (Philippe Noiret)

David de Melhor Fotografia (Franco Di Giacomo)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Michael Radford)

Prêmios Cálices de Ouro, Itália

Prêmio Cálice de Ouro de Melhor Filme (Michael Radford)

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Fotografia (Franco Di Giacomo)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro (Michael Radford)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Mario Ruoppolo mora em uma remota ilha do Mediterrâneo, sem infra-estrutura, onde a grande maioria dos homens vive da pesca.  Só que ele não gosta de barcos e muito menos das velhas redes de pescaria.

Diante de um pai ignorante, como toda a população da ilha, Mario consegue ser carteiro, de um único endereço, o de Pablo Neruda, poeta chileno que chega à ilha em 1953, exilado de seu País por ser comunista.

Mario, homem naturalmente ingênuo, mas dotado de sensibilidade, encanta-se com a presença do importante poeta, a ponto de querer se tornar poeta também.  O contato que passa a ter com Neruda, desperta nele um conhecimento sobre si e seus sentimentos, abrindo seus olhos para ver o mundo limitado em que vive e que, agora, pode melhor entendê-lo.

Quando Mario apaixona-se e se casa com Beatrice, uma bela e sensual mulher, que trabalha para sua tia, no Café local, Neruda lhe fala das muitas Beatrices que inspiraram diversos poetas.  

Ao fim do exílio, o escritor retorna ao Chile, esquecendo-se do seu antigo carteiro, e este, movido pela dor do abandono, escreve uma poesia sobre a ilha e sobre Neruda, superando o famoso poeta.

imagem

Comentários

Baseado na obra de Antonio Skarmeta, "O Carteiro e o Poeta" é um excelente filme.  Realizado pelo cineasta Michael Radford, que também co-assina o roteiro, o filme fala de poesia, política, humor, amor.  E todos esses elementos fluem juntos numa produção que se caracteriza por grandes interpretações, por uma sólida direção, um roteiro inteligente, um ritmo adequado, uma magnífica trilha sonora e uma bela fotografia.

Massimo Troisi, que também participou da elaboração do roteiro, está perfeito no papel de Mario, o carteiro.   Philippe Noiret, consagrado e premiado ator francês, por seus desempenhos em filmes como, por exemplo, "Cinema Paradiso", está como sempre magnífico.

Enfim, "O Carteiro e o Poeta" é mais uma pérola do cinema mundial e, por conseguinte, um filme imperdível.

CAA