Filmes por gênero

OS CANHÕES DE NAVARONE (1961)

The guns of Navarone
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Les canons de Navarone (França)
I cannoni di Navarone (Itália)
Los cañones de Navarone (Espanha, México, Peru)
Die kanonen von Navarone (Alemanha)
Kanonerna på Navarone (Suécia)
Navarones kanoner (Dinamarca)
Dziala Navarony (Polônia)
Пушки Навароне (Rússia)
Pais: Reino Unido, Estados Unidos
Gênero: 2ª Guerra Mundial, Ação, Drama
Direção: J. Lee Thompson
Roteiro: Carl Foreman
Produção: Carl Foreman
Design Produção: Geoffrey Drake
Música Original: Dimitri Tiomkin
Direção Musical: Dimitri Tiomkin
Fotografia: Oswald Morris
Edição: Alan Osbiston
Guarda-Roupa: Olga Lehmann, Monty M. Berman
Maquiagem: George Frost, Wally Schneiderman
Efeitos Sonoros: John Cox, Chris Greenham, George Stephenson
Efeitos Especiais: Bill Warrington, Wally Veevers
Efeitos Visuais: Bob Cuff
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 1963

Elenco

Gregory Peck Capt. Keith Mallory
David Niven Cabo John Anthony Miller
Anthony Quinn Coronel Andrea Stavros
Stanley Baker Soldado Brown
Anthony Quayle Maj. Roy Franklin
James Darren Soldado Spyros Pappadimos
Irene Papas Maria Pappadimos
Gia Scala Anna
James Robertson Justice Comodoro Jensen
Richard Harris Líder do Esquadrão
Bryan Forbes Cohn
Allan Cuthbertson Maj. Baker
Michael Trubshawe Weaver
Percy Herbert Sgt. Grogan
Victor Beaumont Oficial alemão
Christopher Rhodes Artilheiro alemão
Carl Duering Operador de radar alemão
Wolf Frees Radio-operador alemão
Norman Wooland Capitão do Grupo
Albert Lieven Comandante
Nicholas Papakonstantinou Capitão do Barco de Patrulha
Bob Simmons Soldado alemão
George Mikell Sessler
Walter Gotell Muesel
Cleo Scouloudi Noiva

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhores Efeitos Especiais (Chris Greenham, Bill Warrington)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Dimitri Tiomkin)

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Drama

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme

Oscar de Melhor Direção (J. Lee Thompson)

Oscar de Melhor Roteiro Adaptado (Carl Foreman)

Oscar de Melhores Efeitos Sonoros (John Cox)

Oscar de Melhor Edição (Alan Osbiston)

Oscar de Melhor Trilha Sonora de uma Comédia ou Drama (Dimitri Tiomkin )

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Roteiro Britânico (Carl Foreman)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Direção (J. Lee Thompson)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (J. Lee Thompson)

Prêmios Grammy, EUA

Grammy de Melhor Album da Trilha Sonora de um Filme (Dimitri Tiomkin)

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Ator em um Drama (Gregory Peck)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1943, durante a 2ª Guerra Mundial, dois mil soldados britânicos lutam no Mar Egeu contra tropas do 3º Reich.  Eles se encontram em Kheros, uma ilha grega que os alemães planejam invadir.  É que o Alto Comando do Eixo, em Berlim, decidiu fazer uma demonstração de força próxima à costa da Turquia, com o intuito de fazer com que esse País entre na guerra do seu lado.

O melhor armamento deve ser utilizado e, assim, os britânicos podem ser facilmente dominados, a não ser que consigam fugir antes.  Porém, a única rota de fuga possível se encontra bloqueada por dois enormes canhões, controlados por radar, instalados em Navarone, uma pequena e estratégica ilha rochosa, separada de Kheros por um simples estreito.

Assim, para que os dois mil soldados possam ser evacuados em segurança, torna-se indispensável que os tais canhões sejam eliminados.  Bombardear Navarone, por via aérea, não é uma medida indicada, pois os poderosos canhões acham-se instalados em uma gruta localizada por baixo de uma fortaleza.  A única e remota possibilidade de sucesso, é tentar silenciar os canhões através de um pequeno grupo de homens que deverá escalar um enorme penhasco, invadir uma fortaleza nazista e explodir os canhões, numa missão praticamente suicida.

O major Roy Franklin é o oficial designado pela Inteligência Britânica para liderar um comando de seis homens com a missão de explodir os canhões de Navarone.  Para tanto, ele dispõe de apenas seis dias.  Além dele, o major Franklin conta com o capitão Keith Mallory, especialista em montanhismo, com o soldado John Miller, especialista em explosivos, com o coronel Andrea Stavros, membro da Resistência Grega, e com os soldados Spyros Pappadimos e 'Butcher' Brown, atiradores de elite.

Ao longo do caminho, juntam-se ao grupo, Maria Pappadimos, irmã mais velha do soldado Spyros, e Anna, uma jovem grega torturada pelos nazistas.  Quando o major Franklin é ferido, o capitão Mallory assume o comando, surgindo tensões entre este e o coronel Stavros, especialmente quando tomam conhecimento de que há um traidor entre eles.

Assim, antes de atingirem Navarone, o grupo terá que enfrentar o fogo inimigo, patrulhas alemães, além de lidar com questões de liderança e ter que desmascarar o traidor nele infiltrado.

imagem imagem imagem

Comentários

"Os Canhões de Navarone" é um clássico filme de guerra.  Baseado num 'best-seller' de Alistair MacLean, o filme é repleto de ação, suspense e efeitos especiais.  A tensão reinante durante as seqüências de escalada do penhasco é digna de nota.

O roteiro, escrito por Carl Foreman, é muito bem estruturado.  A direção de J. Lee Thompson é perfeita.  Talvez "Os Canhões de Navarone" tenha sido o melhor filme por ele realizado.

A fotografia de Oswald Morris é magnífica, conseguindo inclusive captar as belezas da Grécia com seus mares azuis.  Um outro ponto forte do filme é a trilha sonora do grande Dimitri Tiomkin.

Finalmente, o elenco é de primeira grandeza, com todos apresentando ótimos desempenhos, especialmente Gregory Peck, Anthony Quinn e David Niven.

CAA