Filmes por gênero

O QUATRILHO (1995)

imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: El cuarteto (Espanha))
Siempre queda la pasión (Argentina)
Petoksen peli (Finlândia)
Kvartett (Hungria)
Czworokat (Polônia)
Pais: Brasil
Gênero: Drama, Romance
Direção: Fábio Barreto
Roteiro: Leopoldo Serran, Antônio Calmon
Produção: Lucy Barreto, Luiz Carlos Barreto
Design Produção: Paulo Flaksman, Sérgio Silveira
Música Original: Caetano Veloso, Jacques Morelembaum
Coreografia: Sigrid Nora
Fotografia: Félix Monti
Edição: Karen Harley, Mair Tavares
Direção de Arte: Paulo Flaksman
Figurino: Isabel Paranhos
Maquiagem: Guilherme Pereira, Efeitos Sonoros
Efeitos Sonoros: Virginia Flores
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1996

Elenco

Alexandre Paternost Ângelo Gardone
Patrícia Pillar Teresa
Bruno Campos Mássimo
Glória Pires Pierina
Júlia Barreto Borges Dosolina
Mariana Pellegrino Barreto Bambina
Elaine Braghirolli Tia Gema
José Lewgoy Rocco
Cecil Thiré Padre Gentile
Gianfrancesco Guarnieri Padre Giobbe
André Piccoli Sacristão
Cláudio Mamberti Batiston
Fábio Barreto Gaudério
Antônio Carlos Aurélio
José Vitor Castiel Miro
Ceres Ramos Rosalba
Alceu Ferraro Gaiteiro
Renato Filippini Nane Mondo
Daniel Gatelli Natale
José Clemente Pozenato Fotógrafo
Cleri Pelizza Marieta
Pedro Zorzi Motorista
Milton Stumpf Fazendeiro
Borba Sidnei Vendedor

Prêmios

Associação Paulista de Críticos de Arte

Prêmio de Melhor Atriz (Glória Pires)

Festival de Cinema de Havana, Cuba

Prêmio de Melhor Atriz (Glória Pires)

Prêmio de Melhor Direção de Arte (Paulo Flaksman)

Prêmio de Melhor Música (Caetano Veloso, Jaques Morelenbaum)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Festival Internacional de Cinema de Tóquio, Japão

Grand Prix de Tóquio (Fábio Barreto)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Rio Grande do Sul, 1910. Em uma comunidade rural da Serra Gaúcha, composta por imigrantes italianos, oriundos em sua maioria da região do Vêneto, vivem Ângelo Gardone e sua mulher Teresa, ele filho primogênito de uma família de colonos que, com seu temperamento pragmático e muito esforço, compra um lote de terra transformando-se em um bem-sucedido produtor agrícola.

Um outro colono, Mássimo, casado com Pierina, associa-se a Ângelo, de modo que os dois casais passam a conviver bem próximos.  Com o tempo, Teresa começa a se interessar por Mássimo, sendo por este correspondida.  A seguir, os dois decidem corajosamente assumir o seu amor, fugindo para recomeçarem a vida em outra região, deixando para trás seus respectivos parceiros.

Ângelo e Pierina continuam a tocar suas vidas sozinhos, mas acabam se apaixonando e tendo que enfrentar a conservadora sociedade local.

imagem

Comentários

Baseado no romance homônimo do escritor gaúcho José Clemente Pozenato, "O Quatrilho" é um excelente filme brasileiro.

Realizado pelo diretor Fábio Barreto, o filme conta a história de dois casais de colonos italianos que, vivendo numa comunidade da serra gaúcha, no início do século XX, terminam trocando seus parceiros.

Barreto consegue desenvolver a trama com competência e bastante sensibilidade.  A trilha sonora, com músicas de Caetano Veloso, e a fotografia de Felix Monti, são simplesmente magníficas.  No elenco, os destaques vão para os quatro principais atores, que vivem os dois casais, todos ótimos.

O escritor José Clemente Pozenato, responsável pelo romance, faz uma ponta no final do filme, como um fotógrafo.

CAA