Filmes por gênero

ESTRELA DO DESTINO (1952)

Lone star
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: L'étoile du destin (França, Bélgica)
Stella solitaria (Itália)
Estrella del destino (Espanha)
Mann gegen mann (Alemanha, Austria)
Revolt i Texas (Suécia)
Kohtalon tähti (Finlândia)
Oprør i Texas (Dinamarca)
Magányos csillag (Hungria)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Faroeste
Direção: Vincent Sherman
Roteiro: Borden Chase
Produção: Z. Wayne Griffin
Música Original: David Buttolph
Fotografia: Harold Rosson
Edição: Ferris Webster
Direção de Arte: Cedric Gibbons, Hans Peters
Figurino: Gile Steele
Maquiagem: William Tuttle
Efeitos Sonoros: Douglas Shearer, Tom Gunn
Efeitos Especiais: Warren Newcombe, A. Arnold Gillespie
Nota: 6.8
Filme Assistido em: 1953

Elenco

Clark Gable Devereaux Burke
Ava Gardner Martha Ronda
Broderick Crawford Thomas Craden
Lionel Barrymore Andrew Jackson
Beulah Bondi Minniver Bryan
Ed Begley Senador Anthony Demmet
James Burke Luther Kilgore
William Farnum Tom Crockett
Lowell Gilmore Capt. Elliott
Moroni Olsen Sam Houston
Russell Simpson Maynard Cole
William Conrad Mizette
Lucius Cook Seth Moulton
Ralph Reed Bud Yoakum
Ric Roman Gurau
Victor Sutherland Presidente Anson Jones
Jonathan Cott Ben McCulloch
Charles Cane Sr. Mayhew
Nacho Galindo Vincente
Trevor Bardette Sid Yoakum
Harry Woods George Dellman
Dudley Sadler Ashbel Smith
Emmett Lynn Josh
Chief Yowlachie Mangus Colorado, chefe indígena
Mitchell Lewis Senador
Rex Lease Senador
Davison Clark Senador
Charles Sherlock Senador
George Hamilton Noah
Roy Gordon Sr. Colby

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1843, o ex-presidente Andrew Jackson pede a Devereaux Burke, um fazendeiro texano e seu amigo de longa data, para ajudá-lo a evitar que a República do Texas assine um Tratado, com o México, e decida aceitar sua anexação aos Estados Unidos. Devereaux afirma que agora não tem mais qualquer interesse na política, mas que concorda em ajudá-lo por temer que o Tratado possa enfraquecer a União, principalmente no caso de uma provável guerra contra o México.

Jackson pede ainda a Devereaux que encontre o pioneiro texano, Sam Houston, o qual recentemente falou contra a anexação, mas que agora está vivendo entre os índios. O ex-presidente, finalmente, adverte Devereaux sobre o líder da oposição, Thomas Craden, um rico fazendeiro de Austin. A caminho de Austin, onde vai se encontrar com a velha e fiel amiga de Jackson, Minniver Bryan, Devereaux é atacado por Comanches, sendo salvo por  um cavaleiro que passava no local. Este se apresenta como sendo Thomas Craden e se mostra muito atencioso. Os dois chegam à Austin no momento em que Luther Kilgore, um amigo próximo de Devereaux e de Jackson, está fazendo um discurso inflamado contra o tratado mexicano.

A fim de acabar com o crescente antagonismo no meio da multidão, Devereaux atira no braço de Luther. Craden fica impressionado com a ação dele e o introduz à Martha Ronda, uma patriota que dirige o jornal de Austin e é por ele amada. Devereaux sente-se imediatamente atraído pela bela mulher, mas ela se mostra desinteressada e, posteriormente, diz a Craden que está desconfiada em relação ao novo amigo dele. Enquanto isso, Devereaux encontra-se com Minniver, que lhe diz que doze de seus homens acham-se na cidade. Devereaux revela sua missão aos homens, prometendo 5.000 dólares a cada um para que se juntem à causa, ocasião em que alguns se oferecem para trabalhar de graça.

Naquela noite, Devereaux participa de um jantar formal oferecido aos senadores do Texas, na fazenda de Craden. Martha atua como anfitriã, enquanto o fazendeiro tenta convencer os senadores a trocarem de lado, opondo-se à anexação aos Estados Unidos. Terminado o jantar, Craden diz aos senadores que o México tem prometido a Califórnia para a República do Texas, que poderá se tornar uma das maiores repúblicas do mundo. O senador Anthony Demmet fica tão irritado com tal declaração que se prepara para ir embora. Craden, no entanto, pede-lhe que fique, pois todos os senadores presentes são seus hóspedes até que o tratado seja assinado.

Os senadores pedem satisfações a Craden, a começar por Demmet que o desafia para um duelo. Depois que o senador provoca apenas escoriações no anfitrião, este pode facilmente matá-lo, mas prefere atirar para cima. Martha mostra-se orgulhosa de Craden, mas ao ficar sozinha com Devereaux, percebe sua atração por ele e os dois se beijam. Não querendo trair a hospitalidade de Craden, Devereaux vai embora e, posteriormente, relata o ocorrido à Minniver, que lhe avisa que Martha não irá corresponder aos seus sentimentos se descobrir de que lado ele está.

Naquela mesma noite, depois de informar aos seus homens que vai procurar Sam Houston, Devereaux retorna à fazenda de Craden onde pede aos senadores para saírem. Craden permite que eles saiam, após o que Devereaux revela sua verdadeira identidade e confessa que já havia beijado Martha. Craden permite que Devereaux vá embora, mas enfurecida por saber sua verdadeira identidade, Martha pede ao fazendeiro para ir atrás dele.

Devereaux consegue enganar Craden e seus homens, cruzando o rio e entrando em território Apache, onde é conduzido até o acampamento de Houston. Quando Devereaux lhe diz que o tratado com o México está prestes a ser assinado, em parte devido ao fato dele o ter endossado, Houston lhe garante que o fez como um jogo de cena para estimular os que são a favor da anexação a se mexerem. Craden, finalmente, consegue chegar ao acampamento, onde acusa Houston de estar traindo a República. Em seguida, Houston escreve uma carta para Devereaux entregar ao presidente do Texas, Anson Jones, informando-o de sua posição contrária ao Tratado.

Craden vai embora antes de Devereaux e reúne seus homens do outro lado do rio para emboscá-lo. Devereaux finge cair de seu cavalo e escapa pelo rio para surpreender os homens de Craden. Embora o acerte com um tiro, Devereaux não o mata. Em seguida, vai até Martha, a quem mostra o envelope contendo a carta de Houston. A ela, ele deixa o critério de rasgá-la, mas Martha não consegue e os dois dão um beijo apaixonado. Na manhã seguinte, Martha lê um artigo em um jornal do Leste, a respeito de um escândalo envolvendo um contrato de Devereaux para fornecer carne bovina para a União. Convencida de que Devereaux é um oportunista, ela procura o presidente Jones. Devereaux chega a seguir com a carta, mas ao abrir o envelope, descobre apenas manchas de tinta devidas à sua queda no rio.

Embora o presidente esteja disposto a esperar por Houston antes de apresentar o tratado ao Legislativo, Martha lhe fala sobre o contrato de Devereaux para fornecimento de carne bovina, fazendo com que Jones decida não adiar mais sua apresentação. No entanto, depois de confirmar a veracidade da história, ela publica uma nota em seu jornal anunciando o apoio de Houston à anexação, confirmando pessoalmente o fato ao Presidente. Ao ler a referida nota, Craden teme que o Tratado não seja ratificado e reúne os que o apóiam para tomarem de assalto Austin. Por outro lado, ao saber dos planos de Craden, Devereaux organiza a cidade para tomar uma posição contra ele.

No momento em que o Legislativo se prepara para votar o projeto do Tratado com o México, os homens de Craden entram na cidade, provocando uma furiosa batalha. Depois de algum tempo, quando os invasores conseguem romper as barricadas e se preparam para invadir o Legislativo, Houston chega com um enorme contingente de índios. Gritando, Craden o acusa de vender o Texas, levando Devereaux lutar contra ele, que termina sendo superado. Com a anexação tida agora como certa, Houston adverte que tropas mexicanas vão atacar e anuncia que os americanos estão vindo em seu auxílio. Antes de se juntar à luta, Devereaux e Martha se beijam, enquanto Craden, ao lado de seus amigos texanos, carrega sua bandeira para a batalha.

imagem

Comentários

Baseado em uma história de Howard Estabrook, "A Estrela do Destino" é um razoável faroeste do início dos anos 50. Escrito pelo roteirista Borden Chase e dirigido pelo cineasta Vincent Sherman, sua trama narra a conturbada história da luta pela anexação do Texas, aos Estados Unidos, enquanto grande parte da população texana era a favor de um Tratado com o México.

Sherman realiza um bom trabalho na direção, no que é ajudado pela bela fotografia em preto-e-branco de Harold Rosson, com algumas paisagens grandiosas, bem como, pela trilha sonora de David Buttolph. No que diz respeito à parte que envolve o romance entre os personagens vividos por Clark Gable e Ava Gardner, ela está longe de ser um elemento emocionante da trama, não deixando de ser, entretanto, bastante interessante.

Como os principais atores, Gable e Gardner se mostram muito bem, mas o elenco coadjuvante também nos brinda com muito boas atuações, com destaque para o trabalho apresentado por Broderick Crawford, no papel de Thomas Craden.

CAA