Filmes por gênero

OS GUARDA-CHUVAS DO AMOR (1964)

Les parapluies de Cherbourg
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Os chapéus de chuva de Cherburgo (Portugal)
The umbrellas of Cherbourg (USA)
Los paraguas de Cherburgo (Espanha, México)
Die regenschirme von Cherbourg (Alemanha)
Paraplyerna i Cherbourg (Suécia)
Parasolki z Cherbourga (Polônia)
Pigen med paraplyerne (Dinamarca)
Cherbourgin sateenvarjot (Finlândia)
Pais: França, Alemanha
Gênero: Drama, Musical, Romance
Direção: Jacques Demy
Roteiro: Jacques Demy
Produção: Mag Bodard
Design Produção: Bernard Evein
Música Original: Michel Legrand
Direção Musical: Michel Legrand
Fotografia: Jean Rabier
Edição: Anne-Marie Cotret, Monique Teisseire
Figurino: Jacqueline Moreau
Guarda-Roupa: Real, Agnès Soulet
Maquiagem: Christine Fornelli
Efeitos Sonoros: François Musy
Nota: 9.1
Filme Assistido em: 1965

Elenco

Catherine Deneuve Geneviève Emery
Nino Castelnuovo Guy Foucher
Anne Vernon Madame Emery
Marc Michel Roland Cassard
Ellen Farner Madeleine
Mireille Perrey Tia Élise
Jean Champion Aubin
Pierre Caden Bernard, mecânico
Jean-Pierre Dorat Jean, mecânico
Michel Benoist Comprador de guarda-chuva
Dorothée Blanc Jovem no Café
Jane Carat Ginny
Harald Wolff Sr. Dubourg
Danielle Licari Geneviève Emery (Dubladora nas canções)
José Bartel Guy Foucher (Dublador nas canções)
Christiane Legrand Madame Emery (Dubladora nas canções)
Georges Blaness Roland Cassard (Dublador nas canções)
Claudine Meunier Madeleine (Dubladora nas canções)
Claire Leclerc Tia Élise (Dubladora nas canções)
Michel Legrand Jean (Dublador nas canções)
Hervé Legrand François Foucher
Jean-Pierre Chizat Pierre, mecânico
Gisèle Grandpré Madame Germaine
Rosalie Varda Françoise Cassard

Prêmios

Festival Internacional de Cannes, França

Prêmio Palma de Ouro (Jacques Demy)

Prêmio OCIC (Jacques Demy)

Grande Prêmio Técnico (Jacques Demy)

Sindicato Francês dos Críticos de Cinema, França

Prêmio da Crítica de Melhor Filme (Jacques Demy)

Prêmios Louis Delluc, França

Prêmio Louis Delluc (Jacques Demy)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Roteiro Original (Jacques Demy )

Oscar de Melhor Trilha Sonora de um Musical (Michel Legrand, Jacques Demy )

Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Oscar de Melhor Canção Original (Michel Legrand, Jacques Demy )

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Prêmios Grammy, EUA

Grammy de Melhor Trilha Sonora (Michel Legrand, Jacques Demy )

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Cherbourg, 1957.  Guy Foucher é um jovem de 20 anos que foi criado pela madrinha e trabalha como mecânico de carros.  Ele é apaixonado por Geneviève Emery, uma adolescente de 17 anos que ajuda sua mãe viúva no negócio da família: uma loja de guarda-chuvas, que é elegante mas pouco lucrativa.

Geneviève também o ama, mas sua mãe acha que ela é muito nova para casar e não vê como Guy pode manter uma família.  Ele é convocado para o serviço militar, mas, antes de partir, Guy e Geneviève fazem amor e ela engravida.

Pensando no futuro da criança e em ajudar sua mãe, cuja loja passa por dificuldades, Geneviève aceita uma proposta de casamento de Roland Cassard, comerciante de jóias, que se propõe a criar o bebê como se fosse seu.

Ao terminar o serviço militar, Guy retorna à Cherbourg, onde se sente perdido ao saber que sua amada encontra-se casada e que já não mora mais na cidade.  Quando sua tia Élise morre, ele termina se casando com Madeleine, uma bela jovem que fora enfermeira da tia.

Alguns anos se passam até que Geneviève e Guy se encontrem no Posto de Gasolina deste, comprado com parte da herança recebida pela morte de sua tia Élise.  É véspera de Natal e neva.  Uma Mercedes para no Posto para reabastecimento.  Guy reconhece Geneviève ao lado de sua própria filha.  Mas eles não têm mais nada a dizer.  O automóvel se afasta, enquanto Madeleine e seu filho, François, chegam com os braços cheios de presentes.

imagem imagem imagem

Comentários

"Os Guarda-Chuvas do Amor" é um ótimo e delicioso filme, para ser visto e ouvido.  Escrito e dirigido pelo cineasta Jacques Demy, esse musical não tem diálogos falados e sim cantados, como se fosse uma ópera.

Demy realiza um trabalho sólido e criativo, nos brindando com muito bons momentos.  A seqüência final, no novo Posto de Gasolina Esso, é inesquecível.

Embora já tivesse anteriormente participado de outras produções, "Os Guarda-Chuvas do Amor" foi o primeiro filme importante de Catherine Deneuve e, sem dúvida alguma, aquele que a levou ao estrelato.

A música de Michel Legrand é também um dos pontos altos do filme, complementando o trabalho dos atores.

CAA