Filmes por gênero

ADEUS ÀS ILUSÕES (1965)

The sandpiper
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Adeus ilusões (Portugal)
Le chevalier des sables (França)
Castelli di sabbia (Itália)
Castillos en la arena (Espanha)
Almas en conflicto (Argentina, México)
Schlösser im sand (Austria)
...die alles begehren (Alemanha)
Het strand (Suécia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: Vincente Minnelli
Roteiro: Dalton Trumbo, Michael Wilson
Produção: Martin Ransohoff
Música Original: Johnny Mandel
Direção Musical: Robert Armbruster
Coreografia: Kaffe Fassett
Fotografia: Milton R. Krasner
Edição: David Bretherton
Direção de Arte: George W. Davis, Urie McCleary
Figurino: Irene Sharaff
Maquiagem: William Tuttle
Efeitos Sonoros: Franklin Milton
Nota: 8.1
Filme Assistido em: 1966

Elenco

Elizabeth Taylor Laura Reynolds
Richard Burton Dr. Edward Hewitt
Eva Marie Saint Claire Hewitt
Charles Bronson Cos Erickson
Robert Weber Ward Hendricks
James Edwards Larry Brant
Torin Thatcher Juiz Thompson
Tom Drake Walter Robinson
Douglas Henderson Paul Sutcliff
Morgan Mason Danny Reynolds
Jan Arvan Administrador
Mary Benoît Mulher do Administrador
Tom Crane Walter Robinson
Jeff Davis Administrador
Colin Drake Administrador
Fred Fisher Administrador
Paul Genge Arquiteto
Olga Valéry Esposa do Administrador
Pamela Mason Ellie
Carl Studer Harold

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Canção Original (Johnny Mandel, Paul Francis Webster)

Prêmios Grammy, EUA

Grammy de Melhor Trilha Sonora (Johnny Mandel)

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Canção (Johnny Mandel, Paul Francis Webster)

Indicações

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Canção Original (Johnny Mandel, Paul Francis Webster)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Johnny Mandel )

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Atriz em um Drama (Elizabeth Taylor)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em uma pequena cidade da Califórnia, Laura Reynolds, uma artista boêmia com um jeito muito livre de viver, cria Danny, seu filho adolescente, numa fabulosa casa em Big Sur, uma das mais espetaculares áreas ao longo da costa da Califórnia.  

Ela evita as oportunidades educacionais usuais oferecidas aos cidadãos americanos, preferindo educá-lo à sua maneira, o que causa um problema com as autoridades escolares do local.

Mason é um garoto insensato que não tem idéia de moral, a não ser o que sua mãe imoral passa pra ele.  Quando o juiz Thompson estabelece que o garoto deve ou ir para a escola ou ser retirado da custódia da mãe, ela cede e manda Danny para uma instituição privada dirigida por Dr. Edward Hewitt, um pastor episcopal casado com Claire e que tem dois filhos gêmeos.

Mason deixa estarrecido o casal Hewitt com sua facilidade em vários assuntos o que facilita seu caminho na escola sem nenhum problema.  Laura ressente-se do fato de ter sido obrigada a abandonar a educação do filho mas, quando vai visitá-lo, apaixona-se por Edward, no que é correspondida.

Laura vive rodeada de amigos hippies, incluindo Cos Erickson, um escultor que fez uma estátua nua dela, Ward Hendricks, um antigo amante, e Larry Brant.  Por outro lado, Edward sente-se culpado por estar tendo um caso extra-conjugal.  Depois de pensar bastante, ele confessa o caso à sua esposa e decide romper com Laura, deixar Claire, largar o trabalho e partir para tentar renovar sua fé.

imagem imagem imagem

Comentários

Realizado pelo grande cineasta Vincente Minnelli, “Adeus às Ilusões” é mais um de seus belos filmes dramáticos. Sua trama gira em torno de uma história de amor e adultério, abordando temas como a fé, a religião, a morte, a arte, o papel da mulher na sociedade, a sexualidade, a educação e evidentemente o amor.

O roteiro escrito por Dalton Trumbo e Michael Wilson, embora apresente alguns diálogos um pouco carregados, é rico pelos temas abordados. A direção dos atores merece também elogios: o casal Taylor-Burton nos brinda com atuações convincentes e Eva Marie Saint se mostra igualmente admirável no papel da esposa traída.

Merecem ainda atenção a bela trilha sonora de Johnny Mandel, com “The Shadow Of Your Smile” ganhando o Oscar de Melhor Canção, e a fotografia de Milton Krasner nos mostrando a beleza do litoral californiano como o cenário adequado para um tórrido caso de amor.

CAA