Filmes por gênero

CENTRAL DO BRASIL (1998)

imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Central Station (USA, UK, Alemanha)
Estación Central de Brasil (Espanha)
Estación Central (Argentina, México, Peru)
Dworzec nadziei (Polônia)
Brasils hjerte (Noruega)
Centralna stanica (Sérvia)
Központi pályaudvar (Hungria)
Центральный вокзал (Rússia)
Pais: Brasil, França
Gênero: Drama
Direção: Walter Salles
Roteiro: Marcos Bernstein, João Emanuel Carneiro
Produção: Walter Salles, Arthur Cohn, Robert Redford, M. Clermont-Tonnerre
Design Produção: Cássio Amarante, Carla Caffé
Música Original: Jacques Morelembaum, Antonio Pinto
Fotografia: Walter Carvalho
Edição: Isabelle Rathery, Felipe Lacerda
Figurino: Cristina Camargo
Guarda-Roupa: Marta Macedo
Maquiagem: Antoine Garabedian
Efeitos Sonoros: Jean-Claude Brisson, François Groult, Mark Van Der Willigen
Efeitos Especiais: Sergio Farjalla Jr., Mauricio Couto Bevilaqua
Nota: 9.4
Filme Assistido em: 1998

Elenco

Fernanda Montenegro Dora
Marília Pêra Irene
Vinícius de Oliveira Josué
Othon Bastos Cezar
Otávio Augusto Pedrão
Matheus Nachtergaele Isaías
Stella Freitas Yolanda
Caio Junqueira Moisés
Sôia Lira Ana
Socorro Nobre 1º Depoimento Cartas (Rio)
Manoel Gomes 2º Depoimento Cartas (Rio)
Roberto Andrade 3º Depoimento Cartas (Rio)
Sheyla Kenia 4º Depoimento Cartas (Rio)
Inaldo Santana 4º Depoimento Cartas (Nordeste)
Malcon Soares 5º Depoimento Cartas (Rio)
Maria Fernandes 6º Depoimento Cartas (Rio)
Maria Marlene 7º Depoimento Cartas (Rio)
Christano Camargo 8º Depoimento Cartas (Rio)
Sidney Antunes Crente
Esperança Motta Jovem Prostituta (Rio)
Marcelo Carneiro Ladrão
Mário Mendes João (marido de Yolanda)
Zezâo Pereira Motorista do ônibus
Gideon Rosa Jessé
Rita Assemany Mulher de Jessé
Maria Menezes Garçonete
Dona Luzia Benzedeira
Dona Severina Romeira
João Rodrigues Romeiro
Antônio Marcos Repentista
João Braz Dono da Barraca de Fotos
Antônio dos Santos 1º Depoimento Cartas (Nordeste)
Patrícia Brás 2º Depoimento Cartas (Nordeste)
Ingrid Trigueiro 3º Depoimento Cartas (Nordeste)
José Pereira da Silva 5º Depoimento Cartas (Nordeste)
Eliane Silva 6º Depoimento Cartas (Nordeste)
Cícero Santos 7º Depoimento Cartas (Nordeste)
Andréa Albuquerque 8º Depoimento Cartas (Nordeste)
Everaldo Pontes 9º Depoimento Cartas (Nordeste)
Diogo Lopes Filho Bilheteiro

Prêmios

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme em Língua não Inglesa (Arthur Cohn, Walter Salles, Martine de Clermont-Tonnerre)

Associação dos Críticos de Cinema da Argentina

Condor de Prata de Melhor Filme Estrangeiro (Walter Salles)

Festival Internacional de Berlim, Alemanha

Prêmio Urso de Ouro (Walter Salles)

Prêmio do Júri Ecumênico (Walter Salles)

Prêmio Urso de Prata de Melhor Atriz (Fernanda Montenegro)

Prêmios Camerimage, Lodz, Polônia

Prêmio Golden Frog (Walter Carvalho)

Círculo dos Roteiristas de Cinema, Espanha

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Festival Internacional de Cinema de Fort Lauderdale, Flórida

Prêmio da Crítica de Melhor Atriz (Fernanda Montenegro)

Festival de Cinema de Havana, Cuba

Menção Especial (Vinícius de Oliveira)

Prêmio da Universidade de Havana (Walter Salles)

Prêmio Glauber Rocha - Menção Especial (Walter Salles)

Prêmio do Júri Especial (Walter Salles)

Prêmio de Melhor Atriz (Fernanda Montenegro)

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Dublagem Feminina (Graziella Polesinanti)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Atriz (Fernanda Montenegro)

Festival Internacional de San Sebastián, Espanha

Prêmio do Público (Walter Salles)

Prêmio do Júri Jovem (Walter Salles)

Prêmios Satellite, Los Angeles

Prêmio Golden Satellite de Melhor Filme em Língua Estrangeira (Walter Salles)

Festival de Cinema do SESC, Brasil

Prêmio do Público de Melhor Atriz (Fernanda Montenegro)

Prêmio do Público de Melhor Direção (Walter Salles)

Prêmio do Público de Melhor Filme (Walter Salles)

Prêmio da Crítica de Melhor Direção (Walter Salles)

Prêmio da Crítica de Melhor Filme (Walter Salles)

Prêmio da Crítica de Melhor Atriz (Fernanda Montenegro)

Prêmios Margarida de Prata da CNBB, Brasil

Prêmio Margarida de Prata

Associação dos Críticos de Cinema da Espanha

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira (Walter Salles)

Associação Paulista de Críticos de Arte

Prêmio de Melhor Direção (Walter Salles)

Prêmio de Melhor Filme (Walter Salles)

Prêmio de Melhor Fotografia (Walter Carvalho )

Prêmio de Melhor Atriz (Fernanda Montenegro)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Oscar de Melhor Atriz (Fernanda Montenegro)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Fernanda Montenegro)

Prêmios Amanda - Festival de Haugesund, Noruega

Amanda de Melhor Filme Estrangeiro (Walter Salles)

Prêmios Chlotrudis - Massachusetts, USA

Prêmio Chlotrudis de Melhor Atriz (Fernanda Montenegro)

Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França

César de Melhor Filme Estrangeiro (Walter Salles)

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Filme Estrangeiro (Walter Salles)

Prêmios Guldbagge, Suécia

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Prêmios Independent Spirit, California, Estados Unidos

Prêmio Independent Spirit de Melhor Filme Estrangeiro (Walter Salles)

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Diretor de Filme Estrangeiro (Walter Salles)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro (Walter Salles)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Atriz (Fernanda Montenegro)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Prêmio de Melhor Atriz (Fernanda Montenegro)

Prêmios Satellite, Los Angeles

Prêmio Golden Satellite de Melhor Atriz em um Drama (Fernanda Montenegro)

Prêmio Golden Satellite de Melhor Roteiro Original (João Emanuel Carneiro, Marcos Bernstein)

Festival Internacional de Vancouver, Canadá

Prêmio do Filme Mais Popular (Walter Salles)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Dora é uma camelô de sessenta e poucos anos que luta para sobreviver no Brasil do "real". O mau humor, os cabelos despenteados e as roupas que usa, desleixadas, tornam claro que ela não se preocupa em mostrar-se atraente para ninguém.   Ela  optou pela malandragem como forma de sobrevivência e não se arrepende disso. Não tem uma visão moralista do mundo. Para ela, as coisas são o que são, e ponto final.

Dora divide seu dia entre a mesinha onde escreve cartas para analfabetos na Central do Brasil e o confinamento do seu quarto no subúrbio. Fora as centenas de clientes que passam diariamente por ela na Central, a única pessoa com quem ela se comunica é Irene, vizinha e companheira de longa data.

Nos relatos que ela ouve e transcreve, surge um Brasil desconhecido e fascinante, um verdadeiro panorama da população migrante, que tenta manter os laços com os parentes e o passado.

Uma das clientes de Dora é Ana, que vem escrever uma carta com seu filho, Josué, um garoto de nove anos, que sonha encontrar o pai que nunca conheceu. Na saída da estação, Ana é atropelada e Josué fica abandonado.  Mesmo a contragosto, Dora acaba acolhendo o menino e envolvendo-se com ele. Termina por levar Josué para o interior do nordeste, à procura do pai.

À medida que vão entrando país adentro, estes dois personagens, tão diferentes, vão se aproximando... Começa, então, uma viagem fascinante ao coração do Brasil, à procura do pai desaparecido, e uma viagem profundamente emotiva ao coração de cada um dos personagens do filme.   

imagem

Comentários

"Central do Brasil" é, principalmente, um belo filme que trata do relacionamento de uma senhora de meia-idade com um garoto, durante uma tocante jornada dos dois pelo interior do Brasil.  Feito com bastante sensibilidade, o filme transborda sentimentos como amor, coragem e aventura.

O filme tem uma boa história e é muito bem dirigido.  As interpretações são excelentes, com destaques para Fernanda Montenegro, Marília Pêra e Vinícius de Oliveira, este último surpreendendo a todos pelo fato de ser um garoto estreante.  Em minha opinião, Fernanda Montenegro foi injustiçada ao não ser agraciada com uma estatueta do Oscar.

O filme apresenta, ainda, uma boa trilha sonora e uma bela fotografia.

CAA