Filmes por gênero

CESAR E CLEÓPATRA (1945)

Caesar and Cleopatra
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: César et Cléopâtre (França)
César y Cleopatra (Espanha)
Cesare e Cleopatra (Itália)
Caesar und Cleopatra (Alemanha)
Cæsar og Cleopatra (Dinamarca)
Caesar ja Kleopatra (Finlândia)
Caesar och Cleopatra (Suécia)
Цезарь и Клеопатра (União Soviética)
Pais: Reino Unido
Gênero: Biográfico, Comédia Dramática, Histórico
Direção: Gabriel Pascal
Roteiro: George Bernard Shaw
Produção: Gabriel Pascal
Música Original: Georges Auric
Fotografia: Robert Krasker, Jack Hildyard, Jack Cardiff, Freddie Young
Edição: Frederick Wilson
Direção de Arte: John Bryan , Oliver Messel
Figurino: Oliver Messel
Guarda-Roupa: Dorothy Edwards, Margaret Furse
Maquiagem: George Blackler
Efeitos Sonoros: Desmond Dew, John Dennis
Efeitos Especiais: Bill Warrington, Douglas Woolsey
Efeitos Visuais: W. Percy Day
Nota: 7.8
Filme Assistido em: 1950

Elenco

Claude Rains Júlio César
Vivien Leigh Cleópatra
Stewart Granger Apolodoro
Flora Robson Ftatateeta
Jean Simmons Harpista
Francis L. Sullivan Potino
Basil Sydney Rúfio
Cecil Parker Britanus
Raymond Lovell Lúcio Sétimo
Anthony Eustrel Áquila
Ernest Thesiger Teódoto
Anthony Harvey Ptolomeu
Roger Moore Soldado romano
Robert Adams Escravo
Michael Rennie Centurião
Leo Genn Bel Affris
Stanley Holloway Belzanor
Kay Kendall Jovem escrava
James McKechnie Centurião
Esme Percy Major Domo
Chick Alexander Assistente do Major Domo
Agnes Bernelle Dama-de-Companhia
Mary Boyle Dama-de-Companhia
Gordon Gantry Oficial romano

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Direção de Arte - Decoração de Interiores (John Bryan )

Festival Internacional de Cannes, França

Grand Prix do Festival (Gabriel Pascal)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Quando o conquistador romano Júlio César faz uma incursão no Egito, ele encontra a jovem princesa Cleópatra escondida em uma esfinge. Impressionado por sua atitude e inteligência e seduzido por seu charme, ele a toma como pupila e lhe ensina a comandar um reino com firmeza.

César resolve parmanecer no Egito por um tempo, período em que presencia a guerra civil entre Cleópatra e seu irmão e amante, Ptolomeu. César decide apoiar Cleópatra, que resiste ao cerco de Alexandria antes de derrotar Ptolomeu na batalha do Nilo em 47 a.C., quando é reconhecida como a única governante.

César e Cleópatra se tornam amantes, ficando juntos em Alexandria por mais um ano. Quando ela dá à luz um filho, César reconhece a paternidade da criança, mas se recusa a torná-la sua herdeira.

Antes de retornar à Roma, César sugere que Cleópatra passe a reinar conjuntamente com seu irmão Ptolomeu, com quem se casa.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Gabriel Pascal, a partir de um roteiro escrito por George Bernard Shaw, “César e Cleópatra” é um interessante filme produzido pelo Reino Unido em meados dos anos 1940. Sua trama gira em torno do período em que o famoso líder militar e político romano, Júlio César, esteve no Egito e se relacionou com a bela Cleópatra,

A direção de Pascal se mostra apenas razoável, pecando principalmente pelo ritmo por ele imposto à narrativa. Por outro lado, merecem elogios sua bela fotografia e o figurino a cargo de Oliver Messel.

No elenco, interpretando seus principais personagens, Claude Rains e Vivien Leigh são os maiores destaques.

CAA