Filmes por gênero

ANNA E O REI (1999)

Anna and the King
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Anna et le roi (França)
Ana y el rey (Espanha)
Anna und der könig (Alemanha)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Melodrama
Direção: Andy Tennant
Roteiro: Steve Meerson, Peter Krikes
Produção: Lawrence Bender, Ed Elbert
Design Produção: Luciana Arrighi
Música Original: George Fenton, Robert Kraft
Fotografia: Caleb Deschanel
Edição: Roger Bondelli
Direção de Arte: Tom Nursey, John Ralph, Paul Ghirardani, Marc Fisichella
Figurino: Jenny Beavan
Guarda-Roupa: Sophie Norinder, Clare Spragge, Jane Law
Maquiagem: Morag Ross, Marilyn MacDonald, Jean-Luc Russier e outros
Efeitos Sonoros: Craig Heath, John A. Larsen, Robert Renga
Efeitos Especiais: Steve Courtley, Rodney Burke, Paul Gorrie e outros
Efeitos Visuais: Jim Rygiel, Cosmas Bolger Jr., Rich Thorne e outros
Nota: 6.7
Filme Assistido em: 2000

Elenco

Jodie Foster Anna Leonowens
Yun-Fat Chow Rei Mongkut
Ling Bai Tuptim
Tom Felton Louis Leonowens
Syed Alwi Primeiro Ministro
Geoffrey Palmer Lord John Bradley
Randall Duk Kim General Alak
Kay Siu Lim Príncipe Chowfa, irmão do rei
Melissa Campbell Princesa Fa-Ying
Mano Maniam Moonshee
Shanthini Venugopal Beebe
Deanna Yusoff Lady Thiang
Anne Firbank Lady Bradley
Bill Stewart Mycroft Kincaid
Sean Ghazi Khun Phra Balat
K. K. Moggie Phim
Robert Hands Capitão Blake
Jean-Luc Russier Embaixador francês

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Direção de Arte

Oscar de Melhor Figurino

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Canção Original (How Can I Not Love You)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original

Prêmios para Jovens Artistas, EUA

Prêmio de Melhor Ator com 10 anos ou menos (Keith Chin)

Prêmio de Melhor Filme-Drama para a Família

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Design de Produção

Sinopse

Anna Leonowens é uma viúva inglesa que chega à Bangkok, capital do Sião, em 1862, com seu filho Louis, para trabalhar como professora dos vários (cerca de 60) filhos do rei Mongkut.

Anna é uma mulher forte, decidida e teimosa.  Ao chegar, ela começa a ter problemas, pois queria manter suas tradições inglesas e ter o respeito merecido apesar de ser mulher.  Suas qualidades e defeitos causam um certo fascínio em Mongkut. 

O rei, por sua vez, também consegue conquistar a admiração de Anna por seu comportamento carismático e compreensivo.  Os dois, entretanto, conseguem manter seus sentimentos contidos, ressaltando o respeito e a impossibilidade de envolvimento numa atmosfera tão contraditória.  Assim, o que no início apresentava certo preconceito cultural e ideológico, transforma-se, com o passar do tempo, numa relação de amizade e amor.

Contratada, apenas, para ser a professora dos filhos do rei, ela termina se envolvendo em seus assuntos particulares e em questões judiciais do País por considerá-las arcáicas.

imagem imagem imagem

Comentários

Baseado nos diários da professora Anna Leonowens, "Anna e o Rei" é um filme interessante e bem produzido.  É bem verdade que é inferior às versões de 1946 ("Anna e o Rei do Sião", com Irene Dunne e Rex Harrison) e de 1956 ("O Rei e Eu", com Deborah Kerr e Yul Brynner).

O filme apresenta uma belíssima trilha sonora, um ótimo figurino e uma maravilhosa fotografia.  Enfim, é o tipo de filme que faz a gente querer viajar pelos mais exóticos lugares do mundo e conhecer outras culturas.

No elenco, o maior destaque fica por conta de Yun-Fat Chow, no papel do Rei Mongkut.  Embora faça um bom trabalho, Jodie Foster não está num dos seus melhores papéis.  Falta química entre os dois, muito embora Chow tenha tentado.
 
CAA