Filmes por gênero

ANNA E O REI DO SIÃO (1946)

Anna and the King of Siam
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Anna et le roi de Siam (França)
Anna e il re del Siam (Itália)
Ana y el rey de Siam (Espanha)
Anna und der König von Siam (Alemanha, Áustria)
Anna och kungen av Siam (Suécia)
Anna og kongen af Siam (Dinamarca)
Anna i król Syjamu (Polônia)
Анна и король Сиама (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Romance
Direção: John Cromwell
Roteiro: Talbot Jennings, Sally Benson
Produção: Louis D. Lighton
Música Original: Bernard Herrmann
Fotografia: Arthur C. Miller
Edição: Harmon Jones
Direção de Arte: Lyle R. Wheeler, William S. Darling
Figurino: Bonnie Cashin
Guarda-Roupa: Sam Benson
Maquiagem: Ben Nye
Efeitos Sonoros: Roger Herman Sr., Bernard Freericks
Efeitos Especiais: Fred Sersen
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 1947

Elenco

Irene Dunne Anna Leonowens
Rex Harrison Rei Mongkut
Linda Darnell Tuptim
Lee J. Cobb Kralahome
Gale Sondergaard Lady Thiang
Mikhail Rasumny Alak
Dennis Hoey Sir Edward
Tito Renaldo Príncipe (mais velho)
Richard Lyon Louis Leonowens
Mickey Roth Príncipe (mais jovem)
John Abbott Phya Phrom
Addison Richards Capitão Orton
Ted Hecht Juiz
Chabing Esposa do rei
Buff Cobb Esposa do rei
Sydney Logan Esposa do rei
Laurette Luez Esposa do rei
Lillian Molieri Esposa do rei
Marianne Quon Esposa do rei
Diane Van der Ecker Princesa Fa-Ying
Yvonne Rob Lady Son Klin
Stanley Mann Sr. Cortwright
Connie Leon Beebe
William Edmunds Moonshee
Leonard Strong Intérprete

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Fotografia em Preto e Branco (Arthur C. Miller)

Oscar de Melhor Direção de Arte - Decoração de Interiores (Lyle R. Wheeler, William Darling, Thomas Little, Frank Hughes)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Gale Sondergaard)

Oscar de Melhor Roteiro (Sally Benson, Talbot Jennings)

Oscar de Melhor Trilha Sonora de uma Comédia ou Drama (Bernard Herrmann)

Festival Internacional de Cannes, França

Grand Prix do Festival (John Cromwell)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Ator (Rex Harrison)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1860, Anna Leonowens, uma viúva inglesa, viaja com seu filho Louis para o Sião, a fim de trabalhar na Corte do Rei Mongkut como professora de sua imensa prole, já que o rei é poligâmico e suas várias esposas lhe deram inúmeros filhos.

Mulher forte e decidida, Anna enfrenta uma série de problemas ao chegar, a começar pelo fato de ser obrigada a morar no Palácio, quando seu desejo era o de ter sua própria casa.  Mongkut, por sua vez, também tem uma personalidade forte e, inicialmente, estranha o modo de ser de Anna.

Entretanto, com o passar do tempo, os dois começam a se sentir fascinados pelas qualidades do outro, o que, aos poucos os aproxima.  Tal aproximação, mantida com todo o respeito, faz com que ela passe a ser uma espécie de conselheira do rei, envolvendo-se em questões particulares de Mongkut e em assuntos do próprio Reino.

Assim, o que a princípio se apresentava como uma relação marcada por um certo preconceito cultural e ideológico, transforma-se numa relação de amizade e amor.

imagem

Comentários

"Anna e o Rei do Sião" é um ótimo filme, adaptado para o cinema a partir dos diários da professora inglesa, Anna Leonowens.

Realizado pelo cineasta John Cromwell, a partir de um excelente roteiro, o filme apresenta uma trama bastante envolvente.

O consagrado ator inglês, Rex Harrison, faz sua estréia no cinema americano e se sai muito bem.  Irene Dunne, aparentando bem menos que seus 48 anos, está ótima como a teimosa e obstinada professora.  Os dois conseguem manter uma excelente química entre eles.  Linda Darnell, bela como sempre, apresenta uma interpretação um pouco acima da média.  Lee J. Cobb, como o ministro Kralahome, nos mostra sua usual competência.  Já Gale Sondergaard, está magnífica no papel de Lady Thiang.

"Anna e o Rei do Sião" apresenta, ainda, a magnífica fotografia em preto-e-branco de Arthur C. Miller, uma bela trilha sonora e um figurino condizente com a época.
 
CAA