Filmes por gênero

AS NEVES DE KILIMANJARO (1952)

The snows of Kilimanjaro
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Les neiges du Kilimandjaro (França, Bélgica)
Le nevi del Kilimangiaro (Itália)
Las nieves del Kilimanjaro (Espanha, México)
Schnee am Kilimandscharo (Alemanha, Austria)
Snön på Kilimanjaro (Suécia)
Sneen på Kilimanjaro (Dinamarca)
Sniegi Kilimandzaro (Polônia)
Снега Килиманджаро (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Aventura, Melodrama
Direção: Henry King
Roteiro: Casey Robinson
Produção: Darryl F. Zanuck
Música Original: Bernard Herrmann
Música Não Original: Cole Porter
Coreografia: Antonio Triana
Fotografia: Leon Shamroy
Edição: Barbara McLean
Direção de Arte: Lyle R. Wheeler, John DeCuir
Guarda-Roupa: Charles Le Maire
Maquiagem: Ben Nye
Efeitos Sonoros: Roger Heman Sr., Bernard Freericks
Efeitos Visuais: Ray Kellogg
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 1954

Elenco

Gregory Peck Harry Street
Susan Hayward Helen
Ava Gardner Cynthia Green
Hildegard Knef Condessa Liz
Leo G. Carroll Tio Bill
Torin Thatcher Johnson
Ava Norring Beatrice
Helene Stanley Connie
Marcel Dalio Emile
Vicente Gómez Guitarrista
Richard Allan Bailarino espanhol
Leonard Carey Dr. Simmons
Charles Bates Harry, aos 17 anos
Monique Chantal Georgette
Janine Grandel Annette
Lisa Ferraday Vendedora
Agnès Laury Margot
Maya Van Horn Princesa
Victor Wood Charles

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Fotografia a Cores (Leon Shamroy)

Oscar de Melhor Direção de Arte - Decoração de Cenários (Lyle R. Wheeler, John DeCuir, Thomas Little, Paul S. Fox)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Henry King)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Na África, tendo ao fundo a montanha do Kilimanjaro, o escritor Harry Street, gravemente ferido, ao lado de sua mulher, Helen,  alterna momentos de depressão com lembranças de seu passado.  Próximo à tenda em que se encontram, uma grande árvore acha-se repleta de aves que ele diz serem de mau agouro.

Harry cortou a perna quando filmava um grupo de antílopes e, posteriormente, ao socorrer um nativo, pegou uma infecção.  No momento, o casal aguarda a chegada de Johnson, um guia de safári que foi providenciar um avião para removê-lo.  Enquanto Helen faz de tudo para levantar seu astral, ele não acredita que vai sair dali vivo, o que é agravado por se achar um fracassado.

Num primeiro flashback, ele fala pra Helen sobre seu primeiro amor com Connie, quando ainda pensava em se tornar escritor.

Voltando ao presente, continua a lamentar sua vida.  Helen decide sair para uma caçada.

Num segundo flashback, ele volta ao tempo em que conheceu Cynthia, o grande amor de sua vida.  Estava num Bar, em Paris, quando a viu pela primeira vez.  Em pouco tempo, passaram a morar  juntos.  Nesse período, ele escreveu seu primeiro livro.  Com o dinheiro ganho com sua edição, viajam para a África, onde participam de safáris.  Na realidade, ela não suporta essa matança de animais.  Grávida, procura o Dr. Simmons que recomenda muito repouso.  Ao voltar para o acampamento, encontra Harry com um cheque que acaba de receber pelo correio.  Ela sugere voltarem à Paris, mas ele insiste em irem para Madri.  De repente, ela é levada às pressas ao hospital, onde perde a criança.  Quando Harry a procura, ela lhe diz que agora já pode viajar para assistir touradas na Espanha.  Já em Madri, enquanto jantam numa Casa de Shows, ela lhe diz que a relação deles não vai dar certo por causa da ambição dele e do sentimento de culpa que ela carrega.  Enquanto ele se afasta para passar um telegrama, ela desaparece com o dançarino da Casa.

Voltando, novamente, ao presente, Helen retorna da caçada, e ele pede a um nativo que faça sua barba.

Enquanto a barba é feita, num terceiro flashback, ele retorna ao tempo em que conhece a Condessa Elizabeth, na Riviera Francesa, e passam a morar juntos.  Na época, ainda bastante ferido por ter sido abandonado por Cynthia, escreve um novo livro, onde coloca toda a raiva que sente.  É quando realmente conhece o sucesso:  seu nome nos jornais, fotos em revistas, pedidos de autógrafos.  Não suportando mais a falta de Cynthia, consegue seu endereço e lhe envia uma carta apaixonada.  Do Hotel Florinda, em Madri, ela lhe responde.  A carta é recebida por Liz que lhe mostra o envelope, pergunta-lhe quem é Cynthia Green do Hotel Florinda e, em seguida, a rasga.  Ele larga tudo, faz suas malas e viaja para Madri, mas não a encontra.  De repente, ele se vê lutando na Guerra Espanhola, onde procura encontrar sua amada.  Quando finalmente ele a encontra, ela se acha mortalmente ferida.  Ele segue para Paris.  Quando seu tio Bill morre, deixa para ele um enigma. que diz: "Kilimanjaro, com 5.895 metros de altitude, é a montanha mais alta da África.  Perto de seu topo, jaz a carcaça congelada de um leopardo.  Ninguém sabe o que o leopardo procurava naquela altitude".  Ao sair à rua, aborda Helen, pensando tratar-se de Cynthia.  Num segundo encontro casual, ele lhe diz que precisa muito dela.  Os dois terminam vivendo juntos.  É quando ele resolve retornar à África, desta vez para a região do Kilimanjaro.

De volta ao presente, Helen, que há pouco chegara da caçada, pergunta-lhe se ele está pensando em Cynthia ou em Liz.  Ele lhe responde que estava relembrando o primeiro encontro que tivera com ela, Helen.  Quando ela lhe pergunta qual a verdadeira razão deles terem vindo para a África, ele lhe diz que ali, ao lado do Kilimanjaro, iria encontrar a resposta para o enigma sobre o leopardo que acabou se perdendo.

Sempre tentando levantar a auto-estima do marido que ama, Helen insiste na necessidade dele reagir e diz que, mesmo se achando insatisfeito, ele não fracassou como homem.  Emocionado, Harry lamenta que somente agora, quando não lhe resta mais esperanças, ele tenha descoberto a grande mulher que ela é.  Seu estado piora.  Helen decide fazer uma incisão no abscesso que se formou na perna dele, numa tentativa de que a infecção ceda.  Por outro lado, os nativos trazem o curandeiro da tribo para tentar curá-lo.

Após essas duas intervenções, Harry entra num sono profundo e, ao acordar, sente-se bem e abraça a mulher como que partindo para um recomeço de vida.  Ao ouvir o ronco dos motores do avião que está chegando com Johnson, ele olha para o céu e observa que as aves agourentas que se achavam na árvore próxima, já não mais se encontram lá.

imagem

Comentários

Baseado no livro homônimo de Ernest Hemingway, "As Neves de Kilimanjaro" é um bom drama romântico.  Realizado pelo cineasta Henry King, o filme parte de um roteiro escrito por Casey Robinson, que apresenta uma bem construída narrativa clássica.

Como exemplo de adaptação para o cinema de um livro do grande escritor americano, "As Neves de Kilimanjaro" fica abaixo de outras adaptações feitas anteriormente como, por exemplo, "Por Quem os Sinos Dobram" de Sam Wood, 1943.

A música é de ótima qualidade, incluindo belas canções de Cole Porter.  Merece destaque uma cena em que o grande e imortal jazzista Benny Carter toca seu sax tenor numa festa em Paris.  A fotografia de Leon Shamroy é um dos pontos mais fortes do filme, ao conseguir captar, com maestria, belíssimas cenas do continente africano, de milionárias Vilas e iates do Mediterrâneo, de Paris, de touradas na Espanha e da guerra espanhola.

O elenco, embora não apresente magníficas atuações, é formado por nomes de peso que merecem respeito, como Gregory Peck, Ava Gardner, Susan Hayward, Leo G. Carroll e Torin Thatcher.

CAA