Filmes por gênero

BEIJO NA BOCA (1982)

imagem

Ficha Técnica

Pais: Brasil
Gênero: Drama, Crime
Direção: Paulo Sérgio Almeida
Roteiro: Euclydes Marinho
Produção: Pedro Carlos Rovai, Paulo Thiago
Design Produção: Carlos Prieto
Música Original: Sérgio Saraceni
Fotografia: Antônio Penido, Antônio Carlos Seabra
Edição: Raphael Valverde
Direção de Arte: Carlos Prieto
Figurino: Carlos Prieto
Maquiagem: Carlos Prieto
Efeitos Sonoros: Frederico Gouveia, José Luiz Sasso, Antônio César, Luiz Carvalho
Nota: 4.8
Filme Assistido em: 1983

Elenco

Cláudia Ohana Celeste
Mário Gomes Mário
Joana Fomm Mãe de Celeste
Milton Moraes Pai de Celeste
Denis Carvalho Artur
Stepan Nercessian Pardal
Cissa Guimarães Rita
Sandro Solviatti Homem do trailer
Cláudia Celeste Travestí
Liège Monteiro Mulher de Artur
Eládio Sandoval Disc-Jockey
Perfeito Fortuna Vaporupe

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Celeste, típica garota de Copacabana e Mário, funcionário do Planetário, se conhecem durante um curso de astronomia.  Ele mora perto da Cinelândia, no centro da cidade do Rio de Janeiro, mantendo contato com boêmios, travestis e traficantes.  Ela, filha única, vive com a mãe, uma dona-de-casa e com o pai, militar, que vive a lhe dar broncas e lições de moral.

Enquanto acerta uma 'partida' de cocaína com seu primo Vaporube, Mário telefona para Celeste com o intuito de começar a cortejá-la, mas esta, num primeiro momento, não se mostra receptiva.  

Ele, um machão convicto, detestando a rejeição, não desiste e termina seduzindo-a.  A seguir, os dois vivem um tórrido romance em quartos de motéis.  É quando Mário a obriga a atrair o jornalista Artur, seu ex-namorado, para uma conversa a sós numa praia distante, praticamente deserta no meio da semana.

Enquanto Celeste e Artur conversam sobre seu antigo caso, Mário chega sorrateiro em seu conversível, aponta seu revólver para o jornalista e, com pouca conversa, atira para matar e ainda obriga a assustada Celeste a dar o tiro de misericórdia.  Em seguida, eles vão embora enquanto o dono do único 'trailer' da região chama a polícia.

Mais tarde, já com a polícia e a imprensa examinando o corpo, os criminosos voltam ao local do crime, estacionam o conversível calmamente, sentam, conversam e ficam observando, certos que ficarão impunes...

imagem

Comentários

Inspirado num fato real, "Beijo na Boca" não chega a ser um bom filme.  Realizado pelo diretor Paulo Sérgio Almeida, tem um roteiro deficiente, mal estruturado.  A história também é fraca, com um forte apelo erótico.

De uma maneira geral, não há grandes destaques a serem considerados nessa produção de baixo orçamento.

CAA