Filmes por gênero

CHINATOWN (1974)

Chinatown
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Barrio chino (Argentina, México)
Kineska cetvrt (Croácia, Iugoslávia)
Cartierul chinezesc (Romênia)
Kínai negyed (Hungria)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Filme Noir, Suspense, Drama
Direção: Roman Polanski
Roteiro: Robert Towne
Produção: Robert Evans
Design Produção: Richard Sylbert
Música Original: Jerry Goldsmith
Música Não Original: Rudolf Friml
Fotografia: John A. Alonzo
Edição: Sam O'Steen
Direção de Arte: W. Stewart Campbell
Figurino: Anthea Sylbert
Guarda-Roupa: Richard Bruno, Jean Merrick
Maquiagem: Lee Harman, Hank Edds
Efeitos Sonoros: Charles Grenzbach, Larry Jost, Bob Cornett
Efeitos Especiais: Logan Frazee
Nota: 9.0
Filme Assistido em: 1975

Elenco

Jack Nicholson Jake Gittes
Faye Dunaway Evelyn Cross Mulwray
John Huston Noah Cross
Perry Lopez Tenente Lou Escobar
John Hillerman Russ Yelburton
Darrell Zwerling Hollis Mulwray
Diane Ladd Ida Sessions
Roy Jenson Claude Mulvihill
Roman Polanski Homem com uma faca
Richard Bakalyan Detetive Loach
Joe Mantell Lawrence Walsh
Bruce Glover Duffy
Nandu Hinds Sophie
James O'Rear Advogado
James Hong Kahn, o mordomo
Beulah Quo Empregada dos Mulwray
Jerry Fujikawa Jardineiro dos Mulwray
Belinda Palmer Katherine Cross
Roy Roberts Prefeito Bagby
Lee de Broux Policial
John Rogers Sr. Palmer
Bob Golden Policial
George Justin Barney, o barbeiro
Paul Jenkins Policial
Fritzi Burr Secretária de Mulwray
ohn Rogers Sr. Palmer
Cecil Elliott Emma Dill
Burt Young Curly
Elizabeth Harding Esposa de Curly

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Roteiro Original (Robert Towne)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Direção (Roman Polanski)

Prêmio de Melhor Roteiro (Robert Towne)

Prêmio de Melhor Ator (Jack Nicholson)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Ator (Jack Nicholson)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Prêmio de Melhor Roteiro (Robert Towne)

Prêmio de Melhor Direção (Roman Polanski)

Prêmio de Melhor Ator em um Drama (Jack Nicholson)

Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca

Bodil de Melhor Filme Não Europeu (Roman Polanski)

Círculo dos Críticos de Cinema de Kansas City, USA

Prêmio de Melhor Ator (Jack Nicholson)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (John Huston)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Ator (Jack Nicholson)

Prêmios Sant Jordi de Barcelona

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro (Roman Polanski)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Drama escrito diretamente para o cinema (Robert Towne)

Prêmios Edgar Allan Poe

Prêmio de Melhor Filme (Robert Towne)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme (Robert Evans )

Oscar de Melhor Fotografia (John A. Alonzo )

Oscar de Melhor Direção (Roman Polanski)

Oscar de Melhores Efeitos Sonoros (Charles Grenzbach, Larry Jost)

Oscar de Melhor Figurino (Anthea Sylbert)

Oscar de Melhor Direção de Arte - Decoração de Cenários (Richard Sylbert, W. Stewart Campbell, Ruby R. Levitt )

Oscar de Melhor Ator (Jack Nicholson)

Oscar de Melhor Trilha Sonora (Jerry Goldsmith)

Oscar de Melhor Edição (Sam O'Steen)

Oscar de Melhor Atriz (Faye Dunaway)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Edição (Sam O'Steen )

Prêmio Anthony Asquith de Melhor Música (Jerry Goldsmith)

Prêmio de Melhor Figurino (Anthea Sylbert)

Prêmio de Melhor Fotografia (John A. Alonzo)

Prêmio de Melhor Direção de Arte (Richard Sylbert)

Prêmio de Melhor Atriz (Faye Dunaway)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (John Huston)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Faye Dunaway)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (John Huston)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Jerry Goldsmith)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Roman Polanski)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Roteiro (Robert Towne)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Los Angeles, 1937 -  Jake Gittes, um detetive particular, recebe em seu escritório a visita de uma mulher, que se diz chamar 'Evelyn Mulwray' e que deseja contratá-lo, pois acredita que seu marido, Hollis Mulwray, engenheiro-chefe da 'Water & Power Company', está tendo um caso com outra mulher.  Em seu trabalho, Jake conta com a ajuda de seus sócios, Walsh e Duffy, na procura de provas.

Ao iniciar suas investigações, Jake vai a uma reunião do Conselho Municipal, onde está sendo discutido um projeto de irrigação para o San Fernando Valley.  Lá, Mulwray, com base em experiência anterior, coloca-se contra o mesmo.  Logo depois, o detetive segue o engenheiro, que passa a maior parte do seu tempo checando o suprimento de água da cidade.

Mais tarde, Duffy telefona para dizer que localizou Mulwray com uma jovem mulher num barco no Echo Park.  Jake corre para lá a fim de conseguir mais fotos que incriminem o engenheiro de ter cometido adultério.  As fotos chegam às mãos da 'Sra. Mulwray' e, poucos dias depois elas são publicadas, precipitando um escândalo na cidade.  As notícias dizem ainda que Jake Gittes fora contratado por uma 'esposa suspeita'.

A Sra. Evelyn Cross Mulwray procura o detetive, ameaçando-o com um processo por difamação de seu marido.  É quando Jake percebe que fora usado por uma falsa 'Sra. Mulwray' para prejudicar o engenheiro.  Ele decide procurar Mulwray em seu escritório, mas não o encontra.  Na ocasião, ele é procurado por Russ Yelburton e se vê obrigado a convencê-lo de que as histórias sobre Mulwray são completamente infundadas.

Jake dirige-se até a mansão dos Mulwray, onde se acham vários criados orientais de Chinatown, entre os quais o mordomo Kahn, a empregada e o jardineiro da propriedade.  Quando a Sra. Evelyn se apresenta, o detetive tenta convencê-la de que não teve nada a ver com a publicação das fotos incriminadoras.  Ela sugere que ele procure seu marido em Oak Pass ou nos Reservatórios Stone Canyon, locais que ele geralmente procura na hora do almoço.

No Reservatório de Oak Pass, Jake encontra o Ten. Lou Escobar, um antigo parceiro da época em que ambos eram policiais em Chinatown.  Logo em seguida, o cadáver de Mulwray é retirado das águas.  A Sra. Evelyn é chamada para identificar o corpo, ocasião em que Escobar lhe pergunta sobre as notícias publicadas no jornal.  Ela afirma que seu marido não se afogou acidentalmente e nega conhecer o nome da jovem mulher em questão.

À noite, Jake retorna ao local, sendo ameaçado por Claude Mulvihill, um dos homens de Yelburton, e por um de seus capangas.  Em suas investigações, descobre que Noah Cross, um dos homens mais poderosos da cidade e pai de Evelyn, havia sido sócio de Mulwray.  Por outro lado, acredita que Ida Sessions  (a falsa Sra. Mulwray) fora contratada por Yelburton para desacreditar Mulwray e possivelmente matá-lo, já que este era contrário à construção de uma nova represa, e teria descoberto irregularidades no projeto.

No Albacore Club, o detetive encontra Noah Cross.  Este o contrata para localizar a misteriosa loura, namorada de Mulwray.

À noite, na mansão da Sra. Evelyn, Jake descobre que todos os criados estão de folga.  Ao saber que o detetive esteve com seu pai, Evelyn o adverte que ele é um homem muito perigoso.  Os dois terminam se beijando e indo para a cama.  Horas depois, ela recebe um telefonema e diz a Jake que vai ter que sair imediatamente.

Sem que ela saiba, ele a segue.  Ela entra numa casa modesta.  Ele consegue vê-la conversando com seu mordomo chinês e, num outro cômodo, verifica que a jovem loura é mantida numa cama.  Ao sair, ela encontra Jake sentado no banco do carona de seu carro.  Perguntada sobre a jovem, ela diz tratar-se de sua irmã.

Mais tarde, já em sua casa, Jake recebe dois telefonemas anônimos que o levam à casa de Ida Sessions.  Ao chegar lá, ele a encontra morta.  Logo a seguir, chegam o Ten. Escobar e seu parceiro, o Det. Loach.  Escobar o acusa de ter trabalhado para Ida e de ter ajudado Evelyn a matar Mulwray.  Jake a defende enquanto acredita que Escobar esteja implicado nos negócios de Yelburton.

Ao retornar à mansão, o detetive admite a possibilidade de Mulwray ter sido morto por Evelyn no tanque de peixes da propriedade e de estar querendo se livrar da jovem loura, Katherine, por ter sido a única testemunha.  Ele corre, então, até a casa onde a jovem é mantida presa, encontrando Evelyn se preparando para tomar o trem das 17:50h.  Ele pergunta pela jovem e, sem explicar porque, telefona para o Ten. Escobar e o chama até o local.

Evelyn termina contando que teve uma relação incestuosa com o pai e que Katherine é fruto dessa relação.  Após essa revelação, Jake passa a acreditar em sua inocência e sugere que elas fujam para Chinatown e se refugiem na casa de seu mordomo chinês.

No final, convergem para Chinatown os principais personagens: Evelyn Mulwray, Katherine Cross, Noah Cross, Jake Gittes e seus sócios, Duffy e Walsh, o Ten. Lou Escobar e o Det. Loach.  Lá, ocorre um confronto que acaba em morte...

imagem imagem imagem

Comentários

"Chinatown" é um ótimo filme 'noir', sem clichês, e que mantém o espectador atento até a cena final.  Realizado pelo cineasta Roman Polanski, "Chinatown" mistura todos os elementos de um grande filme policial, de mistério, romance e suspense.

O excelente roteiro de Robert Towne foi parcialmente baseado num caso verídico ocorrido em Los Angeles no início do século XX.  O filme marca, ainda, a volta de Polanski à Hollywood, cinco anos após o rumoroso assassinato de sua esposa, a atriz Sharon Tate.

Além dos belos trabalhos realizados por Towne e Polanski, "Chinatown" ainda se destaca em diversos outros quesitos, o que o levaram a ser indicado a 11 Oscars, tendo arrebatado a estatueta de Melhor Roteiro Original.

No elenco, os maiores destaques ficam por conta das magníficas atuações de Jack Nicholson, Faye Dunaway e John Huston.

CAA