Filmes por gênero

CIDADE DE DEUS (2002)

imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: City of God (USA, UK, Alemanha, Itália)
La cité de Dieu (França)
Città di Dio (Itália)
Ciudad de Dios (Espanha, Argentina, México)
Guds stad (Suécia)
Orasul Zeilor (Romênia)
Miasto Boga (Polônia)
Isten városa (Hungria)
Pais: Brasil, França
Gênero: Crime, Drama
Direção: Fernando Meirelles, Kátia Lund
Roteiro: Bráulio Mantovani
Produção: Andrea Barata Ribeiro, Maurício Andrade Ramos
Design Produção: Tulé Peake
Música Original: Antonio Pinto, Ed Cortês
Fotografia: Cesar Charlone
Edição: Daniel Rezende
Figurino: Inês Salgado, Bia Salgado
Guarda-Roupa: Patricia Monteiro
Maquiagem: Donna Meirelles, Anna Van Steen
Efeitos Sonoros: Guilherme Ayrosa, Carlos Honc, Alessandro Laroca e outros
Efeitos Visuais: Renato Batata
Nota: 9.1
Filme Assistido em: 2003

Elenco

Matheus Nachtergaele Sandro Cenoura
Alice Braga Angélica
Alexandre Rodrigues Buscapé
Leandro Firmino da Hora Zé Pequeno
Phellipe Haagensen Bené
Jonathan Haagensen Cabeleira
Seu Jorge Mané Galinha
Renato de Souza Marreco
Roberta Rodrigues Berenice
Gero Camilo Paraíba
Douglas Silva Dadinho
Charles Paraventi Tio Sam
Jefechander Suplino Alicate
Graziella Moretto Marina Cintra
Emerson Gomes Barbantinho
Edson Oliveira Barbantinho, adulto
Michel de Souza Gomes Bené, criança
Luís Otávio Busca Pé, criança
Darlan Cunha Filé com Fritas
Robson Rocha Gelson
Thiago Martins Lampião
Leandra Miranda Lúcia Maracanã
Karina Falcão Mulher do Paraíba
Sabrina Rosa Namorada do Galinha
Rubens Sabino Neguinho
Marcos Junqueira Otávio
Felipe Silva Rafael
Daniel Zettel Thiago
Luiz Carlos Ribeiro Seixas Touro
Paulo César (Jacaré) Tuba
Danielle Ornellas Vizinha do Paraíba

Prêmios

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Edição (Daniel Rezende)

Festival de Cinema de Cartagena, Colômbia

Prêmio de Melhor Direção (Fernando Meirelles)

Prêmio de Melhor Filme (Fernando Meirelles)

Grande Prêmio Brasileiro de Cinema, Brasil

Prêmio de Melhor Direção (Fernando Meirelles)

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Som (Guilherme Ayrosa, Carlos Honc, Rudy Pi e outros)

Prêmio de Melhor Roteiro Adaptado (Bráulio Mantovani)

Prêmio de Melhor Fotografia (César Charlone)

Prêmio de Melhor Edição (Daniel Rezende )

Festival de Cinema de Havana, Cuba

Prêmio da Universidade de Havana (Fernando Meirelles)

Grand Coral - 1º Prêmio (Fernando Meirelles)

Prêmio OCIC (Fernando Meirelles)

Prêmio Glauber Rocha (Fernando Meirelles)

Prêmio de Melhor Ator (Matheus Nachtergaele, Seu Jorge e outros)

Prêmio de Melhor Fotografia (César Charlone)

Prêmio de Melhor Edição (Daniel Rezende)

Prêmio FIPRESCI (Fernando Meirelles)

Festival Internacional de Cinema de Marrakech, Marrocos

Prêmio de Melhor Direção (Fernando Meirelles)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Festival Internacional de Toronto, Canadá

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Associação dos Críticos de Cinema de Ohio, USA

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Associação dos Críticos de Cinema de Chicago

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Festival do Cinema de Guadalajara, México

Prêmio do Público da Competição Íbero-Americana (Fernando Meirelles, Katia Lund)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Las Vegas

Prêmio Sierra de Melhor Filme Estrangeiro

Festival do Cinema Latinoamericano de Lima, Peru

1º Prêmio Elcine (Fernando Meirelles, Katia Lund)

Festival de Cinema do SESC, Brasil

Prêmio do Público de Melhor Filme (Fernando Meirelles)

Prêmio da Crítica de Melhor Filme (Fernando Meirelles)

Prêmio do Público de Melhor Direção (Fernando Meirelles)

Prêmio da Crítica de Melhor Direção (Fernando Meirelles)

Prêmios Satellite, Los Angeles

Prêmio Golden Satellite de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Associação Paulista de Críticos de Arte

Grande Prêmio da Crítica pelo Conjunto do Elenco

Associação dos Críticos de Cinema de Toronto, Canadá

Prêmio Visions - Citação Especial (Fernando Meirelles)

Festival Internacional do Uruguai

Prêmio do Júri Especial (Fernando Meirelles)

Círculo dos Críticos de Cinema de Vancouver, Canadá

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Sociedade dos Críticos de Cinema de Phoenix, Arizona, USA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Direção (Fernando Meirelles)

Oscar de Melhor Roteiro Adaptado (Bráulio Mantovani)

Oscar de Melhor Fotografia (César Charlone)

Oscar de Melhor Edição (Daniel Rezende)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira (Fernando Meirelles, Mauricio Andrade Ramos, Andrea Barata Ribeiro)

Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca

Bodil de Melhor Filme Não Americano (Fernando Meirelles, Kátia Lund)

Grande Prêmio Brasileiro de Cinema, Brasil

Prêmio de Melhor Ator (Leandro Firmino)

Prêmio de Melhor Atriz (Roberta Rodrigues)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Jonathan Haagensen, Douglas Silva)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Alice Braga, Graziela Moretto)

Prêmio de Melhor Figurino (Bia Salgado, Inês Salgado)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Antonio Pinto, Ed Cortês)

Prêmio de Melhor Maquiagem (Anna Van Steen)

Prêmio de Melhor Direção de Arte (Tulé Peak)

Academia do Cinema Europeu

Prêmio Internacional

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Diretor de Filme Estrangeiro (Fernando Meirelles)

Festival Internacional de Cinema de Marrakech, Marrocos

Prêmio Estrela de Ouro de Melhor Filme (Fernando Meirelles, Kátia Lund)

Associação dos Críticos de Cinema de Ohio, USA

Prêmio de Melhor Direção (Fernando Meirelles, Kátia Lund)

Prêmio de Melhor Roteiro Adaptado (Bráulio Mantovani)

Grêmio dos Diretores da Grã Bretanha

Prêmio por Direção Excepcional de um Filme Estrangeiro (Fernando Meirelles)

Prêmios do Cinema Europeu

Prêmio Internacional do Cinema (Fernando Meirelles)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro (Fernando Meirelles)

Festival Robert de Copenhague, Dinamarca

Robert de Melhor Filme Não Americano (Fernando Meirelles, Kátia Lund)

Festival Internacional de Cinema de Tóquio, Japão

Grand Prix de Tóquio (Fernando Meirelles)

Associação dos Críticos de Cinema de Washington DC

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Direção (Fernando Meirelles, Kátia Lund)

Prêmio de Melhor Roteiro Adaptado (Bráulio Mantovani)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

O principal personagem do filme Cidade de Deus não é uma pessoa.  O verdadeiro protagonista é o lugar. Cidade de Deus é uma favela que surgiu nos anos 60, e se tornou um dos lugares mais perigosos do Rio de Janeiro, no começo dos anos 80.

Para contar a estória deste lugar, o filme narra a vida de diversos personagens, todos vistos sob o ponto de vista do narrador, Buscapé.  Este, um menino pobre, negro, muito sensível e bastante amedrontado com a idéia de se tornar um bandido; mas também, inteligente suficientemente para se resignar com trabalhos quase escravos.

Buscapé cresceu num ambiente bastante violento.  Apesar de sentir que todas as chances estavam contra ele, descobre que pode ver a vida com outros olhos: os de um artista.  Acidentalmente, torna-se fotógrafo profissional, o que foi sua libertação.

Buscapé não é o verdadeiro protagonista do filme: não é o único que faz a estória acontecer; não é o único que determina os fatos principais.  No entanto, não somente sua vida está ligada com os acontecimentos da estória, mas também, é através da sua perspectiva que entendemos a humanidade existente, em um mundo aparentemente condenado por uma violência infinita.

imagem imagem imagem

Comentários

Baseado num livro de Paulo Lins, um filho da favela, "Cidade de Deus" é um excelente filme brasileiro.  Realizado por  Fernando Meirelles e Kátia Lund, o filme mostra uma realidade chocante, girando em torno da miséria, violência, exclusão social e a força do poder paralelo ligado ao tráfico de drogas, em favelas do Rio de Janeiro.

Fernando Meirelles consegue manter um ótimo ritmo ao filme, que apresenta ainda a bela fotografia de César Charlone e um fabuloso trabalho de edição, assinado por Daniel Rezende.

Um ponto que chama a atenção de "Cidade de Deus" é que a maioria dos atores é formada por amadores selecionados na própria comunidade.  Destaques para o fabuloso ator profissional, Matheus Nachtergaele, e para Leandro Firmino da Hora.

CAA