Filmes por gênero

SANGUE DE PANTERA (1942)

Cat people
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A pantera (Portugal)
La féline (França)
La femme panthère (Bélgica)
Il bacio della pantera (Itália)
La mujer pantera (Espanha)
La marca de la pantera (México, Argentina)
Katzenmenschen (Alemanha)
Rovdjurskvinnan (Suécia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Filme Noir, Horror, Suspense
Direção: Jacques Tourneur
Roteiro: DeWitt Bodeen
Produção: Val Lewton
Música Original: Roy Webb
Direção Musical: C. Bakaleinikoff
Fotografia: Nicholas Musuraca
Edição: Mark Robson
Direção de Arte: Albert S. D'Agostino, Walter E. Keller
Figurino: Renié
Maquiagem: Mel Berns
Efeitos Sonoros: John L. Cass
Efeitos Especiais: Vernon L. Walker
Efeitos Visuais: Linwood G. Dunn
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1995

Elenco

Simone Simon Irena Dubrovna Reed
Kent Smith Oliver Reed
Jane Randolph Alice Moore
Tom Conway Dr. Louis Judd
Jack Holt Comodoro
Alan Napier Doc Carver
Dynamite A Pantera
Elizabeth Russell A Mulher Gato
Theresa Harris Minnie
Elizabeth Dunne Sra. Plunket
Henrietta Burnside Sue Ellen
Dot Farley Sra. Agnew
Mary Halsey Blondie
Connie Leon Vizinha, que chama a polícia
John Piffle Proprietário do Café
Eddie Dew Policial
Bud Geary Policial
Donald Kerr Motorista de taxi
Charles Jordan Motorista de ônibus
Betty Roadman Sra. Hansen

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

No Zoológico do Central Park em Manhattan, Nova York, a estilista sérvia Irena Dubrovna faz esboços de uma pantera negra. Ela chama a atenção do engenheiro naval Oliver Reed, com quem começa a conversar. Em seguida, ela o convida para um chá em seu apartamento. À medida que caminham, um dos esboços por ela descartados é revelado como sendo uma pantera furada por uma espada.

Ao chegarem ao apartamento dela, Oliver fica intrigado com a estátua de um guerreiro medieval, a cavalo, espetando um grande gato com sua espada. Irena comenta que se trata do rei John da Sérvia e que o gato representa o mal. Segundo a lenda, há muito tempo, depois de serem escravizados pelos mamelucos, os moradores cristãos de sua aldeia natal se voltaram gradualmente para a feitiçaria e a adoração ao diabo. Quando o rei expulsou os mamelucos e viu em que se tornaram os aldeões, ele os matou. No entanto, o mais sábio e o mais perverso conseguiram fugir para as montanhas.

Oliver compra-lhe um gatinho, ocasião em que ela comenta que esses animais simplesmente não gostam dela e sugere que o mesmo seja trocado em uma loja de animais de estimação. Uma vez lá, o lojista explica que os animais podem sentir como são as pessoas. Gradualmente, vai-se tornando claro que Irena acredita ser descendente de um povo-gato de sua aldeia, bem como, que ela receia de se tornar uma pantera caso se apaixone.

Apesar de suas crenças estranhas, Oliver a convence a se casar com ele. No entanto, após o casamento, durante o jantar em um restaurante sérvio, uma mulher felina se aproxima e pergunta se ela é sua irmã. Temendo algo de mal dentro dela e o que poderia vir a acontecer, Irena evita dormir com o marido. Este a convence a procurar um psiquiatra, o Dr. Louis Judd. A ele, ela fala de sua infância, revelando que as outras crianças chamavam sua mãe de mulher-gato, bem como, que seu pai havia morrido de forma misteriosa. O médico tenta convencê-la de que seus temores resultam de traumas de infância. Ao voltar de sua consulta com o Dr. Judd, Irena descobre que Oliver havia confiado seus problemas conjugais à sua atraente assistente, Alice Moore, e se sente traída.

No trabalho, Alice confessa a Oliver que o ama. Ao vê-los juntos em um restaurante, Irena decide segui-la quando ela se dirige para casa, sozinha, através do Central Park. Sentindo a presença de alguém invisível atrás dela, Alice se sente ameaçada e pega o primeiro ônibus. Logo depois, um zelador descobre várias ovelhas mortas recentemente.

Mais tarde, quando Alice decide dar um mergulho na piscina de seu prédio, ela é perseguida por um animal apresentado apenas por sua sombra. Ela pula na piscina, usando a água para manter a criatura à distância. Quando Alice grita por socorro, Irena liga as luzes e afirma estar à procura de Oliver. Alice sai da piscina perguntando-se se ela tinha imaginado tudo aquilo, até descobrir seu roupão rasgado em tiras.

Depois de uma nova consulta com o Dr. Judd, Irena diz a Oliver que ela não tem mais medo, mas é tarde demais. A essa altura, tendo percebido que realmente ama Alice, Oliver acabava de entrar com um pedido de divórcio. Mais tarde, no trabalho, ele e Alice são encurralados por um animal feroz. Pensando rapidamente, ele lança mão de sua régua T e pede para que Irena vá embora.

Depois que ela sai, Alice telefona para o Dr. Judd a fim de pedir-lhe para ficar longe de Irena, mas ele desliga quando ela chega para sua consulta. Atraído por ela, ele comete o erro fatal de beijá-la. Ela se transforma em uma pantera e o mata, embora ele consiga feri-la no ombro com a espada escondida em sua bengala.Oliver e Alice chegam ao consultório alguns minutos depois. Irena escapa, volta à sua forma humana, e vai para o jardim zoológico. Lá, ela abre a gaiola da pantera e se permite ser morta.


imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Jacques Tourneur, a partir de um roteiro escrito por DeWitt Bodeen, “Sangue de Pantera” é um dos melhores filmes dos anos 1940. Sua trama, inteligentemente construída, alterna momentos de surpresas e suspense.

Na direção, Tourneur instala metodicamente um clima de angústia ao jogar com os nervos do espectador, como na cena em que Alice é perseguida na rua até a passagem oportuna de um ônibus. A magnífica cena da piscina com a atriz Jane Randolph é outro exemplo que merece ser destacado. A música de Roy Webb ajuda a criar esse clima de ansiedade e angústia.

Enfim, “Sangue de Pantera” é um filme que merece ser visto, principalmente por aqueles que amam o gênero.

CAA