Filmes por gênero

BODAS DE SANGUE (1981)

Bodas de sangre
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Noces de sang (França)
Blood wedding (Estados Unidos)
Bodas de sangre - Nozze di sangue (Itália)
Bluthochzeit (Alemanha, Suiça)
Krwawe gody (Polônia)
Vérnász (Hungria)
Blodbryllup (Dinamarca)
Кровавая свадьба (Rússia)
Pais: Espanha, França
Gênero: Drama, Música
Direção: Carlos Saura
Roteiro: Carlos Saura, Antonio Gades, Alfredo Mañas
Produção: Emiliano Piedra, Ángel Escolano
Música Original: Emilio de Diego
Coreografia: Antonio Gades
Fotografia: Teodoro Escamilla
Edição: Pablo González del Amo
Maquiagem: Ramón de Diego
Efeitos Sonoros: Bernardo Menz, Antonio Illán, Miguel Ángel Polo
Nota: 8.2
Filme Assistido em: 1983

Elenco

Antonio Gades Leonardo Félix
Cristina Hoyos Noiva
Juan Antonio Jiménez Noivo
Carmen Villena Esposa de Leonardo
Pilar Cárdenas Mãe do Noivo
Marisol Sogra de Leonardo
Elvira Andrés Corpo de Baile
Lario Díaz Corpo de Baile
Enrique Esteve Corpo de Baile
Azucena Flores Corpo de Baile
Cristina Gombau Corpo de Baile
Marisa Neila Corpo de Baile
Antonio Quitana Corpo de Baile
José Mercé .
Gómez de Jerez .
Pepe Blanco .

Prêmios

Festival de Montréal, Canadá

Prêmio Especial do Festival (Carlos Saura)

Círculo dos Roteiristas de Cinema, Espanha

Prêmio de Melhor Filme

Festival Internacional de Karlovy Vary, República Tcheca

Prêmio Especial do Júri (Carlos Saura)

Indicações

Festival Internacional de Cinema de Chicago

Prêmio Gold Hugo de Melhor Filme (Carlos Saura)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Nos camarins e no palco, dançarinos preparam-se para o ensaio geral de um espetáculo, dividido em seis partes:

Iniciada a primeira parte, a mãe do noivo fala com ele sobre os assassinatos de seu esposo e do filho mais velho.  Devido a essas mortes, ela não suporta qualquer tipo de arma, especialmente as facas.  Em seguida, conversa sobre o trabalho no vinhedo.  Ao descobrir uma faca com o filho, ela a toma e a esconde.  Através de uma vizinha, toma conhecimento que a noiva teve no passado um relacionamento com Leonardo Félix, um jovem pertencente à família dos assassinos de seus marido e filho.

Na segunda parte, a sogra e a esposa de Leonardo embalam seu pequeno filho cantando uma canção de ninar.  Quando ele chega, elas reclamam de seu comportamento estranho, o que se torna mais sério quando vem à tona o assunto do casamento que está prestes a acontecer.  Sua mulher demonstra um ciúme enfurecido por acreditar que o marido acha-se apaixonado pela noiva.

Na terceira parte, Leonardo e sua amada, a noiva prometida a outro, aparecem como num sonho onde, juntos, sentem-se felizes e realizados.

Na quarta parte, ocorre a cerimônia do esperado casamento, marcada por muita música e dança.  Num momento em que a noiva fica sozinha, Leonardo a tira para dançar.  Os dois sentem-se felizes por se acharem abraçados, o que provoca ciúmes da esposa de Leonardo e a ira do noivo.  Ao final, os dois fogem a cavalo.

Na quinta parte, embora odeie quaisquer tipos de armas e, em especial, as facas, a mãe do noivo lhe devolve a faca que havia escondido.  Tal atitude representa seu consentimento para que o filho lave sua honra manchada pela traição.

Na sexta e última parte, o agora esposo abandonado parte em perseguição ao casal fugitivo.  Ao encontrá-los, dá-se uma dramática luta com facas, a qual termina com os dois homens mortos aos pés da jovem recém-casada.

imagem

Comentários

Baseado na peça homônima de Federico García Lorca, "Bodas de Sangue" é um ótimo filme sobre uma tragédia que se abate sobre três famílias.  Realizado pelo grande cineasta aragonês, Carlos Saura, sua trama gira em torno de um triângulo amoroso, entre dois homens e uma mulher, e de suas graves conseqüências.

Com "Bodas de Sangue", Carlos Saura inicia sua conhecida trilogia sobre a rica tradição musical espanhola, que viria a se concretizar com os filmes "Carmen", de 1983, e "Amor Bruxo", de 1986.  Nesses três trabalhos, o cineasta contou com as presenças de Antonio Gades e Cristina Hoyos, atores e grandes expoentes da dança flamenca.

Toda a história é por Saura desenvolvida em um único ambiente, um palco, onde desfilam os diversos personagens, movidos pela música e pela dança.

Além do excelente trabalho realizado pelo diretor e pelos exímios bailarinos, "Bodas de Sangue" conta, ainda, com a bela fotografia de Teodoro Escamilla.

CAA