Filmes por gênero

DESFOLHANDO A MARGARIDA (1956)

En effeuillant la marguerite
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Plucking the Daisy (Estados Unidos)
Miss Spogliarello (Itália)
Deshojando la margarita (Espanha, Chile)
Das Gänseblümchen wird entblättert (Alemanha, Austria)
Älskar... älskar inte... (Suécia)
Domnisoara Striptease (Romênia)
Stokrotka (Polônia)
Sztriptíz-kisasszony (Hungria)
Letsindig, men dejlig (Dinamarca)
Pais: França
Gênero: Comédia
Direção: Marc Allégret
Roteiro: Roger Vadim, Marc Allégret
Produção: Raymond Eger, Pierre Schwab
Design Produção: Alexandre Trauner
Música Original: Paul Misraki
Fotografia: Louis Page
Edição: Suzanne de Troeye
Efeitos Sonoros: Jacques Carrère
Nota: 7.0
Filme Assistido em: 2015

Elenco

Daniel Gélin Daniel Roy
Brigitte Bardot Agnès Dumont
Robert Hirsch Roger Vital
Jacques Dumesnil General Dumont
Jacques Jouanneau Edouard, amigo de Daniel
Mauricet Sr. Valentin
Yves-Marie Maurin Toto
Madeleine Barbulée Madame Dumont
Anne Collette A secretária
Luciana Paluzzi Sophia
Nadine Tallier Magali
Darry Cowl Hubert Dumont, irmão de Agnès
Françoise Arnoul Ela própria, no nightclub
Mischa Auer Motorista de taxi
Georges Chamarat O carteiro
Henri Garcin Amigo de Daniel
Patrick Dewaere Irmão de Toto
Jacques Bouillaud .
Jacques Fervil .
Gabrielle Fontan .

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Na pequena cidade francesa de Vichy, a jovem Agnès Dumont, filha de um respeitável general, publica um livro escandaloso, uma verdadeira bomba que abala as pessoas mais conservadoras. Ela própria, imaginando o que poderia vir a acontecer, teve o cuidado de não se identificar, assinando-o apenas com as iniciais “A.D.”

No entanto, apesar de todas as precauções tomadas, seu pai vem a descobrir ser ela a verdadeira autora do tal livro incendiário e, indignado, decide interná-la num convento.

Desesperada e sem dinheiro, Agnès pega um trem e foge para Paris, na esperança de ser bem acolhida por seu irmão Hubert Dumont, que, em suas cartas, sempre fez passar aos olhos da família ser ele um famoso pintor. Durante a viagem, ela conhece um jovem jornalista, Daniel Roy, que a ajuda quando ela se vê encrencada por não ter comprado o bilhete da passagem.

Uma vez na capital francesa, ela vai até o endereço do irmão, onde encontra um casarão fechado. Nas vizinhanças, ela obtém a informação de que ele só aparece nos finais de semana. Sem ter para onde ir, Agnès força uma das janelas do casarão e consegue entrar, sem saber que o imóvel é, na verdade, o Museu Balzac.

Para atender às suas necessidades, na ausência do irmão, Agnès decide vender a edição original de uma das obras de Balzac que fazem parte do acervo do museu. No final de semana, quando Hubert aparece com um grupo de turistas, ela finalmente descobre que seu irmão não passa de um simples guia do museu. Quando os turistas vão embora e os dois irmãos ficam a sós, Hubert diz à Agnès que eles têm que arranjar uma forma de recomprarem o livro que ela havia vendido.

Enquanto isso, Agnès volta a se encontrar com o jornalista Daniel Roy, por quem se apaixona. Ele, no entanto, a vê como mais uma de suas conquistas amorosas.

Certo dia, ao passar por uma calçada, ela vê a propaganda de um Concurso de Striptease para Jovens Amadoras, cuja vencedora receberá um prêmio de 200.000 francos, quantia suficiente para readquirir o livro que ela vendera e que fazia parte do acervo do Museu Balzac.

Sem pensar duas vezes, ela se inscreve no mesmo com a esperança de poder resolver o seu maior problema. A fase inicial do concurso se dará em Paris e a final ocorrerá em Vichy, sua cidade natal.

Para não ser reconhecida, além de se inscrever no Concurso com o nome de uma grande amiga, Sophia, Agnès decide se apresentar no Concurso com os cabelos presos e uma máscara facial. Na plateia, o mulherengo Daniel Roy se apaixona por ela e, após a apresentação, na qualidade de jornalista, ele tem acesso aos bastidores onde tenta tirar sua máscara.

Ao se preparar para a fase final da competição, já em Vichy, Agnès se encontra casualmente com seu irmão caçula, um pré-adolescente que, ao chegar em casa, conta ao pai que sua irmã se encontra na cidade. O velho general, no entanto, não acredita nas palavras do filho.

Na qualidade de homem respeitável da sociedade local, ele é convidado para fazer parte do júri que indicará a jovem stripper vencedora do Concurso. Por outro lado, Daniel Roy chega à Vichy a fim de fazer a cobertura do evento para a Revista em que trabalha.

Logo a seguir, Hubert vai até a casa do pai à procura da irmã, fato que faz o general concluir que seu caçula não estava mentindo quando lhe disse que havia se encontrado com Agnès. Hubert e o pai decidem ir procurá-la no Cassino onde ocorrerá a final do Concurso de Striptease.

Enquanto isso, Agnès se encontra com sua grande amiga, Sophia, a quem conta tudo o que está acontecendo em sua vida. Logo a seguir, chegam ao local, Daniel e seu colega, Roger Vital, fotógrafo da Revista para a qual trabalham. O plano dos dois é o de conseguir tirar uma foto da stripper Sophia sem a máscara, o que lhes renderia um grande furo de reportagem.

Depois de uma tentativa fracassada, Sophia tem a oportunidade de contar para Daniel toda a verdade sobre Agnès, principalmente o quanto ela o ama. O até então mulherengo Daniel reconhece que também se acha apaixonado pela jovem. Em seguida, ele a procura e lhe diz que já soube de toda a verdade através de Sophia, bem como, que igualmente a ama e que está pronto para pedir sua mão em casamento.

Logo a seguir, tem início a final do Concurso que termina com a vitória da stripper mascarada. Sabedor, através de Hubert, que sua filha estava concorrendo com o pseudônimo de Sophia, o general tenta deixar o local para esconder sua vergonha. No entanto, para sua surpresa e alívio, Agnès vem até a mesa onde ele se encontra.

É que, na etapa final do Concurso, realizada em Vichy, a verdadeira Sophia, protegida pela máscara, resolvera tomar o lugar de Agnès para evitar qualquer eventual constrangimento para a amiga.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta suíço Marc Allégret, “Desfolhando a Margarida” é uma comédia do cinema francês de meados dos anos 1950. Sua trama gira em torno de uma bela jovem de vinte e poucos anos que, após ser ameaçada pelo pai de ser internada num convento, deixa sua cidade natal e foge para Paris, onde se inscreve num Concurso de Striptease para Jovens Amadoras, cuja vencedora receberá um prêmio de 200.000 francos.

Na direção, Allégret realiza um trabalho irregular onde a segunda metade é bem inferior à primeira. No elenco, Daniel Gélin e Robert Hirsch se destacam nas situações mais cômicas. Brigitte Bardot, além de sua beleza aos 22 anos, nos brinda com uma boa atuação.

CAA