Filmes por gênero

CABARET (1972)

Cabaret
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Cabaret, Adeus Berlim (Portugal)
Adieu Berlin (Bélgica)
Kabaré (Hungria)
Kabaret (Polônia)
Kabare - Elveda Berlin (Turquia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Musical
Direção: Bob Fosse
Roteiro: Jay Presson Allen
Produção: Cy Feuer
Design Produção: Rolf Zehetbauer
Música Original: John Kander
Direção Musical: Ralph Burns
Coreografia: Bob Fosse, John Sharpe
Fotografia: Geoffrey Unsworth
Edição: David Bretherton
Direção de Arte: Hans Jürgen Kiebach
Figurino: Charlotte Flemming
Guarda-Roupa: Ille Sievers
Maquiagem: Raimund Stangl, Susi Krause
Efeitos Sonoros: David Hildyard, Robert Knudson, Arthur Piantadosi
Nota: 9.3
Filme Assistido em: 1973

Elenco

Liza Minnelli Sally Bowles
Joel Grey Mestre de Cerimônias
Michael York Brian Roberts
Marisa Berenson Natalia Landauer
Helmut Griem Maximilian von Heune
Kathryn Doby Dançarina
Fritz Wepper Fritz Wendel
Elisabeth Neumann-Viertel Sra. Kost
Sigrid von Richthofen Sra. Mayr
Gerd Vespermann Bobby
Ralf Wolter Sr. Ludwig
Georg Hartmann Willi
Ricky Renée Elke
Inge Jaeger Dançarina
Angelika Koch Dançarina
Helen Velkovorska Dançarina
Gitta Schmidt Dançarina
Louisa Quick Dançarina

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Joel Grey)

Oscar de Melhor Fotografia (Geoffrey Unsworth)

Oscar de Melhor Direção (Bob Fosse)

Oscar de Melhor Atriz (Liza Minnelli)

Oscar de Melhor Trilha Sonora (Ralph Burns )

Oscar de Melhor Direção de Arte - Decoração de Interiores (Rolf Zehetbauer, Hans Jürgen Kiebach, Herbert Strabel)

Oscar de Melhores Efeitos Sonoros (Robert Knudson, David Hildyard )

Oscar de Melhor Edição (David Bretherton )

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhores Efeitos Sonoros (Robert Knudson, David Hildyard, Arthur Piantadosi)

Prêmio de Melhor Direção de Arte (Rolf Zehetbauer)

Prêmio de Melhor Direção (Bob Fosse)

Prêmio de Melhor Atriz (Liza Minnelli)

Prêmio de Melhor Revelação Masculina (Joel Grey)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Musical ou Comédia

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Joel Grey)

Prêmio de Melhor Atriz em um Musical ou Comédia (Liza Minnelli)

Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca

Bodil de Melhor Filme Não Europeu (Bob Fosse)

Prêmios David di Donatello, Itália

Prêmio de Melhor Direção de um Filme Estrangeiro (Bob Fosse)

David de Melhor Atriz Estrangeira (Liza Minnelli)

Círculo dos Críticos de Cinema de Kansas City, USA

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Joel Grey)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Preêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Joel Grey)

Prêmios Sant Jordi de Barcelona

Prêmio de Melhor Interpretação em Filme Estrangeiro (Liza Minnelli)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Comédia adaptada de outro meio de comunicação ( Jay Presson Allen)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme

Oscar de Melhor Roteiro Adaptado (Jay Presson Allen)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Figurino (Charlotte Flemming)

Prêmio de Melhor Edição (David Bretherton)

Prêmio de Melhor Roteiro (Jay Presson Allen)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Marisa Berenson)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Direção (Bob Fosse)

Prêmio de Melhor Roteiro (Jay Presson Allen)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Marisa Berenson)

Prêmio de Melhor Canção Original ("Mein Herr" e "Money, Money")

Prêmio de Melhor Revelação Feminina (Marisa Berenson)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Bob Fosse)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Atriz (Liza Minnelli)

Prêmio de Melhor Fotografia (Geoffrey Unsworth)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Na Berlim do início dos anos 30, a cantora americana Sally Bowles apresenta-se no Clube Noturno Kit Kat, onde conhece e se apaixona pelo tímido escritor Brian Roberts, um homossexual que dá aulas de inglês, na pensão em que mora, como forma de sobreviver.  Ambos são seduzidos por um barão alemão, o playboy Maximilian von Heune.

Enquanto isso, Natalia  Landauer, uma jovem filha de uma rica família judia, se enamora de um gigolô, Fritz Wendel, que guarda em segredo sua origem judia por temor ao movimento nazista que se acha em plena ascensão.

Quando Sally engravida, Brian insiste para que ela não interrompa a gravidez, muito embora ela termine optando pelo aborto.  Brian decide, então, regressar à Inglaterra.

A história continua a se desenvolver, sempre apresentada pelo mestre-de-cerimônias, que mistura piadas sobre o Terceiro Reich com fatos da vida da show-woman.   

imagem imagem imagem

Comentários

"Cabaret" é um dos melhores musicais de todos os tempos.  Ganhador de 8 Oscars da Academia e indicado ainda para duas outras categorias, o filme de Bob Fosse apresenta uma história intrigante através de uma coreografia magistral.

Joel Grey, como o Mestre-de-Cerimônias, rouba as cenas onde aparece e, sem dúvida alguma, é a maior estrela do filme.  Liza Minnelli, como a show-woman Sally Bowles, também apresenta uma atuação soberba.  No elenco, destacam-se ainda, Michael York, Marisa Berenson e Helmut Griem.

As músicas apresentadas são inesquecíveis, como 'Mein Herr' e 'Money, money'.

Tendo começado sua vida como bailarino e depois, como coreógrafo, Bob Fosse teve seu primeiro grande sucesso, como diretor, em "Charity, Meu Amor", mas foi com "Cabaret" que ele ganhou o Oscar de Melhor Direção.

CAA