Filmes por gênero

CAMILLE CLAUDEL (1988)

Camille Claudel
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A paixão de Camille Claudel (Portugal)
Camille Claudel - Violence et passion (França)
La pasión de Camille Claudel (Espanha)
Bir kadin (Turquia)
Камилла Клодель (União Soviética)
Pais: França
Gênero: Biográfico, Drama, Histórico, Romance
Direção: Bruno Nuytten
Roteiro: Bruno Nuytten, Marilyn Goldin
Produção: Bernard Artigues
Design Produção: Bernard Vézat
Música Original: Gabriel Yared
Direção Musical: Harry Rabinowitz
Fotografia: Pierre Lhomme
Edição: Joëlle Hache, Jeanne Kef
Figurino: Dominique Borg
Guarda-Roupa: Anne David, Etienne Couleon, Hélène Robin e outros
Maquiagem: Thi-Loan Nguyen, Clarisse Domine, Dominique Germain
Efeitos Sonoros: Guillaume Sciama, Daniel Gollety, Françoise Lefèvre e outros
Efeitos Visuais: Frédéric Moreau
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1989

Elenco

Isabelle Adjani Camille Claudel
Gérard Depardieu Auguste Rodin
Madeleine Robinson Louise-Athanaise Claudel
Laurent Grévill Paul Claudel
Philippe Clévenot Eugène Blot
Katrine Boorman Jessie Lipscomb
Maxime Leroux Claude Debussy
Danièle Lebrun Rose Beuret
Jean-Pierre Sentier Limet
Roger Planchon Morhardt
Aurelle Doazan Louise Claudel
Madeleine Marie Victoire
Alain Cuny Louis-Prosper Claudel
Martin Berléand Robert
François Berléand Dr. Michaux
Anne-Marie Pisani Cantora
Gérard Darier Marcel
Benoît Vergne Auguste Beuret
Hester Wilcox Adèle
Eric Lorvoire Ferdinand de Massary
Dany Simon Madame Morhardt

Prêmios

Festival Internacional de Berlim, Alemanha

Prêmio Urso de Prata de Melhor Atriz (Isabelle Adjani)

Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França

César de Melhor Filme (Bruno Nuytten)

César de Melhor Atriz (Isabelle Adjani)

César de Melhor Fotografia (Pierre Lhomme)

César de Melhor Design de Produção (Bernard Vézat)

César de Melhor Figurino (Dominique Borg)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Oscar de Melhor Atriz (Isabelle Adjani)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Festival Internacional de Berlim, Alemanha

Prêmio Urso de Ouro (Bruno Nuytten)

Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França

César de Melhor Ator (Gérard Depardieu)

César de Melhor Som (Guillaume Sciama, D. Hennequin, François Groult )

César de Melhor 1º Longa-Metragem (Bruno Nuytten)

César de Melhor Música (Gabriel Yared )

César de Melhor Ator Coadjuvante (Alain Cuny)

César de Melhor Revelação Masculina (Laurent Grévill)

César de Melhor Edição (Joëlle Hache e Jeanne Kef)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Nascida nos arredores de Paris, Camille Claudel é uma jovem talentosa e de personalidade forte, quase temperamental, que mantém uma relação conflituosa com a mãe e com a irmã Louise, embora receba todo o apoio do pai, inclusive financeiro.

Assim, incentivada pelo pai, desenvolve sua vocação artística, dedicando-se aos seus primeiros estudos de escultura.  Aos 17 anos, a família muda-se para Paris onde, recomendada pelo seu então orientador, ela se torna aluna do famoso escultor Auguste Rodin.

Camille logo demonstra sua grande habilidade e passa a ser uma das principais responsáveis pelo desenvolvimento de vários projetos de esculturas que chegam ao atelier do grande escultor.  Surge entre eles um romance.  Juntos, eles trabalham numa comunhão de talentos e de identidades criativos, até a separação definitiva 15 anos depois.

Após se separarem, por causa da incapacidade de Rodin de largar sua velha amante, Rose, Camille se sente afetivamente fracassada, o que a leva ao ressentimento e ao ódio de seu antigo companheiro.  Passa a viver isolada em seu atelier, onde suas possibilidades como escultora vão-se reduzindo à medida em que novas encomendas vão ficando cada vez mais raras.  Assim, apesar do seu imenso talento, Camille enlouquece aos poucos, caindo na miséria e sendo esquecida.

Em 1913, uma semana após a morte de seu pai, ela é internada por sua família num asilo, onde passa os últimos 30 anos de sua vida.

imagem

Comentários

Baseado no livro de Reine-Marie Paris, "Camille Claudel" é um excelente filme biográfico.  Realizado pelo cineasta Bruno Nuytten, narra a história da talentosa escultora, dividida entre seu amor obsessivo pelo famoso escultor e seu mestre, Auguste Rodin, e sua paixão pela arte.

Isabelle Adjani nos brinda com uma atuação perfeita, talvez a melhor de sua carreira.  Gérard Depardieu, no papel de Rodin, também está ótimo.  A fotografia de Pierre Lhomme é de tirar o fôlego e rica em detalhes.  A direção de Bruno Nuytten é segura.  A trilha sonora de Gabriel Yared é um outro ponto alto do filme.  Merecem ainda ser mencionadas, as boas atuações dos atores Alain Cuny, Laurent Grévill e Katrine Boorman.

CAA